Seguir o O MINHO

Barcelos

Politécnico de Viana com bandeira a meia haste pela morte de João Carvalho

em

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) decretou três dias de luto académico e bandeiras a meia haste pela morte do primeiro presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), informou hoje o presidente da instituição.

Em comunicado, Rui Teixeira, que é também presidente da Associação de Politécnicos da Região Norte (APNOR) sublinhou que o “professor João Carvalho foi um dos mais notáveis fundadores do subsistema do ensino superior politécnico, um dos que melhor compreendeu a sua melhor natureza e que o mais o promoveu e melhor o construiu na sua verdadeira identidade”.

Rui Teixeira destacou ainda “o investigador de mérito, que fez escola, o verdadeiro dirigente e líder do ensino superior”.

“Foi, antes de mais e sobretudo, um homem bom e grande amigo, pessoal e institucional”, frisou.

João Carvalho morreu na quinta-feira, vítima de doença prolongada, anunciou o instituto em nota publicada no seu ‘site’.

Segundo a nota, João Carvalho foi o primeiro diretor da Escola Superior de Gestão do IPCA, em 1996, e presidente da Comissão Instaladora do instituto durante cinco anos.

Foi também o primeiro presidente eleito do IPCA, em 2011, cargo a que renunciou em 2017, por razões de saúde.

Atualmente, exercia funções como membro do Conselho de Curadores da Fundação IPCA.

Desempenhava o cargo de presidente da Assembleia Representativa da Ordem dos Contabilistas Certificados e era membro do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade, tendo coordenado o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses durante 14 anos.

“Doutorado em Contabilidade e investigador em contabilidade pública, com dezenas de artigos e livros publicados, era uma referência no ensino superior politécnico, reconhecido pela sua comunidade académica e científica”, lê-se na nota do IPCA.

O corpo está hoje em câmara ardente na Igreja Paroquial de Real, em Braga, estando o funeral marcado para sábado.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Barcelos

Incêndio em Barcelos está dominado

Na freguesia de Santa Leocádia

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O incêndio que deflagrou hoje em Tamel, na freguesia de Santa Leocádia, concelho de Barcelos, foi dominado, mas mantêm-se no local cerca de uma centena de bombeiros apoiados por 32 viaturas, disse a comandante Marinha Esteves, da Proteção Civil de Braga.

“O incêndio encontra-se dominado, mas mantém-se no terreno o dispositivo envolvido no combate”, disse à agência Lusa, a responsável da Proteção Civil, adiantando que o fogo foi controlado cerca das 21:15.

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), este incêndio em mato teve início às 13:26.

O incêndio que nunca esteve próximo das casas, chegou a ser combatido por quatro meios aéreos.

Continuar a ler

Barcelos

Incêndio de grandes proporções em Barcelos – Imagens

Fogo deflagrou em Tamel Santa Leocádia

em

Incêndio que deflagrou cerca das 13:30, em Tamel Santa Leocádia, Barcelos, está a ser combatido por mais de cem bombeiros, apoiados por dezenas de meios terrestres e quatro meios aéreos.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

 

 

 

Continuar a ler

Barcelos

Incêndios: 102 bombeiros e quatro meios aéreos a combater chamas em Barcelos – atualização

Fogo deflagrou cerca das 13:30

em

Foto: O MINHO

O incêndio que deflagrou hoje à tarde numa zona de mato no concelho de Barcelos está a ser combatido por 102 bombeiros e quatro meios aéreos, segundo informação na página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Incêndio de grandes proporções em Barcelos – Imagens

 

Às 15:30 fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga adiantou à Lusa que o incêndio tinha três frentes ativas, não estando próximo de habitações.

Foto: Facebook de Bruno Leiras

A mesma fonte indicou ainda que no combate às chamas estavam operacionais das corporações de bombeiros da zona oeste do distrito de Braga, da Força Especial de Bombeiro e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, apoiados por 25 veículos e quatro meios aéreos.

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), este incêndio em mato teve início às 13:26.

A ANPC registava às 16:42 um total de 20 incêndios rurais, que mobilizavam um total de 287 operacionais, 82 viaturas e sete meios aéreos.

Dos 20 fogos, sete estavam ativos e os restantes em resolução e em conclusão.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares