Connect with us

Passagem do Rali em Ponte de Lima decidida ‘in extremis’

Alto Minho

Passagem do Rali em Ponte de Lima decidida ‘in extremis’

Os responsáveis do Rali de Portugal vão aguardar por sexta-feira de manhã para avaliar a viabilidade de passagem no troço de Ponte de Lima, que está ameaçado por um incêndio, disseram hoje à Lusa fontes ligadas à organização.

O Automóvel Clube de Portugal, promotor do evento, não assumiu uma posição oficial, mas prevê tomar uma decisão às 07:00 de sexta-feira, ou seja, duas horas e 40 minutos antes do arranque da classificativa de Ponte de Lima, a primeira do dia e segunda do rali.

O incêndio em floresta que deflagrou na quinta-feira à tarde na freguesia de Cabração, no concelho de Ponte Lima continuava ativo com três frentes ao início da madrugada de hoje, segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil.

No local, por onde deverá passar hoje o Rali de Portugal, continuam destacados 161 operacionais apoiados por 42 veículos.

Na sexta-feira, segundo dia do Rali de Portugal, estão previstas seis especiais, com duas passagens nos troços de Ponte de Lima, Caminha e Viana do Castelo.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte Lima espera que alterações climatéricas ajudem a apagar um incêndio.

Em declarações, Carlos Lima manifestou-se confiante de que “o arrefecimento noturno e a humidade” vão permitir extinguir as chamas.

Editado às 01:14 

Mais em Alto Minho

Bitnami