PAN denuncia abate de lobos em Montalegre

Biodiversidade

O abate consecutivo de lobos, em Montalegre, foi denunciado pelo PAN, questionando o Ministério do Ambiente e Ação Climática sobre o que se fará para evitar casos idênticos.

Através do seu grupo parlamentar, o PAN (Pessoas-Animais-Natureza) deu já entrada no Parlamento de um requerimento no qual questiona o Ministério do Ambiente e Ação Climática, acerca da morte de um lobo ibérico, em Montalegre, o segundo num espaço de seis meses.

O cadáver do jovem lobo foi encontrado na freguesia de Salto, no dia 09 de março, e não apresentava quaisquer ferimentos. Segundo o PAN, foi “feita uma prospeção no terreno pra ver se existiam indícios de crime”, levada a cabo pela GNR de Chaves, tendo sido o animal “ transportado para um laboratório em Vila Nova de Gaia para ser autopsiado e apuradas as causas de morte”.

“Lamentavelmente, nos últimos anos, têm sido frequentes as notícias de lobo-ibérico mortos naquela região, na sequência de acidentes de viação ou do uso de armadilhas de caça”, aponta o grupo parlamentar, recordando que “já no mês de setembro de 2021 foi encontrado um exemplar morto próximo da vila de Montalegre, presumindo-se que tenha sido vítima de acidente de viação”.

“Nesse mesmo ano, em fevereiro, fora noticiada a morte de dois lobos-ibéricos e de um cavalo garrano, na freguesia de Cabril, concelho de Montalegre, dentro do perímetro do Parque Nacional da Peneda-Gerês”, salienta o mesmo partido com assento parlamentar.

A iniciativa questiona, assim, se “o Ministério tem conhecimento da morte de mais um exemplar de lobo-ibérico em Montalegre no corrente mês de março? Quais as diligências efetuadas pelas autoridades? Já foi apurada a causa da morte do animal? Quais os resultados da autópsia? Tendo em conta os casos recentes de morte de lobo-ibérico naquela região, existe alguma investigação em curso, considerando o regime especial de proteção desta espécie? Que ações de sensibilização para a proteção desta espécie vai o Governo promover de modo a evitar que este tipo de situações se venha a repetir?”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

242 anos de Sapadores de Viana com direito a novo "tanque tático urbano"

Próximo Artigo

Equipas russas excluídas da Euroliga de basquetebol

Artigos Relacionados
x