Seguir o O MINHO

País

Montenegro diz querer “reacender a chama e alma de um novo PPD”

Política

em

Foto: DR / Arquivo

O presidente do PSD, Luís Montenegro, considera que se vivem “tempos desafiantes” e que Portugal “espera e precisa muito” dos sociais-democratas e defende que é altura de “reacender a chama e alma de um novo PPD”.

Numa mensagem dirigida aos militantes a propósito da Festa do Pontal e publicada no ‘site’ do PSD, Luís Montenegro começa por dizer que “é com muita alegria” que anuncia que “a Festa do Pontal está de volta”, e convida os militantes a marcarem presença nesta iniciativa de ‘rentrée’ política.

A Festa do Pontal vai realizar-se de novo este ano e está marcada para o dia 14 de agosto, no Calçadão de Quarteira. Nos últimos dois anos, que ficaram marcados pela pandemia de covid-19, esta festa não se realizou.

“Vivemos tempos desafiantes para o nosso projeto de intervenção política, numa altura em que Portugal espera e precisa muito de nós. São tempos em que queremos reacender a chama e alma de um Novo PPD”, salienta Luís Montenegro.

Apontando que se trata de “um emblemático convívio da família social-democrata, uma oportunidade de encontros e reencontros de militantes e simpatizantes do nosso PSD do Algarve e de todo o país”, o líder do PSD indica também que “é um evento especialmente difundido, assim constituindo uma ocasião privilegiada de contacto com os portugueses”.

“Vamos unir-nos e reunir-nos para ganhar o futuro”, apela.

A Festa do Pontal realizou-se pela primeira vez em 1976, por iniciativa de Francisco Sá Carneiro.

Num vídeo divulgado pelo partido no qual se conta a história desta iniciativa, é referido que a primeira festa, “de cariz popular”, aconteceu a 29 de agosto “no pinhal do Pontal, junto ao aeroporto de Faro, e foi um sucesso para a social-democracia”.

Já na década de 1980, com Cavaco Silva, “a coincidência do líder do PSD ser simultaneamente primeiro-ministro e algarvio, transforma a Festa do Pontal numa das primeiras marcas políticas do pós-25 de Abril”, continua o vídeo com imagens de edições antigas da festa e uma narração.

E considera-se que “a Festa do Pontal faz parte da história do PSD e do Algarve”, sendo “uma das maiores iniciativas políticas realizadas no verão em Portugal e uma inovação na vida política nacional ao criar um ritual de ‘rentrée’ política das forças partidárias”.

“Em 46 anos de existência, e embora não se tenha realizado ininterruptamente, a Festa do Pontal ganhou um estatuto de referência no universo social-democrata e no país”, defende o PSD, apontando que “nos últimos anos, muitos foram os líderes que por lá passaram, como Fernando Nogueira, Marcelo Rebelo de Sousa, Marques Mendes, Luís Filipe Menezes, Pedro Passos Coelho e Rui Rio”.

No vídeo, é também assinalado que “o Pontal é uma das grandes manifestações da dinâmica social-democrata e das profundas raízes populares do partido, é um ponto de encontro e uma celebração da família laranja”.

Este ano assinala-se “a estreia de Luís Montenegro como presidente do PSD neste grande evento social-democrata”, refere a narração do vídeo. O líder tem uma intervenção prevista para as 21:30.

EM FOCO

Populares