Mikel Agu, do Vitória SC, diz que jogos sem adeptos são como treinos

Covid-19
Foto: DR

O futebolista Mikel Agu, do Vitória SC, afirmou hoje que jogar sem espetadores é como treinar, ao referir-se à possibilidade da I Liga ser retomada com encontros à porta fechada, devido à pandemia da covid-19.

Apesar de não se saber ainda se o campeonato, oficialmente suspenso desde 12 de março, vai regressar, o médio nigeriano, de 26 anos, confessou que “jogar futebol” é aquilo de que sente “mais saudades” desde que está em casa, mas reconheceu que não é igual jogar, por exemplo, com uma assistência de 15.000 pessoas no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, ou com bancadas vazias.

“Já pensei sobre isso. Se voltarmos a treinar ou a jogar, vai ser difícil ter adeptos no estádio. O vírus não vai passar em dois ou três meses, dependendo do que as autoridades de saúde sabem. Mas o futebol sem adeptos é como um treino. Não vai ser muito interessante fazer os jogos em casa sem adeptos”, disse aos jornalistas, numa videoconferência promovida pelo clube minhoto.

Mesmo estranhando a hipótese de jogos sem adeptos, o jogador, ex-FC Porto e ex-Vitória de Setúbal, assumiu o desejo de concluir a I Liga, até porque a formação vimaranense, atual sexta classificada, com 37 pontos, tem o objetivo de atingir, pelo menos, o quinto lugar, de forma a disputar a Liga Europa na próxima época.

Mikel Agu afirmou, no entanto, que as prioridades do momento passam por “manter a saúde” e também a “boa forma”, ainda que os treinos em casa, com o material fornecido pelo clube, não sejam iguais aos dos relvados.

O Vitória de Guimarães concedeu férias ao plantel até ao dia 30 de abril, mas o internacional pela seleção principal da Nigéria avisou que os jogadores vão continuar algum do trabalho que já faziam, para não “ganharem peso” e para tentarem garantir que estão minimamente preparados na hora de regressar ao relvado.

“Vou continuar a trabalhar, embora só se ganhe condição física com os jogos. Já temos um plano pronto para os próximos dias e para quando voltarmos a treinar. Não somos o único clube que está alguns dias parado [de férias]”, disse.

Com um golo apontado em 18 partidas já realizadas nesta época, Mikel Agu envergou pela última vez a camisola vimaranense em 15 de dezembro de 2019, no empate com o Gil Vicente (2-2), para a 14.ª jornada da I Liga, mas disse estar pronto para lutar por uma posição no ‘onze’, se a competição for retomada.

“No futebol, ninguém fica satisfeito sem jogar, mas eu estava a fazer tudo para regressar à equipa antes de ter surgido o vírus. Agora, espero pelo regresso do campeonato. Sou um jogador que gosta de trabalhar, para, quando voltar, estar preparado para entrar na equipa titular”, vincou.

O novo coronavírus, responsável pela covid-19, já infetou mais de 1,8 milhões de pessoas em todo o mundo, tendo morrido mais de 114 mil e recuperado quase 400 mil.

Em Portugal, já se registaram 535 mortes, mais 31 do que no domingo (+6,2%), e 16.934 casos confirmados de infeção, mais 349 face à véspera (+2,1%), segundo a atualização de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Mais cem reclusos libertados hoje de manhã

Próximo Artigo

Grupo de Braga preparava 'luta armada' em Famalicão. Foram intercetados na EN 14

Artigos Relacionados
x