Melgaço. Aldeia de Castro Laboreiro “queima” o ano velho

A população da aldeia de Castro Laboreiro, em Melgaço, vai sair à rua, no dia 30, a partir das 23:00, para a “Queima do Ano Velho”, uma tradição ancestral que representa “a esperança de um ano melhor”.

O costume inclui um cortejo do Ano Velho com os Rampeiros (música ao vivo com gaitas de foles) e o grupo de teatro de rua Os Kopinxas que percorre as ruas de Castro Laboreiro rumo ao Centro Cívico, onde será queimado o Ano Velho.

A organização, a cargo de uma empresa de animação turística, tem o apoio da Câmara Municipal de Melgaço e da União de Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro.

Com cerca de 500 habitantes, Castro Laboreiro, em pleno Parque Nacional da Peneda Gerês, é uma das maiores freguesias do Alto Minho, em termos de território, mas também das mais envelhecidas e isoladas da região, com o núcleo central da aldeia a mais de 800 metros de altitude.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Tempo seco é “grande aliado”do comércio tradicional de Braga neste Natal

Próximo Artigo

Arcos de Valdevez. Mais de 300 participantes no "Natal Run Solidário"

Artigos Relacionados
x