Seguir o O MINHO

Braga

Líder da distrital de Braga do PSD reage a candidatura à liderança de Luís Montenegro

José Manuel Fernandes está contra “moção de censura para fazer cair a direção”

em

Foto: DR

O anúncio da candidatura de Luís Montenegro “para ser de imediato candidato” à liderança do partido está a provocar uma onda de reações.

José Manuel Fernandes, presidente da distrital de Braga do PSD, já veio a terreiro esclarecer a sua posição sobre o atual momento do partido, garantindo que não se referia a Luís Montenegro ao usar a expressão “golpe de estado” num vídeo que divulgou sobre a situação do PSD.

Nesse video, que divulgou pelas redes sociais e rapidamente se tornou viral entre os apoiantes de Rui Rio, Fernandes defende que o atual líder do PSD tem “o direito e o dever” de ir a eleições, depois de ter sido escolhido em diretas para se candidatar a primeiro-ministro. No final, garante que “Portugal e os portugueses não alinham, não aceitam, golpes de estado.”

Ao contrário do que podia parecer, o eurodeputado assegurou que não estava a acusar Luís Montenegro de estar a promover um “golpe de estado”. “Quando falo de golpe de estado, refiro-me à hipótese de ser apresentada uma moção de censura [no Conselho Nacional, para fazer cair a direção do partido]. Sou absolutamente contra uma moção de censura. E nem sei se Luís Montenegro a apoiaria ou não. Propor uma moção de censura é uma coisa, desafiar a liderança do partido para ir a votos é outra. Até porque, se Rui Rio aceitar o desafio, e se disponibilizar para eleições, é pacífico”, acrescenta o líder da terceira maior distrital do PSD.

Fernandes vai mesmo mais longe, dizendo que “é sempre importante haver disponibilidade de militantes para serem candidatos. Se o Luís Montenegro se disponibilizar para disputar umas diretas já, é uma coisa – não vejo na disponibilidade de alguém para disputar a liderança um golpe. Mas se se disponibilizar para ser candidato através de uma moção de censura, isso já não concordo, e acho um golpe”, clarifica.

Luís Montenegro desafiou Rui Rio a marcar eleições diretas já e a apresentar a sua própria candidatura.
“Se tem mesmo Portugal à frente de tudo, mostre coragem e não hesite em marcar estas eleições internas, não tenha medo do confronto, não se justifique atrás de questões formais, o tempo é de confronto político”, afirmou, num desafio direto ao líder do PSD, numa declaração sem direito a perguntas no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.
“Não me resigno a um PSD pequeno, perdedor, irrelevante, sem importância política e relevância estratégica”, justificou o antigo deputado.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Vila Verde

Incêndio em Vila Verde mobiliza meio aéreo e cerca de 40 operacionais

Não há feridos a registar

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

Um incêndio que mobiliza um meio aéreo e cerca de 40operacionais está a lavrar numa zona de floresta em Vila Verde, na freguesia de Coucieiro.

Em declarações à agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorros (CDOS) de Braga disse que o alerta do incêndio foi dado pelas 06:15 de hoje.

“Não há feridos a registar”, nem “populações em perigo neste momento”, acrescentou a mesma fonte.

Outros incêndios ocorreram naquele concelho, nomeadamente em Estrumil, Passô e Valdreu, mas já em fase de conclusão ou dominados.

Continuar a ler

Braga

Procuram-se jovens músicos bracarenses para se juntarem à Escola do Rock

Inscrições até 01 de abril

em

Foto: GNRation

A Escola de Rock de Paredes de Coura vai descer até Braga para apresentar um concerto que irá integrar jovens músicos bracarenses.

O convite partiu do gnration e está inserido nas comemorações do seu sexto aniversário. Para isso, a estrutura bracarense vai organizar uma “open call onde irá procurar jovens guitarristas e baixistas da cidade de Braga, com idades entre os 13 e os 17 anos.

O espetáculo sobe a palco a 27 de abril, sábado, pelas 16:30. Os ensaios de preparação decorrem a 13 e 14 de abril, sábado e domingo, respetivamente, das 14:30 às 18:30. Ainda a 27 de abril, da parte da manhã, haverá um ensaio-geral.

As inscrições são gratuitas e decorrem até 1 de abril. Os interessados deverão contactar o gnration através do e-mail [email protected]

Recorde-se que a Escola do Rock surgiu em Paredes de Coura, corria o ano de 2014, numa iniciativa municipal para potenciar o aparecimento de novas bandas e novos músicos. Composta por cerca de 50 jovens músicos, já atuou em diversas salas de espectáculos e festivais de música.

Continuar a ler

Braga

Larápios deixam carro sem as quatro rodas em Braga

Em Fraião

em

Foto: Semanário V

O proprietário de um veículo da marca Mercedes, parado num estacionamento numa rua de Fraião, em Braga, foi esta quinta-feira surpreendido, após lhe terem furtado as quatro jantes e respetivos pneus.

Os larápios deixaram a viatura apoiada num macaco e num tijolo.

A GNR foi chamada ao local.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares