Seguir o O MINHO

Futebol

Léo Bonatini no Vitória por empréstimo do Wolverhampton

Avançado regressa a Portugal, onde já jogou no Estoril Praia

em

O avançado Léo Bonatini, de 25 anos, vai representar o Vitória SC, da I Liga portuguesa de futebol, por empréstimo dos ingleses do Wolverhampton, confirmou hoje o presidente do clube minhoto, Miguel Pinto Lisboa.

“O Léo Bonatini será do Vitória, num empréstimo com opção de compra”, afirmou o dirigente, no rescaldo do apuramento do clube para a fase de grupos da Liga Europa, após o triunfo de hoje sobre os romenos do FCSB, por 1-0, na segunda mão do ‘play-off’ – a primeira mão acabara 0-0.

O avançado brasileiro vai jogar novamente em Portugal, depois de ter marcado 24 golos em 53 jogos pelo Estoril Praia, nas épocas 2014/15 e 2015/16, antes de ter jogado na Arábia Saudita, pelo Al Hilal, e em Inglaterra, pelo Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, e pelo Nottingham Forest.

Na sua intervenção, Miguel Pinto Lisboa, eleito presidente vitoriano no passado dia 20 de julho, congratulou ainda o plantel por ter conseguido “um momento de felicidade” para um clube que espera ver afirmar-se “não só a nível nacional, mas também a nível internacional”.

Depois de, nas pré-eliminatórias, ter ultrapassado a Jeunesse Esch, do Luxemburgo (5-0, no total), e o Ventspils, da Letónia (9-0, no total), além do FCSB, o Vitória juntou-se a FC Porto, Sporting e Sporting de Braga na fase de grupos, fazendo de Portugal a nação mais representada na competição, com quatro equipas.

O dirigente realçou que o objetivo na fase de grupos, cujo sorteio vai decorrer na sexta-feira, no Mónaco, com o clube minhoto no quarto e último pote, é fazer “bons jogos” e, “se possível”, passar a fase de grupos, sem “preferência por adversários”

“Queremos é que a nossa equipa seja consistente, mostre a sua força e a sua vontade de vencer. Todos os jogos servem para mostrar a nossa capacidade. Estamos sempre confiantes que vamos a todos os estádios para ganhar”, frisou.

Miguel Pinto Lisboa considerou ainda “importante” a receita do acesso à fase de grupos – 2,92 milhões de euros -, mas lembrou que a “vertente desportiva” do feito atingido é-o ainda mais, até pela possível valorização dos jogadores vitorianos.

A equipa minhota volta a competir para a I Liga no domingo, no reduto do FC Porto, às 18:30, para a quarta jornada, e o presidente vitoriano disse querer assistir a “um grande jogo de futebol”, “sem casos”, entre dois conjuntos moralizados.

Anúncio

Futebol

Portugal sem equipas nos ‘oitavos’ pela primeira vez desde 1978/79

Competições europeias

em

Foto: UEFA (Arquivo)

O futebol português ficou fora dos ‘oitavos’ das taças europeias de futebol, cenário que acontece pela primeira vez desde a longínqua temporada de 1978/79, há mais de quatro décadas.

Benfica, FC Porto e Sporting juntaram-se a SC Braga e deixaram Portugal sem qualquer equipa nos oitavos de final da Liga Europa, depois do Vitória SC ter ‘tombado’ na fase de grupos e de já não haver representantes lusos na ‘Champions’.

Na principal competição, em que os ‘oitavos’ seguem a meio, cumprida a primeira mão, os ‘dragões’ foram eliminados na terceira pré-eliminatória e os ‘encarnados’ na fase de grupos.

Desta forma, Portugal, que era o país mais representado nos 16 avos de final da Liga Europa, não tem qualquer representante no ‘top 16’ das competições europeias, interrompendo um ciclo de 40 anos, iniciado em 1979/80.

A época de 1978/79 tinha sido a última sem formações nacionais nos ‘oitavos’, numa temporada em que competiram as mesmas quatro equipas que estiveram nos 16 avos de final da segunda competição da UEFA em 2019/20.

Então, o FC Porto foi eliminado pelo AEK Atenas na primeira ronda da Taça dos Campeões Europeus (1-6 fora e 4-1 em casa) e o Sporting caiu na mesma fase da Taça dos vencedores de Taças perante o Banik Ostrava (dois desaires por 1-0).

Na Taça UEFA, Benfica e SC Braga passaram a primeira ronda, mas caíram na segunda, correspondente aos 16 avos de final, os ‘encarnados’ face ao Borussia Mönchengladbach (0-0 em casa e 0-2 fora, após prolongamento) e os ‘arsenalistas’ frente ao West Bromwich (0-2 em casa e 0-1 em Londres).

Depois dessa temporada, e até 2018/19, Portugal conseguiu colocar sempre pelo menos uma equipa no ‘top 16’, entre Taça e Liga dos Campeões, Liga Europa, Taça UEFA e Taça das Taças, com um recorde de quatro em 1987/88 e 1993/94.

Na última vez, o FC Porto chegou às meias-finais da Liga dos Campeões e o Benfica à mesma fase da Taça das Taças, o Boavista atingiu os quartos de final da Taça UEFA e, na mesma competição, o Sporting caiu na terceira eliminatória.

Os piores registos, com apenas um representante luso nos últimos 16, datavam de 1980/81, 1984/85, 1988/89, 1997/98 a 2000/01, 2005/06 e 2014/15.

Continuar a ler

Futebol

Benfica empata (3-3) com Shakhtar e está fora da Liga Europa

Liga Europa

em

Foto: SL Benfica

O Benfica empatou hoje em casa com os ucranianos do Shakhtar Donetsk, por 3-3, em jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, e foi eliminado da competição.

Depois da derrota na primeira mão (2-1), o Benfica adiantou-se no marcador com um golo de Pizzi, aos nove minutos, mas um autogolo de Rúben Dias (12) estabeleceu a igualdade, com o mesmo jogador a redimir-se e a colocar os ‘encarnados’ em vantagem ao intervalo.

Na segunda parte, Rafa aumentou a vantagem dos ‘encarnados’, aos 47, mas a equipa orientada por Luís Castro marcou dois golos, por Stepanenko (49) e Alan Patrick (71), garantindo o apuramento para os ‘oitavos’ da competição.

Continuar a ler

Futebol

Sporting perde com Basaksehir e é eliminado da Liga Europa

Após prolongamento

em

Foto: Twitter

O Sporting perdeu hoje por 4-1, após prolongamento, frente aos turcos do Basaksehir, em jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, e foi eliminado da competição.

A jogar em casa, a equipa turca adiantou-se no marcador aos 31 minutos, com um golo de Skrtel, e ampliou a vantagem por intermédio de Aleksic, aos 45. Na segunda parte o Sporting conseguiu reduzir, com um golo de Vietto, aos 68, mas Visca, aos 90+1, marcou e levou o jogo para prolongamento.

No prolongamento, o mesmo Visca, de grande penalidade, aos 119 minutos, marcou o golo que garantiu o apuramento da equipa turca, depois de o Sporting ter vencido o jogo da primeira, no estádio José Alvalade, por 3-1

(em atualização)

Continuar a ler

Populares