Seguir o O MINHO

I Liga

Quarta ronda da I Liga arranca em Moreira de Cónegos

Moreirense defronta o Portimonense

em

Foto: DR/Arquivo

Moreirense e Portimonense procuram hoje, em Moreira de Cónegos, regressar às vitórias na I Liga portuguesa de futebol, enquanto o Belenenses SAD tenta alcançar o primeiro triunfo, na receção ao Boavista, no arranque da quarta jornada.

A ronda arranca oficialmente às 19:00, com o Moreirense, que vem de um empate (0-0) no Bonfim com o Vitória de Setúbal, a receber o Portimonense, que na última jornada foi batido em casa pelo Sporting, por 3-1.

Mais tarde, às 21:15, o Belenenses SAD, sem vitórias e sem qualquer golo marcado até agora, defrontar no Estádio Nacional o Boavista, que chega ao Jamor com um triunfo e dois empates nas três primeiras rondas do campeonato.

O jogo ‘grande’ da quarta jornada está agendado para domingo, com o duelo entre SC Braga e Benfica, no Minho.

Programa da quarta jornada:

– Sexta-feira, 30 ago:

Moreirense – Portimonense, 19:00

Belenenses SAD – Boavista, 21:15

– Sábado, 31 ago:

Paços de Ferreira – Marítimo, 16:30

Desportivo das Aves – Famalicão, 16:30

Sporting – Rio Ave, 19:00

Gil Vicente – Vitória de Setúbal, 21:30

– Domingo, 01 set:

Tondela – Santa Clara, 16:00

FC Porto – Vitória SC, 18:30

SC Braga – Benfica, 21:00

Anúncio

Futebol

Tormena de regresso no SC Braga após um mês de ausência

Convocatória

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Rúben Amorim convocou hoje Tormena, Esgaio, Raul Silva e Palhinha para a receção do SC Braga ao Rangers, na quarta-feira, da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol.

Tormena está de regresso precisamente um mês depois de se ter lesionado frente ao FC Porto, na final da Taça da Liga (vitória por 1-0), tal como Esgaio, Raul Silva e Palhinha, que cumpriram castigo diante do Vitória de Setúbal, no domingo, na 22.ª jornada da I Liga (triunfo por 3-1).

O defesa Sequeira recuperou do ‘toque’ que sofreu diante dos sadinos, que o obrigou a sair ainda durante a primeira parte, e também integra a lista de 20 convocados.

Bruno Wilson não está inscrito na prova europeia e fica de fora, tal como Anthony e os lesionados Eduardo e Wallace.

O SC Braga perdeu na primeira mão, em Glasgow, por 3-2, e recebe o Rangers a partir das 17:00 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Braga, num jogo que vai ser arbitrado pelo sueco Andreas Ekberg.

A lista dos 20 convocados:

Guarda-redes: Matheus e Tiago Sá.

Defesas: Pedro Amador, Tormena, David Carmo, Bruno Viana, Sequeira, Esgaio, Raul Silva e Diogo Viana.

Médios: Fransérgio, João Novais, Palhinha e André Horta.

Avançados: Abel Ruiz, Ricardo Horta, Paulinho, Trincão, Rui Fonte e Galeno.

Continuar a ler

Futebol

Auditorias à segurança dos estádios da I Liga começam na quarta-feira

Motivadas pelos recentes casos de violência e racismo

em

Foto: Divulgação / PSP (Arquivo)

As auditorias à segurança dos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, começam quarta-feira e decorrem até final de março, anunciou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, o MAI explica que o “processo, motivado pela crescente preocupação social gerada por atos de violência e racismo cometidos no exterior e dentro dos estádios”, servirá para determinar “as alterações a implementar, de modo a permitir a realização de jogos na próxima época”.

O MAI refere que as auditorias de segurança vão ser realizadas pela Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto, pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e pelas forças de segurança.

O estádio Nacional, em Oeiras, onde joga o Belenenses SAD, e o estádio do Bonfim, utilizado pelo Vitória de Setúbal, serão os primeiros a ser visitados, na quarta-feira, seguindo-se os dois estádios das ilhas, Barreiros, no Funchal, e São Miguel, em Ponta Delgada.

Os recintos dos ‘três grandes’ vão ser visitados em seguida, com a Luz (Benfica) a ser auditada em 03 de março, Alvalade (Sporting) no dia seguinte e o Dragão (FC Porto) em 10 de março.

O último estádio a ser alvo de vistoria será o Municipal de Portimão, ‘casa’ do Portimonense, no dia 27 de março.

O MAI recorda que a realização das auditorias, “visando o rigoroso cumprimento do novo Regime Jurídico da Segurança no Desporto, foi uma das medidas decididas na reunião entre o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença”, realizada em 27 de janeiro.

Na mesma reunião foram também consensualizadas, segundo o MAI, “medidas adicionais de controlo do acesso do público aos jogos considerados de risco elevado e a entrada em vigor do cartão de adepto, para identificar todos aqueles que queiram assistir aos espetáculos desportivos nas zonas reservadas à exibição de materiais de claque (bandeiras, faixas, material sonoro)”.

– Calendário das auditorias aos 18 estádios da I liga:

26 fevereiro: Estádio Nacional (Belenenses SAD), Estádio do Bonfim (Vitória de Setúbal).

27 fevereiro: Estádio dos Barreiros (Marítimo).

28 fevereiro: Estádio de São Miguel (Santa Clara).

03 março: Estádio da Luz (Benfica).

04 março: Estádio José Alvalade (Sporting).

10 março: Estádio do Dragão (FC Porto).

11 março: Estádio dos Arcos (Rio Ave), Estádio Municipal de Famalicão (Famalicão).

17 março: Estádio Municipal de Braga (SC Braga), Estádio Cidade de Barcelos (Gil Vicente).

18 de março: Estádio João Cardoso (Tondela), Estádio Comendador Joaquim Almeida Freitas (Moreirense).

24 de março: Estádio Capital do Móvel (Paços de Ferreira), Estádio do CD Aves (Desportivo das Aves).

25 de março: Estádio do Bessa (Boavista), Estádio D. Afonso Henriques (Vitória SC).

27 de março: Estádio Municipal de Portimão (Portimonense).

Continuar a ler

Futebol

Adeptos do FC Porto acusados de insultos racistas contra jogador do Moreirense

I Liga

em

Foto: maisfutebol.iol.pt / DR

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou ao FC Porto um processo por alegados insultos racistas, proferidos pelos seus adeptos, dirigindo-se a Abdu Conté do Moreirense, adiantou o jornal DESPORTIVO de Guimarães.

O episódio aconteceu a 10 de janeiro, num jogo para a 16.ª jornada, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas. No relatório da GNR são descritos “insultos de índole racista” provenientes de adeptos do FC Porto que se encontravam na bancada topo do estádio. Conté terá  cometido grande penalidade sobre Jesus Corona o que levou os adeptos azuis e brancos a atacar verbalmente o jogador da Guiné-Bissau.

Embora a GNR tenha registado os incidentes, o árbitro da partida, Artur Soares Dias afirma não ter entendido tais insultos, sendo a queixa apresentada totalmente baseada na descrição feita pela Guarda Nacional Republicana.

Conté foi arrolado como testemunha e terá em breve de apresentar a sua descrição do incidente.

 

Continuar a ler

Populares