Seguir o O MINHO

Braga

Joaquim Barreto venceu Distrital de Braga do PS com ajuda de José Sócrates

Política

em

Foto: Facebook

Joaquim Barreto venceu a Federação Distrital de Braga do PS com a ajuda de José Sócrates, que terá convencido o presidente da Câmara de Barcelos e líder da concelhia socialista, a “tirar o pé do acelerador” no apoio a Ricardo Costa.

O jornal Público, que avança a notícia, revela que, no discurso de vitória, Joaquim Barreto agradeceu ao antigo primeiro-ministro o apoio que lhe deu na campanha, em Barcelos, para as eleições federativas.

“Quero aqui agradecer ao engenheiro José Sócrates, pessoa que nunca abandonei e com quem mantive sempre contacto, pelo apoio que, em Barcelos, nos deu nesta campanha”, declarou o deputado socialista na intervenção na noite eleitoral em que foi reeleito, com 2.200 votos contra os 1.469 obtidos pelo adversário, Ricardo Costa.

Barcelos era uma das três concelhias – além de Famalicão e Vila Verde – que apoiavam Ricardo Costa e era decisiva na estratégia de vitória do candidato da Lista B, que esperava ali poder ganhar por mil votos.

No entanto, segundo o Público, Miguel Costa Gomes acabou por recuar no apoio a Ricardo Costa e aproximar-se de Joaquim Barreto com o ‘dedo’ de José Sócrates.

Joaquim Barreto reeleito presidente da Federação Distrital de Braga do PS

A três semanas da ida às urnas, conta aquele jornal, Joaquim Barreto e Miguel Costa Gomes almoçaram com José Sócrates na Ericeira, onde também marcou presença Casimiro Rodrigues, presidente da Junta de Gilmonde, no concelho de Barcelos, amigo do ex-primeiro-ministro.

Nenhum dos três quis falar sobre o assunto ao Público.

Segundo aquele jornal, Miguel Costa Gomes terá prometido a Joaquim Barreto “tirar o pé do acelerador em relação ao apoio da candidatura de Ricardo Costa”.

Apesar de, como O MINHO noticiou, haver carrinhas alugadas para transportar eleitores, supostamente afetos à candidatura de Ricardo Costa, certo é que houve uma desmobilização eleitoral. A Lista B ganhou, mas por apenas 200 votos, número bem longe do previsto.

Casimiro Rodrigues, promotor do almoço a pedido do líder da distrital, confirmou, em declarações ao Público, que Sócrates sugeriu que o partido deveria estar unido e dei a sua opinião sobre o que deveria ser feito. “Se isso foi relevante para a vitória de Joaquim Barreto, isso não sei”, disse o autarca.

Também em declarações àquele jornal, Ricardo Costa reconhece que “estava à espera de ganhar, se em Barcelos não tivesse acontecido o que aconteceu”.

EM FOCO

Populares