Seguir o O MINHO

Região

Incêndios no distrito de Braga mobilizam mais de 500 bombeiros

Mais do que no conjunto dos restantes distritos do país.

em

Foto: DR

Mais de 500 bombeiros encontravam-se a combater diversos incêndios no distrito de Braga, esta terça-feira noite, três dos quais de “grandes dimensões”.

Segundo fonte da Proteção Civil, às 22:30 horas, os vários fogos ativos mobilizavam 549 operacionais, um número muito acima do que se verificava no resto do país, onde o Porto (156) e a Guarda (116) eram os dois distritos com mais de cem bombeiros no terreno.

Os incêndios que mais operacionais mobilizavam, àquela hora, estavam a ser combatidos em Vade (205 operacionais) e Aboim da Nóbrega (107), no concelho de Vila Verde.

Segundo Hermenegildo Abreu, comandante distrital de Operações de Socorro de Braga, o “vento forte” que se faz sentir tem sido a principal dificuldade encontrada pelos bombeiros, a par do “declive acentuado” do terreno.

O incêndio que está a evoluir favoravelmente foi o que deflagrou pelas 16:12 de segunda-feira em Aboim da Nóbrega. Mais complicado está o combate às chamas que começaram pelas 11:02 de hoje em Vade, que mantém duas frentes ativas.

“O vento está forte e o terreno apresenta declives acentuados, vamos ter uma longa noite de trabalho pela frente”, referiu.

Incêndios em Vila Verde: “Sem a famosa mão humana, isto não me parece possível”

Em Caldas de Vizela, 122 operacionais combatem uma frente de fogo, num incêndio que deflagrou pelas 14:50.

Outros incêndios de menor dimensão verificavam-se em Lordelo (37 operacionais), concelho de Celorico de Basto, Salamonde (26), concelho de Vieira do Minho e Dossãos (16), também no concelho de Vila Verde.

Para além do elevado número de operacionais, estavam também no auxílio ao combate 158 meios terrestres – e nenhum meio aéreo, devido à hora noturna.

Populares