Seguir o O MINHO

Barcelos

Governo vai instalar câmaras nas passagens de nível ‘preocupantes’ em Barcelos

Quintiães e Aguiar

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) decidiu instalar câmaras de vigilância nas três passagens de nível das freguesias de Quintiães e Aguiar, em Barcelos, cujo funcionamento é criticado pelas populações e autarcas locais.

A instalação das câmaras consta da resposta do Ministério das Infraestruturas e Habitação ao Bloco de Esquerda, divulgada, esta sexta-feira, por este partido.

Na resposta, o ministério sublinha que naquelas passagens de nível não foram registadas quaisquer anomalias e que elas sempre tiveram bom funcionamento.

No entanto, e face aos relatos que dão conta de alegado mau funcionamento, a IP, como serviço complementar ao sistema técnico de monitorização, decidiu dotar as três passagens de nível com câmaras de vigilância.

Em finais de 2019, população e autarcas daquelas freguesias denunciaram onze situações de “alegadas” avarias na sinalização e no funcionamento das três passagens de nível, descrevendo situações em que, à passagem do comboio, as luzes de sinalização e os sinais sonoros não funcionam e as barreiras não descem.

Houve mesmo uma manifestação para exigir mais segurança, mas já na altura a IP referiu que não tinha sido detetada qualquer anomalia naquelas passagens de nível (PN).

A IP esclareceu que o sistema de aviso automático da aproximação de comboios instalados nas PN efetua o registo automático de todos os eventos, “não tendo sido registada qualquer anomalia relativa ao funcionamento” daquelas passagens.

Dizia ainda que o sistema, quando deteta anomalia no funcionamento previsto, “gera alarme relativo a uma desconformidade”, uma situação que não foi identificada relativamente àquelas PN.

Acrescentava que a IP não recebeu qualquer relato de maquinistas do operador ferroviário a reportar qualquer anomalia no funcionamento daquelas PN, “situação que integra os procedimentos de segurança”.

Anúncio

Barcelos

Morreu primeira vítima de covid-19 em Barcelos

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo (Arquivo)

Barcelos registou hoje a primeira vítima mortal de covid-19. Trata-se de um idoso, entre os 75 e os 80 anos, da freguesia de Macieira de Rates, que estava internado no Hospital de Barcelos, confirmou a O MINHO o presidente daquela junta de freguesia, José Padrão.

A vítima mortal já sofria de problema respiratórios, sendo, portanto, doente de risco. A sua situação complicara-se nos últimos dois dias.

Segundo os dados do boletim epidiomiológico da Direção-Geral de Saúde deste sábado, no concelho de Barcelos existem 83 casos confirmados de infeção. Em todo o Minho estão confirmados 876 casos covid positivo.

Detetado em dezembro de 2019, na China, o novo coronavírus já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 59 mil.

Dos casos de infeção, mais de 211 mil são considerados curados.

Continuar a ler

Barcelos

Vigiado por pulseira eletrónica é detido enquanto furtava num talho em Barcelos

Crime

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem de 38 anos foi detido por militares do Núcleo de Investigação de Barcelos da GNR, na madrugada de sexta-feira, quando furtava um talho no concelho de Barcelos, anunciou aquela força.

Segundo o comando territorial de Braga, a ação foi efetuada no decurso de uma investigação relacionada com furtos em estabelecimentos comerciais, e permitiu deter o supeito em flagrante delito no interior do talho na posse de material furtado.

Foi-lhe apreendida uma balança, uma motosserra, uma embalagem com seis lâmpadas led e a viatura utilizada para consumar o delito.

“O detido está indiciado pela prática de três furtos em estabelecimentos comerciais, dois em veículos, dois em estaleiros e um numa residência”, refere a GNR.

“Tem também antecedentes por tráfico de estupefacientes e violência doméstica, encontrando-se sob vigilância através de pulseira eletrónica”, acrescenta.

Foi também constituído arguido um homem, de 26 anos, cúmplice do detido em furtos, tendo-lhe sido apreendido material furtado num estaleiro, no decorrer de uma busca domiciliária.

Continuar a ler

Barcelos

Utentes de lar em Barcelos regressam ao espaço

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Os 22 utentes do Centro de Apoio e Solidariedade da Pousa (CASP) infetados com covid-19 estavam a regressar ao lar durante a tarde de hoje, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, em videoconferência de imprensa.

Recorda-se que cinco dos infetados, os primeiros casos detetados, tinham sido transferidos para o Hospital de Barcelos e os restantes para o Seminário da Silva, no mesmo concelho.

A operação começou ao início da tarde e, segundo o autarca, é morosa, porque a transferência está a ser feita “doente a doente”, de acordo com o estipulado pelas autoridades de saúde.

Ainda segundo Miguel Costa Gomes, em primeiro lugar foram levados os idosos não infetados – 3 – que ficarão numa “ala completamente separada”.

Continuar a ler

Populares