Seguir o O MINHO

Futebol

Golo nos descontos, reviravolta no marcador e o SC Braga está de regresso às vitórias

24.ª jornada da I Liga

em

Um golo de Wilson Eduardo em período de compensação permitiu hoje ao SC Braga vencer no terreno do Rio Ave, por 2-1, em jogo da 24.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Após as derrotas com o Sporting (3-0) e o Belenenses (2-0), o Braga esteve a perder em Vila do Conde, devido a um golo de Carlos, aos 49 minutos, mas deu a volta com os tentos de Paulinho, aos 77, e Wilson Eduardo, aos 90+1, depois de o Rio Ave ter ficado reduzido a 10, por expulsão de Jambor, aos 56.

Terceira classificada, a equipa minhota passou a somar 52 pontos, menos cinco do que o FC Porto, que no sábado foi derrotado em casa pelo Benfica (2-1) e cedeu a liderança por dois pontos aos ‘encarnados’. O Sporting, que hoje recebe o Portimonense, é o quarto, com 46 pontos.

Com três derrotas seguidas, o Rio Ave ocupa o nono lugar, com 28 pontos, tantos quantos o Portimonense.

Ficha de Jogo 

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde.

Rio Ave – SC Braga, 1-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Carlos Júnior, 49 minutos.

1-1, Paulinho, 77.

1-2, Wilson Eduardo, 90+1.

Equipas:

– Rio Ave: Léo Jardim, Nadjack, Messias, Rúben Semedo, Fábio Coentrão, Tarantini, Jambor, Carlos Júnior (Buatu, 75), Galeno (Matheus Reis, 90), Ronan (Leandrinho, 59) e Bruno Moreira.

(Suplentes: Paulo Vítor, Matheus Reis, Buatu, Murilo, Said, Leandrinho e Gabrielzinho).

Treinador: Daniel Ramos.

– SC Braga: Tiago Sá, Marcelo Goiano, Bruno Viana, Raúl Silva (Paulinho, 72), Sequeira, Wilson Eduardo, Claudemir, João Palhinha (João Novais, 61), Ricardo Horta (Murilo, 72), Fransérgio e Dyego Sousa.

(Suplentes: Marafona, Ryller, Pablo Santos, João Novais, Murilo, Trincão e Paulinho).

Treinador: Abel Ferreira.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Raúl Silva (29), Jambor (39 e 56), Bruno Viana (62), Marcelo Goiano (79), Fábio Coentrão (89) e Paulinho (90+2). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Jambor (56).

Assistência: cerca de 3.500 espetadores.

Anúncio

Futebol

Fábio Martins eleito melhor jogador da I Liga em setembro

Futebol

em

Foto: Divulgação / FC Famalicão

O futebolista Fábio Martins, que alinha no Famalicão, foi eleito melhor jogador do mês de setembro da I Liga portuguesa, revelou hoje o organismo que rege os campeonatos profissionais, em comunicado.

O extremo, de 26 anos, que assinou dois golos e fez duas assistências em três jogos durante o último mês, arrecadou 31,40% dos votos e bateu o avançado cabo-verdiano Zé Luís, do FC Porto (8,87%), e Rafa, do Benfica (7,26%).

Fábio Martins já tinha sido nomeado o melhor avançado do mês, numa lista de distinções dominada pelo Famalicão. João Pedro Sousa foi considerado o melhor treinador, o argentino Nehuén Pérez o melhor defesa e Rúben Lameiras apontou o golo do mês.

Bruno Fernandes, do Sporting, e o argentino Marchesín, do FC Porto, venceram nas categorias de melhor médio e melhor guarda-redes, respetivamente.

Fábio Martins, que está no Famalicão, atual líder da I Liga, por empréstimo do Sporting de Braga, sucedeu a Pizzi, do Benfica, que foi nomeado o melhor jogador da prova durante o mês de agosto.

A votação para o melhor jogador do mês da I Liga é feita pelos 18 treinadores principais da competição.

No segundo escalão, o médio Daniel Bragança, que alinha no Estoril Praia por empréstimo do Sporting, arrecadou o prémio de melhor jogador em setembro.

Continuar a ler

Futebol

Sá Pinto alerta que eliminação do Sporting “é um aviso” para o Braga

O jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal está marcado para as 20:45 de sábado, no Estádio do Leça, em Leça da Palmeira

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador do Sporting Clube (SC)de Braga, Ricardo Sá Pinto, disse esta sexta-feira que a derrota do Sporting diante do Alverca serve de “aviso” para o jogo de sábado com o Leça, da Taça de Portugal de futebol.

Questionado sobre se o Braga é candidato a chegar à final da prova, o técnico frisou que, de momento, o “objetivo é ganhar ao Leça”, equipa que milita na Série B do Campeonato de Portugal, o mesmo escalão do Alverca, que na quinta-feira eliminou o detentor do troféu, o Sporting, por 2-0.

“Sem dúvida que é um aviso para todos. Já o tinha dito na Taça da Liga, quando jogámos com o Penafiel: hoje em dia não há jogos fáceis, acabaram há muito tempo. Este é de uma competição diferente, frente a uma equipa de uma divisão diferente, mas que está supermotivada e que, depois do que aconteceu em Alverca, acredita que pode ser feliz”, disse.

Para contrariar o adversário, os jogadores do Sporting de Braga têm que ser “sérios, rigorosos, determinados, concentrados e humildes”. “Temos que respeitar este adversário”, frisou.

Sá Pinto elogiou o Leça, que está em segundo lugar na sua série, dizendo esperar uma equipa “que vai procurar defender bem e explorar um ou outro erro” do Braga.

“É uma equipa com bons jogadores e que até tem internacionais, como o Pecks, por Cabo Verde, e que há até pouco tempo atuava na I Liga, e tem outros jogadores com experiência, como Nelsinho, Van Zeller, tem ainda o Prazeres e o Adilson, que é muito rápido. Temos que estar concentrados porque é uma equipa que não vai parar de acreditar até construirmos um resultado que nos permita ter uma vitória segura”, disse.

Ricardo Sá Pinto disse que o estado do relvado, aliado às más condições climatéricas previstas para sábado (chuva), o preocupam, mas frisou que a equipa tem que saber “contornar” essas circunstâncias.

O treinador revelou ainda que, “provavelmente”, vai fazer algumas alterações no ‘onze’, lembrando “o ciclo muito exigente de sete jogos em 21 dias” que se avizinha.

“Todos vão ser precisos e todos são importantes, os que jogam mais e os que jogam menos. Se calhar, não posso ser justo com todos, mas peço-lhes que não deixem de trabalhar e acreditar que podem ser úteis, num ciclo destes é fundamental que todos possam estar disponíveis para ajudar”, disse.

Tiago Sá, Wallace, Raul Silva já estão aptos e o único lesionado do plantel bracarense é o defesa central Tormena.

O jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal está marcado para as 20:45 de sábado, no Estádio do Leça, em Leça da Palmeira, Matosinhos.

Continuar a ler

Futebol

Sá Pinto lamenta morte do “grande Rui Jordão”

“Uma referência”

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O treinador do Sporting Clube (SC) de Braga, Ricardo Sá Pinto, lamentou esta sexta-feira a morte do antigo futebolista internacional português Rui Jordão, “uma referência” para o também ex-jogador.

Antes de qualquer pergunta sobre o jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal, diante do Leça, no sábado, Sá Pinto fez questão de “enviar as condolências à família do grande Rui Jordão”, que morreu hoje, aos 67 anos.

“[Jordão era] Uma referência para mim, uma pessoa afável e serena, simpática. Encontrávamo-nos esporadicamente, porque ele afastou-se um pouco do futebol, eu gosto imenso de arte e pintura, ele pintava, falávamos um pouco sobre isso e foi com grande tristeza que recebi esta notícia”, afirmou.

Natural de Benguela, Jordão destacou-se no Benfica, clube no qual iniciou a carreira, em 1971/72, e no Sporting, tendo disputado 43 jogos pela seleção portuguesa e marcado 15 golos, dois dos quais no Europeu de 1984, no qual Portugal foi eliminado nas meias-finais.

Jordão, que jogou também no Saragoça e no Vitória de Setúbal, onde terminou a carreira, em 1988/89, foi melhor marcador do campeonato português nas épocas 1975/76 e 1979/80, tendo conquistado seis títulos de campeão nacional, três Taças de Portugal e uma Supertaça portuguesa.

Sá Pinto enviou ainda “um forte abraço” ao também antigo avançado internacional e atual diretor de scouting do FC Porto, Fernando Gomes, que “atravessa um período difícil de saúde”.

“É uma das grandes referências do futebol português e o meu ídolo, desejo uma rápida recuperação”, disse.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares