Seguir o O MINHO

Braga

Gangue assalta pastelaria em Vila Verde

Crime

em

Uma pastelaria em Vila Verde foi assaltada na madrugada desta quarta-feira. As imagens de videovigilância mostram um grupo de cinco indivíduos encapuzados a entrar no estabelecimento, após arrombarem a porta de entrada, e à procura de valores para levar.


Em declarações a O MINHO, o dono da pastelaria Frei Doce, Nuno Mota, refere que os ladrões acabaram por não conseguir levar nada, pelo que “o prejuízo maior foi a porta” que ficou destruída.

“Não levaram nada, porque tirámos sempre tudo à noite, ao fazer o fecho não deixamos ficar nem trocos”, explica o proprietário da pastelaria localizada em Freiriz.

Foto: Nuno Mota

Foto: Nuno Mota

Foto: Nuno Mota

Foto: Nuno Mota

Foto: Nuno Mota

Para Nuno Mota, o grupo procurava as caixas de pagamento automáticas que existem em muitos estabelecimentos.

“Pelo que a gente se apercebe ao ver as imagens, era o que eles iam à procura, mas nós não temos dessas máquinas”, explica.

O assalto ativou o alarme. A GNR “apareceu logo, muito rapidamente”, mas já os assaltantes se tinha colocado em fuga.

O estabelecimento já foi assaltado outras vezes, mas nos últimos quatro anos é a primeira.

Anúncio

Braga

“Braga ficará a 35 minutos de Vigo”

Pedro Nuno Santos

em

Foto: Facebook de Pedro Nuno Santos

O Governo apresentou esta quinta-feira o Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030, no qual está prevista uma nova linha ferroviária entre o Porto e Vigo, com paragem em Braga, que permitirá fazer a viagem numa hora. “Só com Braga-Vigo conseguimos tirar uma hora. Braga ficará a 35 minutos de Vigo”, salientou Pedro Nuno Santos.

Entre o plano de investimentos, conta-se, também, uma nova linha de alta velocidade entre Porto e Lisboa para ligar as duas cidades em 01:15. “É uma linha cara. Por isso temos de planear com razoabilidade e o primeiro troço será Porto/ Soure. Assim podemos aproveitar o investimento no primeiro troço ainda antes de ter a linha toda pronta”, refere o ministro.

Vem aí uma linha de alta velocidade entre Porto e Vigo com passagem em Braga

A nova linha de alta velocidade, com um custo estimado de 4,5 mil milhões de euros, permitiria reduzir a viagem de 2h50 para 1h15. “São ganhos extraordinários e só tornam mais difícil compreender como perdemos tanto tempo”, frisou Pedro Nuno Santos.

O ministro considera que o Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 trata-se de “um instrumento fundamental no planeamento da aplicação dos próximos dois quadros de fundos europeus, definindo um conjunto de investimentos em equipamentos e Infraestruturas nas áreas de Transportes, Ambiente, Energia e Regadio para a década de 2021 a 2030”.

“O facto de ser um documento que partiu de um consenso com os diversos partidos permite-nos acreditar que problemas do passado deixam de existir. Acredito que diferentes partidos, governos e ministros possam comprometer-se com estes investimentos públicos”, acrescentou o governante, anunciando outros projetos como a eletrificação a 100% da nossa rede até 2030, aumento da capacidade nas áreas metropolitanas, compra de 129 novos comboios.

Na rodovia, o ministro salienta a conclusão do IP8 Sines-Beja e as ligações às áreas empresariais; e nos Portos, a construção de novos terminais e expansão de terminais existentes, melhoria dos acessos marítimos.

Continuar a ler

Braga

Festival Semibreve acontece no fim de semana em Braga “à prova de pandemia”

Cultura

em

Foto: DR

O Festival Semibreve, em Braga, dedicado à música eletrónica e arte sonora, marcado para o próximo fim de semana, tem uma programação “à prova de pandemia”, com obras sonoras, performances e debates apenas ‘online’.

“Seria praticamente impossível fazer o Semibreve na mesma lógica [das edições anteriores], pelo que optámos por uma reorganização total do programa, que foi desenhado do zero”, explicou à Lusa o diretor artístico do festival, Luís Fernandes.

O que estava preparado para este ano foi adiado para outubro de 2021, tendo sido feito um programa “que parte da ideia de reclusão, de confinamento”, tendo o Mosteiro de Tibães como “elemento central” onde estarão colocadas obras sonoras e onde foram gravadas performances dos artistas convidados.

Luís Fernandes explica que o festival encomendou obras sonoras inéditas a sete artistas, entre os quais Jim O’Rourke, Beatriz Ferreyra, Ana da Silva e Tyondai Braxton, que estarão instaladas no mosteiro e virtualmente acessíveis em ‘streaming’ no ‘site’ do Semibreve.

Também ‘online’ serão exibidas, apenas nos dois dias do festival, performances previamente gravadas de cinco artistas convidados pelo Semibreve, fruto de residências artísticas em Braga: Pedro Maia, Klara Lewis, Laurel Halo, Nik Void e Oliver Coates.

“Não tivemos nenhuma recusa de nenhum dos artistas convidados. Percebemos que houve um apreço pelo facto de não termos desistido do festival e um fascínio imediato pelo contexto do mosteiro”, explicou Luís Fernandes.

O Semibreve contará ainda com um programa de conversas que versam sobre a criação contemporânea nas áreas da música eletrónica, experimental e arte sonora.

Os artistas Chris Watson e David Toop, os curadores Nuno Crespo e Margarida Mendes, a investigadora Raquel Castro e o programador Pedro Santos são alguns dos convidados destas conversas.

Apesar de a programação se focar no ‘online’, Luís Fernandes explicou que as obras de arte sonora estarão dispersas pelos espaços do mosteiro e que poderão ser visitáveis no fim de semana, para quem comprar bilhete para visitar aquele edifício.

Continuar a ler

Braga

Vila Verde investe 150 mil euros em campo de futebol

Obras públicas

em

Foto: Divulgação / CM Vila Verde

A câmara de Vila Verde vai investir 150 mil euros na requalificação do campo de futebol de Turiz para “melhoria das condições da prática de desporto”, através da colocação de piso de relva sintética, anunciou hoje a autarquia.

Na página oficial da rede social Facebook, aquela autarquia do distrito de Braga explica que o arrelvamento do campo de jogos existente “representa um importante impulso na criação de condições para que a população local, especialmente os mais jovens, possam ocupar os seus tempos livres de uma forma salutar”.

Segundo a autarquia, com esta obra a freguesia de Turiz “passa a contar com um equipamento desportivo renovado e adaptado às modernas exigências de uma prática desportiva potenciadora do bem-estar da população”.

“A aposta na melhoria dos equipamentos desportivos e a criação de cada vez melhores condições para que um número crescente de pessoas enverede por estilos de vida saudáveis, combatendo o sedentarismo com a regular prática de exercício físico, se reveste da maior importância para a elevação dos índices de qualidade de vida da população local”, refere no texto o presidente da autarquia António Vilela.

Continuar a ler

Populares