Fisco faz buscas no SC Braga em operação anti-fraude

Operação anti-fraude

A Autoridade Tributária e Aduaneira está a levar em curso uma megaoperação anti-fraude nos maiores clubes de futebol da I Liga, ao longo desta quarta-feira, entre os quais a do SC Braga.

Em causa estão indícios do crime de fraude fiscal e lavagem de dinheiro que incluem suspeitas sobre advogados e agentes, incluindo Jorge Mendes.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou a realização de buscas em diversas sociedades de clubes de futebol, dirigentes, escritórios de advogados e agentes intermediários, no âmbito da operação ‘Fora de Jogo’.

“No âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e cuja investigação está a cargo da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), estão em curso 76 buscas, inclusive, domiciliárias, designadamente, em diversos clubes de futebol, respetivas sociedades e dirigentes, escritórios de advogados e agentes intermediários”, refere a PGR, em comunicado.

Segundo a mesma fonte, que não especifica quais as sociedades desportivas que estão a ser investigadas, em causa estão “factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais”.

O comunicado refere que estão a ser investigados “os negócios do futebol profissional, realizados a partir do ano de 2015”, nos quais terá sido evitado o pagamento das prestações tributárias devidas ao Estado “através da ocultação ou alteração de valores e outros atos inerentes a esses negócios”.

A PGR indica que as diligências estão a ser efetuadas em todo o país por nove magistrados do DCIAP, sete magistrados judiciais, 101 inspetores tributários e 181 militares da Unidade de Ação Fiscal da GNR.

A AT também emitiu um comunicado sobre a operação ‘Fora de Jogo’, no qual especifica que os negócios que estão a ser investigados “terão visado obstaculizar a identificação dos reais beneficiários finais dos rendimentos subtraindo-os, por estas vias, ao cumprimento das obrigações declarativas e subsequente tributação devida em Portugal”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Operação Marquês: Sócrates é ouvido hoje antes do início do debate instrutório

Próximo Artigo

Custódio deixa juvenis e é o novo técnico do SC Braga

Artigos Relacionados
x