Seguir o O MINHO

Ave

Feira do Fumeiro em Vieira do Minho estima negócios entre 300 e 400 mil euros

em

Vieira do Minho vai acolher, de 29 a 31 de janeiro, a 10.ª edição da Feira do Fumeiro, um certame que deverá gerar um volume de vendas entre 300 a 400 mil euros, informou esta quinta-feira o presidente da câmara.

António Cardoso disse que a feira comportará 30 expositores de fumeiro, 19 dos quais de Vieira do Minho, sendo os restantes de Montalegre (sete) e de Cabeceiras de Basto (quatro).

Haverá ainda mais três expositores de vinhos verdes, de queijo e de porco bísaro.

“Estamos a contar com cerca de 20 mil visitantes”, acrescentou o autarca, sublinhando que, a seguir à Feira da Ladra, este é o certame mais importante realizado no concelho.

A Feira do Fumeiro destina-se a pequenos produtores, que não podem exceder as duas toneladas de produção anual.

Como sublinhou António Cardoso, os produtos ali à venda são “100% caseiros”, o que lhes confere “aquele sabor especial”.

“O fumeiro é já um complemento muito importante para muitas famílias comporem o seu orçamento”, adiantou.

Em média, cada quilo de fumeiro vendido na feira custará 15 euros, um preço já consensualizado entre os expositores e a câmara, responsável pela organização.

“Se cada produtor vender as duas toneladas que pode produzir, isso significaria um apuro de 30 mil euros”, destacou.

Feira do Fumeiro vieira do minho cartaz

A feira decorrerá em pavilhões instalados na praça em frente aos Paços dos Concelho, pagando cada expositor 100 euros pela sua participação no certame.

De acordo com António Cardoso, essa verba é utilizada pela câmara para a oferta de batas, bonés e sacos uniformizados a todos os expositores.

Populares