Seguir o O MINHO

Ave

Famalicão encerra cemitério municipal no Dia de Todos os Santos

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

O cemitério municipal de Famalicão vai encerrar nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a autarquia.


A decisão foi tomada na sequência da reunião da Comissão Distrital da Proteção Civil de Braga, que se realizou esta quarta-feira.

A Câmara de Famalicão realça que a medida tem como objetivo evitar aglomerados de pessoas no mesmo espaço, salvaguardando a saúde pública, numa altura em que os casos de infeção por covid-19 estão a crescer de forma exponencial no país.

“Depois de consultada a Comissão Distrital da Proteção Civil e os vários serviços municipais que dão apoio nesta área considerou-se que não seria possível assegurar as normas de segurança emitidas pela DGS nem no interior, nem nas zonas envolventes do cemitério, pelo que se decidiu pelo seu encerramento naqueles dois dias em que, tradicionalmente, as pessoas se deslocam aos cemitérios”, explica o presidente da Câmara, Paulo Cunha, citado em comunicado.

Para minimizar as consequências da medida e possibilitar o acesso das pessoas, a Câmara Municipal vai prolongar o horário de abertura de verão do Cemitério Municipal até ao dia 8 de novembro, o que significa que pode ser visitado diariamente (com exceção dos dias 31 de outubro e 1 de novembro) entre as 07:00 e as 20:00.

O acesso e a frequência ao espaço estão condicionados à observância das regras de proteção social emanadas pela Direção Geral de Saúde sendo obrigatório o uso de máscara, a desinfeção das mãos e o cumprimento do distanciamento social.

A autarquia afirma que está a recomendar os presidentes das juntas de freguesia do concelho a adotarem a mesma medida nos cemitérios locais.

Anúncio

Guimarães

Casal dorme na rua à porta do hospital de Guimarães e recusa ajuda da Segurança Social

Ação social

em

Foto: Redes sociais

Uma fotografia de um casal a dormir num banco público à porta do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, circulou através das redes sociais, motivando preocupação dos utilizadores perante tal cenário em dia de chuva.

De acordo com informação divulgada pelo Guimarães Digital, do Grupo Santiago, o casal, na casa dos 30 anos, tem assegurado alimentação na cantina social do Lar de Santa Estefânia, mas recusa ser colocado transitoriamente num centro de acolhimento da Segurança Social.

Diz a mesma fonte que o par tem sido alojado em pensões pagas pela Segurança Social e que tem perdido o direito ao Rendimento Social de Inserção por não cumprir regras estabelecidas para o efeito. O casal terá, também, recusado a ajuda social da Câmara de Guimarães.

A Polícia Municipal acabou por referenciar ambos, na última madrugada, quando dormiam na rua. Os serviços da Ação Social da autarquia estão a tentar encontrar solução para que o casal não volte a pernoitar ao ‘relento’.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães aposta no reforço da aprendizagem do francês

Projeto apresentado pela Embaixadora da França em Portugal

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Câmara de Guimarães pretende reforçar a aprendizagem da língua francesa entre os jovens do concelho, anunciou hoje o município.

Em comunicado, a autarquia sublinha que o objetivo está patente no projeto que foi apresentado pela Embaixadora da França em Portugal à Câmara Municipal de Guimarães.

Do projeto, destaca-se a divulgação da língua francesa para alunos do 1.º ciclo, com a ajuda da Alliance Française.

Continuar a ler

Ave

Famalicão lança cabazes com produtos locais sugeridos para prendas de natal

Para promover economia local

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A Câmara de Famalicão lançou um projeto de valorização e promoção dos produtos locais, que resultou em quatro cabazes sugeridos para prendas de Natal, anunciou hoje o município.

Os quatro cabazes – Sabores Doces, Sabores Clássicos, Sabores Ancestrais e Sabores Tradicionais – podem ser adquiridos a partir de sexta-feira em 15 pontos de venda – três supermercados do concelho, oito espaços de comércio local e quatro espaços de venda de produtores locais, sendo que ao projeto já estão associados 80 produtos de 30 produtores locais.

Podem também ser encomendados através dos números 926984666 e 252111884 ou do email [email protected]

O vinho verde da região, os enchidos, as compotas em bisnaga da Meia Dúzia e os queijos do Senras Dairy são alguns dos produtos comercializados nos cabazes e que contam com a chancela “Selo Made IN Famalicão – Produto que é Nosso”.

Continuar a ler

Populares