Seguir o O MINHO

Cávado

Esposende aprova plano contra incêndios

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta de Esposende aprovou o Plano Operacional Municipal (POM) para 2021, que pretende “agilizar procedimentos de atuação e mobilização de recursos”, visando proteger o território de incêndios rurais, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado enviado à Lusa, a câmara refere que o POM tem também por objetivo “clarificar o papel e a responsabilidade de cada interveniente” na proteção do território.

Com a aprovação daquele plano, a Comissão Municipal de Defesa da Floresta de Esposende está “apta a integrar o Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios (SNDFCI)”, acrescenta.

O POM tem como “objetivos principais a avaliação da vulnerabilidade do território e a prevenção de incêndios rurais, bem como a otimização dos meios e dispositivos operacionais de Defesa da Floresta Conta Incêndios (DFCI) existentes”.

Aquele plano, explica, “traduz o esforço conjunto de várias entidades” e a sua execução “visa otimizar as ações de vigilância, primeira intervenção, combate, rescaldo e vigilância pós-incêndio, com vista a uma resposta rápida, eficaz e coordenada face a eventuais ocorrências”.

Deste modo, “pretende-se garantir a segurança de pessoas e bens, proteger o património natural existente”.

A autarquia apela aos proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes com edificações, para procederem à limpeza de matos e vegetação numa faixa de 50 metros, lembrando que o prazo para o efeito termina a 15 de maio.

Populares