Seguir o O MINHO

Região

Distritos de Viana e Braga sob aviso laranja devido à agitação marítima

em

Foto: DR

Sete distritos de Portugal continental e a Madeira vão estar sob aviso laranja na quarta e na quinta-feira devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa e a Madeira vão estar sob aviso laranja entre as 12:00 de quarta-feira e as 12:00 de quinta-feira devido à previsão de ondas de noroeste com 05 a 07 metros, podendo atingir os 09/11 metros de altura máxima.

Entretanto, toda a costa portuguesa e a Madeira vai estar a partir das 18:00 de terça-feira e até às 12:00 de quarta-feira sob aviso amarelo por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas com 04 a 05 metros.

O aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, indica uma situação meteorológica de risco moderado a elevado. O aviso amarelo é emitido sempre que há situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

De acordo com informação disponível na página da Marinha Portuguesa, estão esta terça-feira fechadas à navegação as barras marítimas de Caminha, Esposende, Vila Praia de Âncora e Ericeira enquanto as barras de Póvoa de Varzim, Vila do Conde e São Martinho do Porto estão condicionadas.

Devido à agitação marítima, a Autoridade Marítima e a Marinha recomendaram, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, o eventual regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução, bem como outras informações das capitanias dos portos sobre as condições de acesso aos portos, evitando sair para o mar até que as condições melhorem.

Em comunicado, a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha aconselhou “a população em geral que até ao final de sexta-feira se abstenham da prática de passeios junto à costa e nas praias, bem como da prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima, sendo essencial que assumam uma postura preventiva não se expondo desnecessariamente ao risco”.

É também recomendado aos pescadores lúdicos de pesca à cana para que assumam extrema cautela, evitando pescar junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do Norte e Centro do continente céu muito nublado ou encoberto, períodos de chuva fraca ou chuvisco, mais frequentes no litoral e até meio da tarde, vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando temporariamente moderado nas terras altas, neblina ou nevoeiro, subida da temperatura mínima, que será acentuada em alguns locais, e pequena subida da máxima.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, com boas abertas a partir do meio da tarde, apresentando-se geralmente pouco nublado no Algarve, vento em geral fraco do quadrante norte, tornando-se moderado a partir da tarde, possibilidade de formação de gelo ou geada em alguns locais do interior, neblina ou nevoeiro matinal e pequena subida da temperatura mínima.

Quanto às temperaturas, as mínimas vão oscilar entre 04 (na Guarda) e 10 graus (no Porto) e as máximas entre 10 (na Guarda) e os 20 graus (em Faro).

Anúncio

Braga

Braga considerada uma boa cidade para viver por 97% dos habitantes

Estudo da Comissão Europeia

em

Foto: DR / Arquivo

De acordo com um estudo realizado pela Comissão Europeia sobre a qualidade de vida nas cidades europeias, 97% das pessoas que residem no concelho consideram Braga um bom local para se viver, estando, assim, entre as melhores das 83 abrangidas, e 56% afirmaram que a qualidade de vida aumentou nos últimos cinco anos, anunciou hoje a autarquia.

Das 83 cidades da União Europeia, EFTA, Reino Unido, Balcãs Ocidentais e Turquia estudadas, o sentimento de satisfação médio está entre os 87% e os 91%. A avaliação do relatório foi efetuada tendo como base a realização de 58,100 entrevistas e a análise de 22 critérios que têm como foco a qualidade de vida e a satisfação com diversos aspectos da vida urbana, como empregos, segurança, transporte público cuidados de saúde, acesso à habitação e poluição.

Braga integrou o grupo das 17 cidades estudadas abaixo dos 250 mil habitantes. Relativamente à segurança, 85% dos inquiridos afirmaram sentir-se seguros a caminhar à noite sozinhos. Braga é também considerado por 94% como uma cidade amiga dos idosos, por 95% como uma boa cidade no acolhimento dos imigrantes e por mais de 83% como uma cidade onde não existe descriminação com base na orientação sexual.

Para jovens casais com filhos, 98% considerou que Braga dispõe de boas condições para os mesmos e 78% dos entrevistados mostraram-se satisfeitos com os equipamentos culturais da cidade.

O estudo pode ser consultado aqui.

Continuar a ler

Alto Minho

Arcos de Valdevez cria centro de BTT e caminhadas em Soajo

Investimento de 45 mil euros

em

Foto: Ilustrativa / DR

A Câmara de Arcos de Valdevez vai criar um Centro de BTT & Caminhadas, em Soajo, num investimento de mais de 45 mil euros, “para melhorar a experiência turística e promover o espaço rural”, foi hoje divulgado.

Em comunicado enviado às redações, a autarquia acrescentou que a empreitada “Centro de BTT em Soajo – Alteração e Ampliação de Edifício”, inserida no projeto “Aldeias do Alto Minho – Walking & Cycling”, da CIM Alto Minho, foi consignada na última semana.

O novo centro, orçado em 45.420,10 euros, inserido no Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), “terá uma instalação de apoio, para que os praticantes da modalidade possam usufruir de alguns equipamentos, como instalações sanitárias e balneários, equipamentos de lavagem de bicicletas, estação de reparação de bicicletas e zona de estacionamento”.

A operação “Aldeias do Alto Minho – Walking & Cycling”, é cofinanciada pelo Turismo de Portugal, com um investimento elegível de 80.000,00 euros e comparticipação de 72.000,00 euros.

Continuar a ler

Alto Minho

Arcos de Valdevez retoma plano municipal sénior de atividade física

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Arcos de Valdevez informou hoje estar a relançar o Plano Municipal Sénior, com a promoção de sessões de ginástica geriátrica dirigida a grupos organizados em diversos locais do concelho.

Em comunicado, aquela autarquia explicou que a atividade, “que se realiza semanalmente com o apoio de um professor de educação física, foi interrompida”, devido à pandemia de covid-19.

“Neste momento, depois de reunidas todas as condições de segurança, de acordo com as orientações de Direção Geral de Saúde, o município está em condições de reiniciar esta atividade, abrangendo um total de cerca de 100 idosos, distribuídos por 10 grupos”, especifica a nota.

Continuar a ler

Populares