Seguir o O MINHO

Ave

Dinamarqueses abrem fábrica de meias em Famalicão e criam 130 empregos

Comfysocks

em

Foto: DR

A empresa dinamarquesa Comfysocks abriu uma fábrica de produção de meias em Famalicão que opera desde junho com 115 funcionários e estima chegar ao final do ano com 130.

Os dinamarqueses trocaram a produção na Lituânia por Portugal. “Depois de cerca de 16 anos de produção na Lituânia, e devido sobretudo à falta de mão de obra qualificada local, começaram a olhar para outros mercados, como a Bulgária, a Ucrânia ou a Roménia, para deslocalizar a sua fábrica, e escolheram o nosso país”, contou ao Jornal de Negócios, o diretor-geral da Comfysocks Portugal, Filipe Pereira.

A fábrica lituana fechou há cerca de um ano e após um ‘falso tiro de partida’ em Portugal, “onde começou por estabelecer uma mal sucedida parceria com uma empresa de Barcelos”, a Comfysocks instalou-se em Famalicão.

A empresa arrendou em Famalicão um complexo de quatro pavilhões industriais interligados, numa área de 4.500 metros quadrados, onde está a laborar a 100% desde 1 de junho.

Ao Jornal de Negócios, Filipe Pereira, de 44 anos, garante que, num investimento de 2,2 milhões, para o biénio 2021/2022, cerca de 40 dos 156 teares de meias da fábrica famalicense “foram já adquiridos em Portugal”, tendo os restantes sido deslocalizados da anterior unidade fabril”.

A empresa emprega atualmente 115 pessoas e prevê chegar às 130 até ao final deste ano.

Segundo aquele responsável, a produção anunal é estimada “em cerca de quatro milhões de pares de meias” e a faturação – que é 100% para exportação – deverá rondar os “seis milhões de euros”.

A Comfysocks produz meias de desporto para ciclismo, fitness, ski e desportos indoor, meias e acessórios de compressão e meias de trabalho com logótipos personalizados, entre outros.

Populares