Seguir o O MINHO

Ave

Detido por explorar máquina de jogo ilegal em Cabeceiras de Basto

Pessoas que estavam a jogar foram identificadas e constituídas arguidas

em

Foto: GNR

Um homem de 38 anos foi detido pela prática de jogo ilegal, no concelho de Cabeceiras de Basto, na passada terça-feira, anunciou hoje fonte do Comando Distrital de Braga da GNR.

Em comunicado enviado a O MINHO, aquela força de segurança indica que os militares da GNR de Fafe “detetaram máquinas de jogo ilegal num estabelecimento, tendo detido o explorador do espaço e constituído arguidos o homem e a mulher [de 54 e 56 anos] que estavam a jogar no momento da fiscalização”.

Da fiscalização efetuada a estabelecimentos comerciais, que visava o combate ao jogo de fortuna e/ou azar, resultou a apreensão de duas máquinas de jogo de fortuna e/ou azar, uma máquina de extração de bolas e 248 euros em numerário.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Cabeceiras de Basto.

“Os jogos de fortuna ou azar são aqueles cujo resultado assenta exclusiva ou fundamentalmente na sorte, sendo a sua exploração e prática apenas permitidas nos casinos e em locais devidamente autorizados e licenciados”, esclarece a GNR.

Anúncio

Guimarães

GNR apreende mais de 1.400 doses de droga em Guimarães

Sete detidos

em

Foto: Divulgação / GNR

A GNR deteve esta terça-feira, em Guimarães, sete homens suspeitos de tráfico de estupefacientes e apreendeu mais de 1.400 doses de haxixe, canábis e cocaína, anunciou aquela força.

Em comunicado, a GNR acrescenta que a investigação decorria há cerca de seis meses, tendo os militares apurado que os suspeitos “compravam grandes lotes de droga, acondicionavam-na em pequenas doses e vendiam-na posteriormente aos consumidores”.

Hoje, na sequência das diligências, a GNR deu cumprimento a sete mandados de detenção e a 11 mandados de busca domiciliária, que culminaram com a detenção dos suspeitos.

Na operação, foram apreendidas 600 doses de haxixe, 331 doses de canábis e 487 doses de cocaína, além de um veículo, três pistolas, 34 munições, 17 telemóveis e 72 mil euros.

Os suspeitos, com idades entre os 22 e os 36 anos, permanecerão detidos nas instalações da GNR até serem presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Guimarães, para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães: Centro de S. José inaugura novas instalações para ajudar situações familiar complexas

Centro Juvenil de São José

em

Foto: DR / Arquivo

O Centro Juvenil de São José, em Guimarães, inaugurou, esta terça-feira, novas instalações para prestar “serviço especializado” vocacionado para a “prevenção e reparação” de situações familiares “complexas” através do “desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais”

A associação, que conta com 104 anos de existência, presta já apoio a cerca de 70 famílias através do Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP), sendo que com as instalações hoje inauguradas a instituição fica com capacidade de ajuda para 80 famílias.

A CAFAP, resumiu, no discurso que assinalou a inauguração das novas instalações, o presidente do Conselho de Administração do Centro Juvenil de S. José, Fernando José Duarte Xavier, “presta um serviço de apoio especializado às famílias com crianças e jovens, vocacionado para a prevenção e reparação de situações de risco psicossocial, mediante o desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais das famílias”.

Em declarações à Lusa, o diretor executivo da instituição, Tiago Borges, apontou que a valência presta ajuda em três modalidades: “Preservação familiar, reunificação familiar e ponto de encontro familiar”, enumerou.

Segundo este responsável, “na modalidade de preservação familiar, a CAFAP ajuda no desenvolvimento de capacidades de parentalidade, estabelecimento de laços, limites, entre outras competências, já na modalidade de reunificação familiar o trabalho é feito para ajudar a curar feridas, são famílias muito sofridas que passaram por separação das suas crianças, é preciso uma restruturação e adaptação a uma nova realidade e no ponto de encontro funcionamos como lugar neutro para pais visitarem os filhos quando o tribunal indica que tem que haver um acompanhamento nessas visitas”.

A funcionar há um ano, o balanço que o responsável faz do trabalho da CAFAP de Guimarães é “muito positivo”.

“A aceitação da nossa ajuda é grande e a procura surpreendente, também. Ao contrário do que se possa pensar, grande parte das famílias que aqui ajudamos são de uma classe média alta e relativamente jovens, na casa dos 30 mas numa situação familiar muito complexa”, apontou.

As famílias chegam à instituição, explicou, “através de indicação da Segurança Social, do Tribunal escolas, hospitais, centros de saúde, havendo entre a instituição e todos estas entidades uma grande colaboração”.

A instituição tem ainda em funcionamento uma creche, desde 2012 e uma casa de acolhimento, desde 1915.

As novas instalações foram financiadas por dois prémios ganhos pela instituição, o Prémio BPI “la Caixa” – Infância 2019, Família em Foco, de 40 mil euros e pelo Prémio Valor Social 2019 – Fundación CEPSA, 12 mil euros.

Continuar a ler

Guimarães

Nova concorrente da ‘Uber’ começa a operar em Guimarães

Bolt expande-se para a zona Norte

em

Foto: Divulgação / Bolt

A Bolt alargou a sua atuação no norte do país, passando também a fazer viagens em Guimarães (e Aveiro), foi hoje anunciado em comunicado.

“Temos recebido um ótimo feedback dos nossos utilizadores na cidade do Porto e Braga e, visto que o seu desejo é poderem viajar com a Bolt em cada vez mais cidades que rodeiam os principais centros urbanos, torna-se natural para nós que seja este o caminho a seguir”, sublinhou o responsável pela Bolt em Portugal, David Ferreira da Silva.

Este ano, a empresa também expandiu a sua operação na zona Centro, além de Lisboa, ao Estoril, Cascais, Ericeira, Setúbal e Alverca do Ribatejo.

Continuar a ler

Populares