Seguir o O MINHO

Ave

Desvio de trânsito na Rua da Madre de Deus (Azurém) por um período de duas semanas

em

Condicionamento rodoviário entre a Rua Moura Machado e a Rua da Calçada Padre José Fernandes Ribeiro em vigor até meados de setembro. Desvio de trânsito insere-se no plano de intervenção que está a ser executado na zona nascente da cidade.

O trânsito na Rua da Nossa Senhora da Madre de Deus (EN 2017-4), entre a Rua Moura Machado e a Rua da Calçada Padre José Fernandes Ribeiro, em Azurém, está interrompido por um período de duas semanas, no âmbito da execução de trabalhos da empreitada “Reperfilamento e Beneficiação da Rua de São Torcato e Implantação de Placa Giratória da Volta do Pedroso”, que a Câmara Municipal de Guimarães está a realizar na entrada nascente da cidade.

O desvio de trânsito será realizado a partir da rua 24 de Junho e Rua Moura Machado. Os trabalhos estão devidamente sinalizados e delimitados de acordo com o plano de sinalização previamente aprovado pela Coordenação de Segurança da obra. O Município de Guimarães deu início, no dia 01 de junho, à empreitada de reperfilamento, beneficiação e alteração viária que será desenvolvida na Zona Nascente do Campus de Azurém da Universidade do Minho, perto das residências universitárias, também de acesso ao Campo de São Mamede e Castelo de Guimarães.

A obra surge da necessidade de resolução de um importante acesso à cidade, mais concretamente na Rua São Torcato e Rua Nossa Senhora Madre de Deus. A profunda intervenção inclui uma alteração da rede viária, através do reperfilamento da Rua São Torcato, entre o Campo São Mamede e a Circular Urbana, a travessa da Rua S. Torcato e a ligação viária existente entre elas, na continuação da Rua de Francos, perto da antiga Escola Secundária da Veiga, terminando com a construção de uma rotunda na popularmente denominada “Volta do Pedroso”.

Com um prazo de execução de 150 dias, a obra, que deverá estar concluída em novembro deste ano, contempla uma intervenção num troço viário existente na continuação da EN 207-4, estrangulado por construções antigas implantadas à face da Rua São Torcato. Atualmente, a via apresenta um intenso fluxo de trânsito nos dois sentidos, com visibilidade reduzida, num perfil que não permite circulação pedonal e que dificulta o cruzamento de dois veículos.

A intervenção tem por objetivo eliminar o problema viário existente, dotando a Rua São Torcato com apenas um sentido de trânsito, encontrando um percurso alternativo para o sentido oposto. O reordenamento urbano, proposto através da rentabilização e beneficiação de acessos já existentes, pretende valorizar todo o espaço público, requalificando-se percursos pedestres, além de serem criadas novas baías de estacionamento, bem como zonas de lazer que lhes estão associadas.

Populares