Seguir o O MINHO

Braga

Depois de 543 dias a iluminar Braga, arco-íris gigante do Picoto foi desligado

Covid-19

em

A Câmara de Braga desligou esta sexta-feira a iluminação do arco-íris gigante localizado no Monte Picoto a Sul da cidade, Foram 543 dias a tentar trazer “esperança” em melhores dias para a comunidade bracarense.

A decisão foi coincidente ao primeiro dia da “libertação total”, ou seja, a partir deste 01 de outubro em que a maior parte das medidas restritivas que sofremos ao longo do último ano e meio foram ‘levantadas’.

Disso deu conta o autarca, Ricardo Rio, através das redes sociais: “No dia que marca a entrada de Portugal na última fase de desconfinamento, Braga apaga a luz que nos iluminou no último ano e meio”.

“Se não ficou tudo bem, não é menos verdade que voltamos a encarar o presente e o futuro com o otimismo e a determinação que nos caracterizam e que nos permitiram, e permitirão, ser tudo que possamos sonhar”, escreveu o edil no Facebook.

O arco-íris foi ligado a 06 de abril de 2020. Então, fonte da autarquia disse a O MINHO que esta era uma forma de trazer um pouco de esperança ao no então concelho mais afetado pela pandemia. Na altura, registavam-se 20 óbitos  em Braga e 358 casos de infeção.

A adoção do arco-íris como movimento de esperança para pandemia nasceu em Itália, primeiro país europeu a ser severamente devastado por uma alta taxa de mortalidade que chegou aos cerca de 12% nos primeiros meses.

Populares