Denunciada orgia com jogadoras e técnicos do Famalicão

Federação recebeu queixa
Foto: DR / Arquivo

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recebeu uma denúncia acerca de uma festa sexual que envolveu jogadoras de futebol do Famalicão e elementos da equipa técnica e da estrutura do clube, conforme avança o jornal Público. De acordo com uma antiga jogadora, na época 2021/2022, houve “uma alegada orgia e práticas de cariz sexual” com pelo menos oito jogadoras num apartamento do clube, onde habitava um membro da equipa técnica.

Esta nova denúncia, que surge após as acusações de assédio sexual que envolveu o ex-treinador do Famalicão, foi exposta no Portal da Denúncia da Federação. A FPF está a investigar, tendo já interrogado jogadoras, o treinador e outras testemunhas. Aguarda-se o resultado deste inquérito para breve.

“Ao ver várias das minhas colegas de profissão denunciar práticas de assédio sexual de um treinador e diretor desportivo, mas também a conduta negligente dos dirigentes do Famalicão, que foram avisados e nada fizeram, decidi contar também por esta via o meu caso e esperar que se investigue, também, esta situação”, explicou uma antiga jogadora do Famalicão, na denúncia enviada à FPF e citada pelo jornal Público.

A antiga jogadora diz que houve “conduta negligente” por parte dos dirigente do FC Famalicão, uma vez que a direção do clube minhoto tinha sido avisada dos vários relatos de assédio denunciados por futebolistas do Rio Ave após a contratação do treinador Miguel Afonso.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Queda de muro em Barcelos deixa carrinha pendurada

Próximo Artigo

500 milhões de pessoas podem sofrer de doenças devido à inatividade física

Artigos Relacionados
x