Seguir o O MINHO

Região

Cinco freguesias do distrito de Braga apoiadas pelo Fundo Ambiental

S. Vicente, Urgezes, Castelões, Seide e Ruivães e Novais

em

Foto: Governo / Ilustrativa

O Fundo Ambiental vai apoiar projetos de economia circular de 19 freguesias do país, num montante total de 500 mil euros, anunciou hoje o Ministério do Ambiente e Ação Climática (MAAC). Entre as contempladas estão quatro autarquias do distrito de Braga: três de Famalicão, uma de Braga e outra de Guimarães.

O ministério adianta, em comunicado, que foram selecionadas 19 juntas de freguesia, em todo o país, para beneficiarem de apoios para a promoção de projetos de economia circular.

“O Aviso JUNTAr+ recebeu 48 candidaturas, todas consideradas elegíveis”, refere o MAAC, adiantando que, após avaliação dos projetos, foi constituída uma lista ordenada, tendo sido apoiadas as 19 juntas de freguesia mais bem classificadas.

Este programa do Fundo Ambiental tem por objetivo “a promoção de soluções locais de economia circular, demonstrando os benefícios económicos, sociais e ambientais associados a pequenos projetos de recolha seletiva, de reutilização de bens e equipamentos e de reparação.

Segundo o MAAC, vão ser apoiadas as juntas de freguesia de S. Vicente (Braga), de União das Freguesias de Seide (Famalicão), de Castelões (Famalicão), de Ruivães e Novais (Famalicão), de Urgezes (Guimarães), de Ega (Condeixa-a-Nova), da Misericórdia (Lisboa), de Vila do Conde, de Pardais (Vila Viçosa), de São Luís (Odemira), de Bobadela, Santa Maria da Azoia e São João da Talha (Loures), , de Ramalde (Porto), de Rio Tinto (Gondomar), ), de Matosinhos e Leça da Palmeira, de Castelo da Maia e freguesia de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo (Matosinhos).

Foram ainda selecionados os projetos da União das Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira (Águeda), da União das Freguesias de Custóias, Leça do Balio e Guifões (Matosinhos), da União das Freguesias de Aveleda e Rio de Onor (Bragança)

Populares