Seguir o O MINHO

Alto Minho

CIM do Alto Minho congratula-se com nomeação de Miguel Alves para o Governo

“Prova do reconhecimento de uma carreira profissional dedicada ao serviço público”

em

Foto: DR / Arquivo

O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho congratulou-se hoje com a nomeação do ex-presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, para secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro.

Em comunicado enviado às redações, o Conselho Intermunicipal da CIM do Alto Minho, que hoje se reuniu na sede daquela associação, em Ponte de Lima, adiantou que a “escolha de Miguel Alves para reforçar a coordenação política do atual Governo Constitucional é a prova do reconhecimento de uma carreira profissional dedicada ao serviço público, permitindo uma forte representatividade do Alto Minho no Governo”.

“Acreditamos [que a forte representatividade] será fundamental para vencer os desafios do presente e do futuro”, acrescenta a nota.

O Conselho Intermunicipal da CIM do Alto Minho desejou ainda “o maior sucesso” a Miguel Alves, “neste novo desafio que irá abraçar, com a convicção de que irá continuar o trabalho que tem vindo a desenvolver em prol do nosso território”.

Com sede instalada no edifício Villa Moraes, em Ponte de Lima, a CIM do Alto Minho foi constituída em outubro de 2008 e engloba os municípios que correspondem à Unidade Territorial Estatística de Nível (NUT) III do Minho-Lima.

Integram a associação os concelhos de Arcos de Valdevez (PSD), Caminha (PS), Paredes de Coura (PS), Ponte de Lima (CDS-PP), Valença (PS), Viana do Castelo (PS), Vila Nova de Cerveira (PS), Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS).

Na quinta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, propôs ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a nomeação do atual presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, para o cargo de secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, tendo tomado posse do cargo na sexta-feira.

Miguel Alves, natural de Lisboa e licenciado pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, é um dos dirigentes socialistas mais próximos do atual líder do executivo e a sua entrada na equipa de António Costa destina-se a reforçar a coordenação política do Governo.

Rui Lages, o vice-presidente da Câmara de Caminha, de 34 anos, vai assumir, a presidência da autarquia na quarta-feira, na reunião ordinária do executivo, após a renúncia de Miguel Alves, hoje nomeado para secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro.

A reunião camarária de Caminha está prevista para as 15:00, na biblioteca municipal.

EM FOCO

Populares