Seguir o O MINHO

Região

Cerveira insiste na “urgência” de prolongar a A28 até Valença

Autarca reuniu com deputados do PSD eleitos pelo distrito de Viana

em

Foto: Divulgação / CM Cerveira

O presidente da Câmara de Cerveira insistiu hoje na “urgência” do prolongamento da Autoestrada 28 (A28) até Valença para “aliviar” o tráfego, sobretudo, de veículos pesados, na Estrada Nacional (EN) 13.


A reivindicação de Fernando Nogueira foi reafirmada, hoje, aos deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viana do Castelo à Assembleia República.

Em comunicado, o autarca independente (Movimento independente PenCe – Pensar Cerveira), explicou que o encontro Jorge Mendes, Eduardo Teixeira e Emília Cerqueira teve como “tema central” o prolongamento da A28 para norte, troço com uma extensão de cerca de 30 quilómetros.

Os três deputados do PSD “mostraram-se sensíveis aos argumentos apresentados, comprometendo-se a pugnar por este assunto nas instâncias próprias”.

A autoestrada A28 liga o Porto a Caminha, passando por Viana do Castelo.

O troço da A28 entre a capital do Alto Minho e a freguesia de Vilar de Mouros, no concelho de Caminha, foi inaugurado em 2005 pelo então primeiro-ministro José Sócrates.

Tem uma extensão de 25 quilómetros e custou cerca de 160 milhões de euros.

Hoje, na “reunião de trabalho” com os deputados do PSD, na qual também marcou presença o presidente da Câmara de Valença, o social-democrata Manuel Lopes, Fernando Nogueira disse ter reforçado “a urgência deste prolongamento, como forma de aliviar o tráfego, especialmente de veículos pesados de mercadorias que transitam na EN13”.

Segundo o autarca, “muitos” desses veículos pesados transportam “matérias potencialmente perigosas para as pessoas e para o ambiente, revelando-se um grande constrangimento para as freguesias do concelho que são circundadas por aquela via”.

Fernando Nogueira acrescentou que, “em determinados períodos do dia e, em particular, na época de verão, é um autêntico calvário atravessar a EN13 entre Valença e o acesso da A28 em Gondarém”.

Situação que decorre do “volume de tráfego que vem desde os municípios de Melgaço, Monção e Valença, além de Espanha, através da fronteira Valença-Tui”.

Além da segurança, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira acrescentou que, “volvidos dez anos de uma beneficiação paliativa na EN13, já é visível o resultado no piso” daquela via.

Segundo o autarca, “os três deputados sociais-democratas compreenderam a preocupação, garantindo levar o assunto às entidades nacionais competentes”, tendo ainda a oportunidade de visitar o local de acesso à A28, em Gondarém.

O prolongamento da A28 para norte “é uma reivindicação de todos os municípios do Alto Minho”.

Há “vários anos” que o autarca de Vila Nova de Cerveira vem insistindo “na necessidade de recolocar esta problemática na agenda política e orçamento nacionais, tendo já a oportunidade de a apresentar aos sucessivos ministros da tutela e, ultimamente, ao governante Pedro Nuno Santos”.

Anúncio

Ave

Administradora da TMG de Famalicão eleita empresária do ano em Portugal

Empreendedorismo

em

Foto: BPI

A administradora executiva do grupo Têxtil Manuel Gonçalves (TMG), Isabel Furtado, venceu o prémio de empresária do ano atribuído na terceira edição do prémio BPI Mulher Empresária.

A empresária, para além de administrar uma das mais emblemáticas empresas têxtil do país, é ainda presidente da COTEC, uma associação que se dedica a promover a inovação e cooperação tecnológica empresarial no país.

É ainda conhecida pelo seu altruísmo e por dedicar grande parte do seu tempo a ações de voluntariado um pouco pot Dodo o mundo.

A Fundação BPI reconheceu assim Isabel Furtado na área da sustentabilidade por ter integrado a TMG Automotive na iniciativa ambiental e de cidadania da ONU, a United Nations Global Compact.

Este prémio, agora alcançado, visa distinguir o talento e excelência profissional das mulheres portuguesas, através das suas carreiras, visão estratégica, capacidade de inovação e liderança.

Continuar a ler

Braga

Cruz Vermelha de Braga está a recrutar auxiliares e enfermeiros

Oportunidade

em

Foto: CVP

A Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa está a levar a cabo uma ação de recrutamento de enfermeiros e auxiliares de serviço geral de forma a conseguir reforçar as equipas para enfrentar esta segunda vaga de covid-19.

De acordo com a administração, existem vagas para auxiliares de serviços gerais para poder ajudar profissionalmente a combater os efeitos da doença junto da população idosa em contexto residencial, ou seja, para lares.

As tarefas das novas auxiliares passam por assegurar a higienização dos espaços da instituição, mantendo o ambiente limpo e acolhedor, zelar pela conservação dos equipamentos e instalações da instituição e colaborar com as outras equipas no sentido de fazer o acompanhamento dos utentes quando necessário.

Para ingressar como auxiliar geral, a Cruz Vermelha pretende candidatos com pro-actividade e dinamismo, disponibilidade para trabalhar em turnos, disponibilidade para se deslocar no concelho, não ser detentor de doenças crónicas e ter disponibilidade imediata.

No que diz respeito aos enfermeiros, a recruta também recai para contexto de internamento, neste caso para lares de idosos (ERPI), devendo os candidatos prestar cuidados de enfermagem.

Os requisitos para ingressar nestas candidaturas passam por te licenciatura em enfermagem, inscrição na ordem dos enfermeiros, sentido de humanismo, capacidade de trabalho em equipa, cisponibilidade para trabalhar em turnos, disponibilidade para se deslocar no concelho, não ser detentor de doenças crónicas e ter disponibilidade imediata;

Os currículos devem ser enviados para o seguinte email: [email protected]

Continuar a ler

Braga

Cantor da Póvoa de Lanhoso segue em frente no The Voice

The Voice

em

Foto: RTP

Tiago Barbosa, cantor da Póvoa de Lanhoso que tem encantado no programa The Voice, da RTP, segue em frente depois de ter sido ‘salvo’ pelo júri, no passado domingo, durante uma ‘batalha’ contra outra voz apontada como possível vencedora – a de Diogo Leite.

Tiago foi escolhido por Diogo Leite para participar nesta batalha que ocorreu no domingo, algo que deixou o mentor de ambos (Diogo Piçarra) preocupado, uma vez que só poderia escolher um no final.

Apesar de ser uma batalha de eliminação, a júri Áurea acabou por repescar Tiago Barbosa, que interpretou a música House of The Rising Sun, dos The Animals.

Apesar de Diogo Piçarra ter escolhido o outro candidato, o facto de Áurea ter pressionado o botão durante a atuação de Tiago leva a que este possa participar nas batalhas ‘Tira Teims’, que ocorrem nos últimos domingos deste mês.

Continuar a ler

Populares