Centros de Saúde de reforço fizeram 52.692 consultas no Natal e no Ano Novo

Foto: DR / Arquivo

Os Centros de Saúde que estiveram de reforço durante a época festiva realizaram 52.692 consultas, das quais 25.787 no Ano Novo e 26.905 no Natal, segundo dados do Ministério da Saúde.

De acordo com dados provisórios hoje divulgados, no sábado que antecedeu o Ano Novo (30 de dezembro passado) realizaram-se 5.323 consultas, no domingo 3.918, na segunda-feira, dia 01 de janeiro, 4.404 e na terça, dia 02, 12.142, totalizando 25.787 atendimentos nas 190 unidades que estiveram em horário complementar.

No fim de semana anterior, do Natal, o total de consultas foi de 26.905, sendo divididas por 6.215 no sábado (23 de dezembro), 4.184 no domingo, 3.189 na segunda (dia de Natal) e 13.317 na terça-feira, altura em que estiveram a funcional 180 unidades. 

No passado dia 29 de dezembro, o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, anunciou que iria ser reforçado o número de Centros de Saúde com horário alargado no fim de semana e no Ano Novo com o objetivo de diminuir a afluência aos hospitais em época de doenças respiratórias.

Na altura, o ministro reiterou que antes de se dirigirem a uma urgência hospitalar, os utentes devem contactar o 112, se entenderem que é um caso de emergência, ou a Linha SNS 24. 

A tutela anunciou também, a 30 de dezembro, que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) vai passar em 2024 a estar organizado em Unidades Locais de Saúde (ULS), que integram hospitais e centros de saúde debaixo de uma única gestão, e desaparecem as Administrações Regionais de Saúde.

Desde 01 de janeiro, o país ficou inteiramente coberto por 39 ULS, numa reorganização que tem como objetivo facilitar o acesso das pessoas e a sua circulação entre os centros de saúde e os hospitais, de acordo com o MS.

As ULS também deverão reforçar a aposta na promoção da saúde e na prevenção da doença.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Pouco mais de mil alunos sem professor a pelo menos uma disciplina

Próximo Artigo

'Gamer' de Barcelos está em direto há mais de 450 horas seguidas

Artigos Relacionados
x