Seguir o O MINHO

Braga

CDU defende “forte aposta” na Educação em Braga

Eleições autárquicas 2021

em

Foto: Divulgação

À margem de uma reunião com a direcção da Associação de Pais da EB1 de Santa Tecla, esta manhã, a candidata da CDU à Câmara de Braga, Bárbara Barros, defendeu uma forte aposta na educação no concelho.

A CDU considera que está em causa “a abertura de mais um ano letivo sem as crianças poderem usufruir do recreio da escola, a aguardar intervenção municipal desde 2019. Situação que, inclusivamente, levou os pais dos alunos a encerrarem hoje de manhã o portão a cadeado e colocarem cartazes alusivos ao seu descontentamento”.

A candidata e vereadora da CDU solidarizou-se com esta exigência, “da mais elementar justiça” e sublinhou a necessidade que entende haver de “encarar a qualidade na educação como uma das principais prioridades muncipais”.

“Ao longo destes mandatos, esta maioria apenas investiu na retirada de fibro-cimento do parque escolar, quando há dezenas de escolas a precisar de intervenções de fundo que garantam qualidade e segurança às crianças”, assinalou a candidata.

Bárbara Barros criticou ainda a “arbitrariedade e desigualdade do serviço de refeições escolares no concelho e os custos acrescidos das famílias com as AAFs e CAFs nos JIs e EB1s”.

“Propomos, no programa eleitoral que apresentamos a sufrágio nestas eleições, que o serviço de refeições seja uniformizado e gerido pelo município e que as escolas do concelho garantam o acompanhamento das crianças desde o momento em que entram de manhã até que saem ao final do dia, sem encargos extra para as famílias”, vincou Bárbara Barros.

A vereadora sublinhou ainda a “urgência de devolver as AECs à gestão municipal e investir na requalificação do parque escolar”. +

Para a CDU, “esta é uma aposta essencial para garantir a qualidade de vida dos bracarenses: ter escolas devidamente equipadas, com recreios ajustados às necessidades das crianças e com assistentes operacionais suficientes”.

Bárbara Barros terminou garantindo que “esta será uma batalha” que continuará “a assumir nos próximos quatro anos, para a qual fará muita diferença reforçar a capacidade de intervenção da CDU no executivo muncipal”.

Populares