Seguir o O MINHO

Fafe

Carlos Vieira ao lado de Armindo Araújo na Hyundai com título nacional como objetivo

em

A Hyundai Portugal apresentou esta sexta-feira oficialmente Armindo Araújo e Carlos Vieira como pilotos para o campeonato nacional de ralis de 2018, com a ambição de lutar pelo título nacional.


Afastado da competição desde 2012, Armindo Araújo, tetracampeão nacional de ralis e bicampeão do mundo do agrupamento de produção, regressa para tentar recuperar o título, enquanto Carlos Vieira tentará revalidar o cetro conquistado em 2017.

“Este é um regresso com algumas premissas. Desde logo, coloquei como essencial que só voltaria com um apoio com valores de vitória, e surgiu este desafio da Hyundai”, disse Armindo Araújo, durante a apresentação, que decorreu numa unidade hoteleira em Cascais.

O piloto de Santo Tirso destacou na ocasião que partilha com a Hyundai “objetivos comuns” e tem uma “ambição muito grande”, até devido aos cinco anos de paragem.

Depois de ter conquistado quatro títulos nacionais (2003, 2004, 2005 e 2006) e dois no mundial de produção (2009 e 2010), Armindo Araújo afastou-se no final da temporada de 2012, regressando este ano à competição.

O piloto disse estar consciente das dificuldades que vai encontrar neste regresso depois de uma paragem de cinco anos, mas parte com “motivação e uma vontade de vencer” muito grandes.

Igual ambição mostrou Carlos Vieira, que se revelou orgulhoso por fazer parte da equipa Hyundai e por ter Armindo Araújo como companheiro, mas alertou que esse facto apenas aumentará a sua ambição de vencer.

“É um grande orgulho estar agora na Hyundai, ao lado do Armindo. No entanto, esse facto apenas vai aumentar a minha vontade de vencer e de defender o título conquistado no ano passado”, disse Carlos Vieira.

Durante a apresentação, Sérgio Ribeiro, diretor-executivo da marca em Portugal, manifestou a ambição da Hyundai em montar um projeto ambicioso.

“Queremos ser competitivos e ‘abanar as águas’ em Portugal. Para as escolhas que fizemos, pesou o facto de os dois pilotos que escolhemos terem sido os que mostraram uma grande vontade de correr pela Hyundai”, afirmou, acrescentando que as duas equipas terão “total independência” ao longo do campeonato, no qual a Hyundai pretende marcar presença em todas as provas.

O campeonato nacional de ralis arranca em 17 de fevereiro com o Rali de Fafe.

Anúncio

Ave

Lares em Fafe com mais de meia centena de infetados

Covid-19

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Pelo menos quatro estruturas residenciais para idosos no concelho de Fafe estão a braços com surtos de covid-19. Duas delas pertencem à Santa Casa da Misericórdia local.

Através das redes sociais, aquela instituição deu hoje conta de doze casos na ERPI Cónego Leite de Araújo – cinco utentes e sete funcionários. De acordo com a mesma fonte, todos se encontram “estáveis”.

Este lar, com 83 utentes e 120 colaboradores, já foram “devidamente testados”, aguardando-se novos resultados. A situação está a ser acompanhada pelo delegado de saúde e pela proteção civil municipal.

ERPI Cónego Leite de Araújo (Lar 1 da Santa Casa). Foto: Ivo Borges / O MINHO

Também outro lar da Misericórdia, o Lar D. Joaquina Leite Lage, em Cepães, mantém onze infeções ativas já desde o início desta semana. Hoje, a instituição atualizou as informações relativas a este lar, informando que não se registaram mais casos positivos.

“Os utentes infetados encontram-se estáveis, estando apenas uma das utentes a receber tratamento hospitalar por precaução”, escreveu a instituição nas redes sociais.

Lar D. Joaquina Leite Lage, Cepães. Foto: Ivo Borges / O MINHO

O caso que estará a gerar maior preocupação é o do Lar de Silvares São Martinho, que descobriu um surto com 29 infeções depois de um utente ter tido um episódio de urgência hospitalar onde houve a necessidade de ser testado à covid-19.

Em declarações ao jornal Notícias de Fafe, o diretor daquele centro, que pertence à paróquia, avançou que se tratam de 19 utentes e dez funcionários infetados com o coronavírus. Os restantes elementos, entre utentes e colaboradores, testaram negativo.

Lar de Silvares S. Martinho. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Assegura ainda que todos estão assintomáticos e que o lar está a funcionar com normalidade, havendo, no entanto acompanhamento por parte da Segurança Social e do Município de Fafe, para a necessidade de intervenção das ‘brigadas’ do Ministério da Saúde.

O quarto lar com covid-19 é o do Grupo Cultural e Recreativo Martim de Freitas, onde a direção não avançou números mas confirmou que existe “uma percentagem reduzida” de casos.

Lar de Freitas. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Em declarações ao jornal Notícias de Fafe, o tesoureiro Pedro Rodrigues garantiu que a situação “está controlada” e que a direção está a seguir todas as instruções da DGS.

Para além destes surtos localizados, há ainda existência de um surto na corporação de bombeiros de Fafe, com dez infetados. Também a Cruz Vermelha local registou dois casos positivos por entre os colaboradores.

O Município de Fafe é um dos 121 concelhos do país integrado na lista de risco do Governo, possuindo uma taxa de infeção por habitante acima dos 240 por cada 100 mil.

Recentemente, o presidente da Câmara, Raúl Cunha, decretou situação de emergência municipal no concelho, disponibilizando maior policiamento para cumprimento das regras impostas pelo Conselho de Ministros para mitigar avanço da covid-19.

Continuar a ler

Ave

Dez bombeiros infetados em Fafe

Covid-19

em

Corporação foi testada neste sábado. Foto: Ivo Borges / O MINHO

A corporação dos bombeiros de Fafe tem dez elementos infetados com covid-19, entre os quais o comandante Paulo Ferreira.

Depois de três casos já anunciados esta manhã, conforme noticiou O MINHO, durante os testes rápidos efetuados esta tarde foram detetados mais sete casos, elevando para uma dezena o número de covid positivos no quartel.

No total foram realizados 102 testes a elementos que trabalham ou são voluntários no quartel de Fafe.

Esta manhã, o comandante Paulo Ferreira disse a O MINHO que se encontrava com pneumonia acrescida à covid-19, o que levou a que fosse hospitalizado de urgência durante a madrugada no hospital de Guimarães.

Comandante dos bombeiros de Fafe hospitalizado de urgência com covid-19

Apesar do surto, o socorro não se encontra comprometido.

Continuar a ler

Ave

Ossadas encontradas num saco de lixo em Fafe

Golães

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Um saco com ossadas foi encontrado ontem à noite dentro de um contentor de lixo orgânico à porta do cemitério da freguesia de Golães, em Fafe. Ao que apurou O MINHO, a GNR vai identificar os alegados responsáveis.

Em declarações ao nosso jornal, o presidente da Junta de Golães explica que a empresa de recolha deu com as ossadas durante a semana e contactou a Câmara, que por sua vez participou o caso ao Ministério Público.

“Chamaram então a GNR que ontem procedeu á recolha das evidências e transferiu para o gabinete médico-legal de Guimarães para investigação”, disse o autarca.

“Só houve um funeral ao longo da última semana, portanto só poderia ter sido daquele funeral em concreto ou de quem fez o serviço”, explicou.

Hélder Freitas reforçou que a freguesia não tem coveiro. “São as funérárias que trazem o próprio coveiro para realizar os funerais”, disse.

A GNR investiga.

Continuar a ler

Populares