Braga: Patrão da DST lança seis bolsas para artistas ucranianas refugiadas

Guerra na Ucrânia
José Teixeira, presidente do Conselho de Administração da DST. Foto: O MINHO

A zet gallery, em Braga, detida pelo dstgroup, anunciou hoje que vai lançar seis bolsas para residências artísticas de um ano, num valor de 1.000 euros por mês, destinado a artistas ucranianas refugiadas.

Além da verba, as bolsas incluem alojamento gratuito, e será promovida uma exposição das obras criadas durante a residência, adiantou a galeria, em nota de imprensa.

A zet gallery compromete-se ainda a apoiar “a promoção das artistas com todos os recursos que tem à sua disposição”, e está “em contacto com uma equipa de curadores ucranianos, que ajudarão a identificar artistas no terreno e através da qual vão difundir a informação”.

O presidente do conselho de administração do dstgroup e fundador da galeria, José Teixeira, apelou à divulgação da informação, para identificar artistas que pretendem “continuar a ter na arte uma arma para forjar um novo mundo – uma arma para matar a guerra”.

“Hoje somos todas e todos feministas e estamos todas e todos com o povo ucraniano”, realçou ainda Helena Mendes Pereira, diretora geral e curadora da zet gallery.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 406 mortos e mais de 800 feridos entre a população civil e provocou a fuga de mais de dois milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Pilotos russos falham Rali Serras de Fafe por ninguém lhes vender pneus

Próximo Artigo

Continua a escalada. Gasolina deve subir mais 12 cêntimos e gasóleo 18, na segunda-feira

Artigos Relacionados
x