Seguir o O MINHO

Braga

Legislativas: Prioridades e candidatos do Bloco de Esquerda por Braga

Partido entregou listas no Tribunal

em

Fotos: Divulgação

O Bloco de Esquerda entregou, na manhã desta terça-feira, no Tribunal de Braga, a lista de candidatos e candidatas pelo circulo eleitoral de Braga às Eleições Legislativas. As suas prioridades passam pelo “combate às alterações climáticas, preservando os recursos naturais, como o Parque Natural do Litoral Norte e o Parque Nacional Peneda Gerês, a defesa dos direitos dos trabalho, com especial destaque para o plano de emergência para o setor têxtil dos vales do Ave e Cávado, e a luta pela igualdade de direitos”.

À saída, e em declarações à comunicação social, José Maria Cardoso, cabeça de lista, apontou as prioridades da candidatura, frisando que “importa ter respostas concretas para problemas objetivos”, acrescenta.

O candidato referiu ainda que o objetivo passa por “manter o deputado” eleito nas últimas eleições, reconhecendo que “mediante o contacto direto com a população durante a campanha ir-se-á aferir as possibilidades de aumentar a representação”.

A lista é composta por 12 homens e 12 mulheres, provenientes de 13 concelhos do distrito, incluindo autarcas do Bloco de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão, dirigentes de vários sindicatos e ativistas sociais pelos direitos humanos, ambientais e animais.

Foto: Esquerda.net / Divulgação

José Maria Cardoso, de Barcelos, é professor de Geografia. Dirigente do Sindicato dos Professores do Norte. Deputado na Assembleia Municipal de Barcelos. Dirigente Nacional do Bloco de Esquerda. A número dois é Alexandra Vieira, de Braga, que é professora de História, vice-presidente da Civitas Braga, dirigente do Sindicato dos Professores do Norte, deputada na Assembleia Municipal de Braga e dirigente nacional do Bloco.

O terceiro membro da lista é Sónia Ribeiro, de Guimarães, que é técnica de optometria, presidente do Sindicato do Comércio, Escritórios, e Serviços do Minho, deputada na Assembleia Municipal de Guimarães e dirigente Nacional do partido. O quarto é Miguel Martins, de Barcelos, estudante Universitário, ativista estudantil e social e coorganizador da 1ª Marcha LGBT+ de Barcelos.

O quinto é Paulo Costa, de Vila Nova de Famalicão, funcionário Judicial. deputado na Assembleia Municipal de Famalicão e dirigente Concelhio do BE.

Seguem-se, Paula Magalhães (independente), de Guimarães, Carlos Machado, da Póvoa de Lanhoso, Diana Silva, de Fafe, Fernando Bessa Ribeiro, de Braga, Ana Aradas, de Celorico de Basto, Patrícia Gonçalves (independente), de Vizela, Marco Gomes, (independente), de Cabeceiras de Basto e Raquel Azevedo, de Famalicão

O 14. º da lista é Ana Carolina Pereira, (independente), de Esposende, seguido de Nuno Costa, de Amares, Gorete Pimentel, de Vila Verde, Aurora Oliveira, (independente), de Braga, Ricardo Cerqueira, de Vila Verde, Hilário Martins, de Vieira do Minho, Manuela Airosa, de Braga, Renato Silva, de Braga, Andrea Lopes, de Guimarães, Pedro Ferreira, de Braga, e Rúben Santos, de Famalicão.

O mandatáario é Carlos Mesquita, professor do Ensino Básico, membro de associações culturaise presidente do Cineclube de Guimarães.

Anúncio

Braga

Pudim Abade de Priscos ainda pode vencer 7 maravilhas doces de Portugal

Doce tradicional de Braga

em

Foto: DR

O concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal resolveu repescar todos classificados na segunda posição de cada distrito para voltarem a concorrer à meia-final do concurso.

No distrito de Braga, o vencedor foi o Bolinhol de Vizela, por ter angariado mais votos via telefone, com o Pudim Abade de Priscos, de Braga, a classificar-se na segunda posição.

Durante esta quarta-feira, este pudim tradicional de Priscos estará a votos até às 17:30 de forma a juntar-se aos doces de Vizela como representantes do distrito nas meias-finais do concurso que elege o doce português favorito da população.

Continuar a ler

Braga

Turistas feridas com gravidade após colisão entre cavalos no Bom Jesus em Braga

Colisão entre três cavalos faz quatro feridos

em

Foto: DR

Duas turistas de nacionalidade estrangeira ficaram com ferimentos graves na sequência de uma queda quando seguiam em cima de cavalos na zona do Bom Jesus, em Braga.

Ao que O MINHO apurou junto de fonte envolvida no socorro, a situação deu-se ao início da tarde da passada segunda-feira, às portas do parque do Bom Jesus, quando um cavalo se soltou e embateu contra outros dois que seguiam com as turistas em cima.

Para além das mazelas verificadas nas cidadãs de nacionalidade estrangeira, também dois tratadores que seguiam junto às turistas acabaram com ferimentos, estes considerados ligeiros.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, uma das vítimas foi transportada para o Hospital de Braga em viatura particular enquanto as outras três foram assistidas no local.

Os passeios a cavalo são uma atração turística às portas do parque do Bom Jesus desde tempos imemoriais e uma das imagens de marca para crianças e turistas que acorrem àquele sacromonte de Braga.

Esta já não é a primeira situação de alguma aflição a ocorrer com os cavalos do Bom Jesus.

Continuar a ler

Braga

PSP impede mulher de se matar em Braga

Na rua Afonso Palmeira

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Uma Equipa de Intervenção Rápida (EIR) da PSP de Braga impediu que uma mulher de 39 anos pusesse termo à vida, esta madrugada de quarta-feira, em Braga.

A situação terá ocorrido na rua Afonso Palmeira, pouco depois das 00:00, com a mulher a tentar o suicídio numa primeira vez, acabando por ser impedida pelo companheiro.

Ao que apurámos, uma queixa de violência doméstica está na origem da deslocação das autoridades ao local. Quando estas chegaram, a mulher terá novamente tentado atirar-se de uma varanda, tendo sido impedida por elementos daquela força policial.

A vítima, que sofre de depressão e estava sob efeito de medicação, foi transportada pelo INEM ao Hospital de Braga, onde ficou sob vigilância médica.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares