Seguir o O MINHO

Guimarães

BE volta a pintar banco LGBT+ vandalizado em Guimarães. “Não passarão”

Campanha política

em

Foto: BE Guimarães

O banco de homenagem à comunidade LGBTQIA+, que havia sido pintado no domingo por militantes do Bloco de Esquerda em Guimarães, e vandalizado poucas horas depois, foi novamente repintado com as cores do arco-íris, esta terça-feira.

Numa publicação daquele partido, partilhada no Facebook, é possível ver os trabalhos de reposição da pintura inicial, bem como as palavras: “Pintura reposta! Não passarão!”.

Na segunda-feira, os bloquistas de Guimarães, através do militante Luís Lisboa, criticaram “os inúmeros comentários homofóbicos feitos a esta ação de campanha para as #Legislativas2022, acompanhados do já habitual assédio e cyberbullying”.

“O ódio e a intolerância passaram à ação e destruíram a nossa mensagem de Paz, Amor e Inclusão”, queixaram-se os bloquistas, apontando que tanto “a homofobia” como a “destruição de propaganda política são crimes punidos por lei.

“Sabemos que Guimarães é muito mais do que este grupelho homofóbico que tenta abafar a liberdade e participação política. Mas, as pessoas de Guimarães não vão largar a mão de ninguém, nem baixar os braços”, disse Luís Lisboa.

Notícia atualizada às 17h45 com correção do cargo e nome de Luís Lisboa.

Populares