Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Autarquia ajuda a adaptar escola de Moreira em residência para 17 deficientes

em

Protocolo foi assinado no dia 27 de fevereiro. Foto: DR

O Município de Ponte de Lima aprovou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Viana do Castelo, no valor de cerca de 27 mil euros, destinado a custear as despesas com a adaptação do antigo edifício da escola primária de em Moreira do Lima, em Lar Residencial para pessoas com deficiência mental.

“Estamos a dar o nosso contributo para o bem-estar dos utentes desta instituição, esperando que este contributo seja importante para que o nosso concelho seja mais justo e mais solidário”, afirmou o presidente da Câmara, Vitor Mendes, em nota divulgada pela autarquia.

Este novo lar é o 11.º do distrito e terá capacidade para 17 utentes. Ainda assim, segundo o presidente da associação, Luís Carlos Teixeira da Costa, é necessário mais, dada a procura.

“É uma necessidade urgente de mantermos em todo o distrito estas valências”, assegurou o responsável da associação, agradecendo à autarquia de Ponte de Lima “a disponibilidade e o apoio a esta instituição.”

A obra vai arrancar na próxima semana, prevendo-se que esteja concluída em julho.

Após concluído o investimento, a APPACDM compromete-se a assegurar o funcionamento da valência em causa com os fins que foram determinados, assegurando todos os custos a ela inerentes.

Populares