Seguir o O MINHO

Alto Minho

Alto Minho alerta mais novos para alterações climáticas com publicação ‘online’

Ambiente

em

Foto: ilustrativa

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho criou uma publicação de acesso gratuito e disponível ‘online’ destinada a crianças e jovens com o objetivo de os alertar para os riscos potenciados pelas alterações climáticas, foi hoje divulgado.

A publicação digital tem como personagem principal uma menina de 8 anos, chamada Flora, e o primo Vasco. Ambos decidem escrever uma carta ao planeta Terra prometendo mudar a forma como vivem, ser parte da mudança “urgente” de comportamentos e “mais do que tudo, sonhar com a natureza e não contra ela”.

“As nossas ações determinarão o futuro de todas as formas de vida na terra, porém ainda vivemos centrados no nosso umbigo”, escrevem os personagens da publicação na carta que enviaram à “Querida Terra”.

Se não te cuidarmos, seremos mais uma espécie no álbum de recordações daqueles que por ti passaram”, alertam os “admirados encantados” da Terra, a personagem Flora, e o seu primo Vasco.

Intitulada “Flora e a carta mais importante do mundo”, a publicação infantojuvenil “pretende, por um lado, informar sobre os riscos potenciados pelo fenómeno das alterações climáticas no contexto territorial do Alto Minho e, por outro, encorajar, não só, a ação climática, mas também a adoção de medidas de prevenção ou mitigação do risco em caso da sua ocorrência”.

A “carta mais importante do mundo”, uma ideia de Flora “para espalhar encantamento e esperança pelos vizinhos e amigos”, surgiu do repto lançado por uma frase do avô “o vosso superpoder é devolver o encanto e esperança aos adultos” e o bilhetinho da avó “é preciso viver encantado”.

Com a publicação agora lançada na Internet, a CIM do Alto Minho, estrutura que integra os dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, pretende “reforçar a estratégia intermunicipal de sensibilização ambiental em torno da temática das alterações climáticas, desta feita subordinada à temática dos riscos potenciados por este fenómeno global com repercussões à escala local”.

“De acordo com o último relatório do Painel Intergovernamental da ONU para as Alterações Climáticas (AR6), é inequívoco que a influência humana provocou o aquecimento da atmosfera, do oceano e da terra. Mais, já se verificam novos extremos climáticos em todas as regiões do mundo, observados sob a forma de ondas de calor, precipitação intensa, secas e ciclones tropicais”, sustenta a nota da CIM do Alto Minho hoje enviada à imprensa. Resulta, realçando ser “crucial informar, educar e comunicar, com o propósito de mobilizar todos para o combate às alterações climáticas”.

A publicação interativa dirigida a crianças e jovens é também lançada para assinalar a realização, entre os dias 31 e 12 de novembro, em Glasgow, Escócia, da Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26).

“Os dirigentes de todos os países do mundo reunirão para chegar a um acordo sobre a forma de intensificar a ação a nível mundial para resolver a crise climática”, destaca a CIM do Alto Minho, com sede em Ponte de Lima.

A publicação está disponível no iBook na iBookStore ou na página oficial da CIM do Alto Minho na Internte.

Este recurso em suporte digital resultou da implementação da operação “INFO_RISK | Informar sobre os riscos associados às Alterações Climáticas no Alto Minho”, da qual a CIM do Alto Minho é a entidade promotora, apoiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

Populares