Seguir o O MINHO

Futebol

Adeptos admitem que não é momento ideal para testar regresso

Covid-19

em

Foto: DR

A Associação Portuguesa de Defesa do Adepto (APDA) admite que este não é o momento ideal para prosseguir os testes piloto de regresso de espetadores aos estádios de futebol, disse hoje a presidente da organização.

Em declarações à agência Lusa, Martha Gens lembrou que tudo o que os adeptos sempre exigiram foi “coerência” nas decisões das autoridades de saúde e reforçou que “o futebol tem de seguir as mesmas regras” que outros espetáculos culturais, mas manifestou total “confiança em quem de direito para regular”.

“Não somos médicos, nem especialistas. A única coisa que exigimos sempre foi coerência. Face a uma situação de aumento exponencial da pandemia, se calhar, agora, não é o momento ideal [para testar o regresso dos adeptos], mas já foi”, apontou a presidente da APDA.

Na segunda-feira, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, anunciou que os testes piloto para regresso do público aos estádios de futebol estão suspensos até que haja uma diminuição da curva de transmissão do novo coronavírus em Portugal.

“Os testes piloto correram bem, nós não estamos a interrompê-los definitivamente, só estamos a suspender”, disse Graça Freitas, acrescentando: “A fase em que estamos é de apertar medidas, de maior contenção”.

Na conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde (DGS), Graça Freitas pediu a compreensão dos adeptos e elogiou o comportamento do setor, ao que a presidente da APDA lembra que “a oportunidade [de promover o regresso dos adeptos aos estádios] já existiu”, mas não foi aproveitada.

“A Liga de clubes tentou, no momento oportuno, mas não foi atendida. E agora, face ao aumento do número de casos, não será o momento mais indicado”, concordou Martha Gens.

Depois de terem sido interrompidas em março, as competições nacionais de futebol profissional foram retomadas em 03 de junho, à porta fechada, tendo os primeiros testes piloto para o regresso do público aos estádios sido feitos durante o mês de outubro.

Os testes piloto foram feitos em jogos da I e da II Liga portuguesa de futebol, nos encontros da seleção portuguesa frente a Espanha e Suécia, e em jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, que envolveram o FC Porto, o Benfica e o Sporting de Braga.

Portugal contabiliza pelo menos 2.635 mortos associados à covid-19 em 149.443 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Futebol

Braga bate Benfica e está na final da Taça da Liga

Taça da Liga

Foto: SC Braga

O detentor do título SC Braga qualificou-se hoje pela quarta vez para a final da Taça da Liga em futebol, juntando-se ao Sporting, ao bater o Benfica por 2-1, na segunda meia-final da ‘final four’, em Leiria.

O espanhol Abel Ruiz, aos 28 minutos, e o brasileiro Tormena, aos 59, apontaram os tentos dos ‘arsenalistas’, enquanto Pizzi apontou, aos 45, o tento dos ‘encarnados’, que tiveram sete baixas devido à covid-19, incluído todos os titulares da defesa.

Na final de sábado, frente ao Sporting, que na terça-feira venceu o FC Porto por 2-1, o SC Braga procura o terceiro troféu, depois dos triunfos em 2012/13 e 2019/20, em finais com o FC Porto. Em 2016/17, perdeu o jogo decisivo com o Moreirense.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

SC Braga – Benfica, 2-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Abel Ruiz, 28 minutos.

1-1, Pizzi, 45 (grande penalidade).

2-1, Tormena, 59.

Equipas:

– SC Braga: Matheus, Ricardo Esgaio, Tormena, David Carmo, Sequeira, Fransérgio, Castro (João Novais, 78), Al Musrati, Galeno (Iuri Medeiros, 90+2), Abel Ruiz (Paulinho, 78) e Ricardo Horta (Piazon, 83).

(Suplentes: Tiago Sá, Rolando, João Novais, Piazon, André Horta, Paulinho, Raul Silva, Iuri Medeiros e Schettine).

Treinador: Carlos Carvalhal.

– Benfica: Helton Leite, João Ferreira, Jardel, Todibo (Pedrinho, 70), Cervi, Weigl, Taarabt (Chiquinho, 76), Rafa (Ferri, 70), Pizzi (Gonçalo Ramos, 90+2), Seferovic (Everton, 70) e Darwin.

(Suplentes: Vlachodimos, Everton, Gabriel, Chiquinho, Samaris, Ferreyra, Pedrinho, Gonçalo Ramos e Ferro).

Treinador: Jorge Jesus.

Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Castro (20), Sequeira (34), Todibo (38), Weigl (52), Ricardo Esgaio (66), Jardel (83) e Fransérgio (90+4). Cartão amarelo para o treinador do Sporting de Braga, Carlos Carvalhal (54).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Rúben Lameiras falha próximo jogo do Vitória

I Liga

O extremo Rúben Lameiras está de fora da lista de 22 convocados hoje divulgada pelo Vitória SC para a receção de quinta-feira ao Nacional, referente à 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Reforço dos vimaranenses no mercado de inverno, o ala, de 26 anos, foi chamado pelo treinador João Henriques para os duelos com o Moreirense, da 13.ª ronda (1-1), e com o Farense, da 14.ª, adiado para 17 de fevereiro, mas não pode disputar o jogo em atraso com os madeirenses, porque, na data inicialmente agendada, 03 de janeiro, era ainda jogador do Famalicão.

Rúben Lameiras disputou a última partida ao serviço dos famalicenses nesse dia, na derrota perante o Tondela (1-0), a contar para a 12.ª jornada da I Liga, depois de ter realizado mais 39 jogos e marcado seis golos pelo emblema minhoto na época 2019/20 e na primeira metade da temporada em curso.

O extremo foi substituído na convocatória por Luís Esteves, médio, de 22 golos, que, na presente época, marcou quatro golos em nove jogos pelo Vitória B, da série B do Campeonato de Portugal, e se sentou no banco de suplentes da equipa principal frente ao Moreirense.

Os defesas Sílvio e Mascarenhas e os médios Mikel Agu, Joseph e Jacob Maddox continuam ausentes dos relvados, por lesão.

O encontro entre o Vitória, sexto classificado da I Liga portuguesa, com 20 pontos, e o Nacional, 14.º, com 13, está agendado para as 20:15 de quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Gustavo Correia, da Associação de Futebol do Porto.

Lista de 22 convocados

– Guarda-redes: Bruno Varela, Matous Trmal e Jhonatan.

– Defesas: Zié Ouattara, Sacko, Abdul Mumin, Jorge Fernandes, Suliman e Gideon Mensah.

– Médios: Wakaso, Pepelu, Miguel Luís, André André, Janvier, André Almeida e Luís Esteves.

– Avançados: Marcus Edwards, Rochinha, Ricardo Quaresma, Noah Holm, Bruno Duarte e Oscar Estupiñán.

Continuar a ler

Futebol

Carvalhal deixa Paulinho no banco para a meia-final da Taça da Liga

Taça da Liga

Foto: DR

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, remendou hoje a defesa ‘encarnada’, face à razia provocada pelas infeções pelo coronavírus, enquanto o avançado Paulinho falha o ‘onze’ do SC Braga, na meia-final da Taça da Liga de futebol.

Sem os centrais Otamendi e Vertonghen, nem os laterais Gilberto, Diogo Gonçalves, Grimaldo e Nuno Tavares, o técnico do Benfica reconstruiu a defesa, colocando João Ferreira à direita, o ‘capitão’ Jardel e Todibo no centro, com Cervi, provavelmente, a recuar na esquerda.

Relativamente ao empate no terreno do FC Porto (1-1), na sexta-feira, Jorge Jesus trocou todo o setor defensivo, a começar pelo guarda-redes, apostando em Helton Leite, em detrimento de Vlachodimos.

Os avançados Darwin e Seferovic continuam no ‘onze’, tal como Weigl, Pizzi, que deverá descair do meio para a direita, face à entrada de Taarabt, e Rafa, provavelmente a começar na esquerda, num lugar que foi de Grimaldo no Dragão.

Apesar do ‘desfalque’ na defesa, onde também falta o lesionado e polivalente André Almeida, as infeções pelo novo coronavírus condicionam também as opções para as zonas mais avançadas, com a ‘baixa’ de Waldschmidt.

Do lado bracarense, o avançado Paulinho, que já não tinha alinhado na derrota no terreno do Paços de Ferreira (2-0), no sábado, para a I Liga, vai ficar no banco, mantendo-se Abel Ruiz como a referência ofensiva do conjunto orientado por Carlos Carvalhal.

Relativamente a esse encontro, regista-se apenas uma alteração, com a saída do ‘onze’ do defesa central Bruno Viana, por troca com Tormena.

Assim, o Braga deve alinhar com um quarteto defensivo composto por Ricardo Esgaio, Tormena, David Carmo e Sequeira, à frente do guarda-redes Matheus.

O meio-campo vai ser ocupado por Castro, Al Musrati e Fransérgio, enquanto Ricardo Horta e Galeno vão estar em zonas mais adiantadas do terreno, no apoio a Abel Ruiz.

Braga e Benfica defrontam-se hoje, a partir das 19:45, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, sob arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria, na segunda meia-final da 14.ª edição da Taça da Liga, que já tem o Sporting como finalista, depois da vitória frente ao FC Porto, por 2-1, na terça-feira.

O Benfica procura a oitava final na competição, após os sete títulos, conquistados em 2008/09, 2009/10, 2010/11, 2011/12, 2013/14, 2014/15 e 2015/16, que o fazem recordista de troféus.

Já o Sporting de Braga, detentor do troféu, tenta estar pela quarta vez na final, depois de ter vencido a prova em 2011/12 e 2019/20 e sido finalista vencido em 2016/17.

A final da Taça da Liga está marcada para sábado, também em Leiria, às 19:45.

Continuar a ler

Populares