Seguir o O MINHO

Barcelos

Vison-americano continua a chamar a atenção no rio Cávado em Barcelos

Espécie invasora

em

Já não é novidade a presença do vison-americano no Cávado em Barcelos, mas o mamífero continua a impressionar quem passa na margem do rio.

Filipe Gonçalves, que cedeu este vídeo a O MINHO, teve a “excelente oportunidade de captar” o vison-americano, no passado sábado, tendo-o visto quando este estava a brincar num barco. “Durante essa manhã, o vison foi muito sociável, digamos, sem receio das pessoas que caminhavam na margem”, assinala.

Como O MINHO tem vindo a noticiar, já tinham sido filmados visons-americanos no rio Selho em Guimarães e há relatos da sua presença no rio Ave e no Este, em Braga, na zona de Gualtar.

Vison-americano filmado a ‘repousar’ nas lagoas de Caíde em Barcelos

O vison-americano, neovison vison, é um mamífero da família mustelidae e está relacionado com doninhas e lontras.

A moda acabou por ser a razão de ter ‘viajado’ do continente norte-americano para o europeu. “Foi introduzida na Europa para criação em quintas para o comércio de peles. No entanto, quer por fugas de animais a partir destas quintas, quer pela sua libertação deliberada e ilegal por parte dos proprietários das quintas, quando a atividade deixa de ser rentável, ou por grupos de defesa dos direitos animais, estabeleceram-se populações ferais em grande parte da Europa”, pode ler-se na tese de mestrado em Biologia da Conservação de Ana Duarte.

Novos vídeos mostram vison-americano a ‘passear’ no rio Cávado em Barcelos

“Em Portugal, o vison-americano foi introduzido na década de 80, sendo provavelmente proveniente de quintas de criação localizadas na região da Galiza, existindo apenas uma quinta de criação em Portugal, na cidade de Valença do Minho”, refere o mesmo estudo, que alerta que o vison-americano “pode ainda vir a afetar negativamente as populações de rato-de-água (Arvicola sapidus) e as populações de anfíbios já de si debilitadas”.

“Atualmente, a introdução de espécies exóticas é considerada uma das principais ameaças à diversidade biológica”, sublinha a tese de Ana Duarte.

De acordo com a bióloga Joana Soto, ouvida pela Jornal de Barcelos (JB) a propósito dos avistamentos destes animais no rio Cávado, o vison-americano representa uma “ameaça” para as espécies nativas, mas o seu impacto neste território ainda carece de estudos.

Vison-americano filmado na marginal de Esposende

A bióloga salienta que não sendo novo no Cávado, é normal existirem mais avistamentos nesta altura do ano porque está mais ativo a preparar o Inverno.

Joana Soto, nas declarações ao JB, refere que o maior perigo que o animal representa é comer ovos das aves que habitam as margens do rio e fazem ninhos no solo, salientando que é uma espécie muito recente em Portugal e que “ainda se está a adaptar ao habitat”.

Barcelos

Homem morre atropelado na passadeira em Barcelos

Acidente

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Um homem de 65 anos morreu após ser atropelado por um automóvel numa passadeira, na Rua Pedro Álvares Cabral, em Arcozelo, Barcelos, apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros.

O acidente aconteceu perto da ‘Rotunda da Cabra’ no acesso à circular urbana.

O óbito foi declarado no local.

O alerta foi dado às 17:45.

Os Bombeiros de Barcelos prestaram socorro com dois operacionais e uma viatura. Foram acionados, posteriormente, para fazer a remoção do cadáver.

A VMER de Barcelos também prestou socorro.

A PSP registou a ocorrência.

Notícia atualizada às 18h58 com correção da idade da vítima.

Continuar a ler

Barcelos

Câmara de Barcelos tem 40 trabalhadores da recolha do lixo confinados

Covid-19

Foto: O MINHO (Arquivo)

Quarenta trabalhadores da recolha de lixo da Câmara de Barcelos estão confinados devido a casos de covid-19 naquele serviço, adiantou hoje o presidente do município, Miguel Costa Gomes.

Questionado por O MINHO, que tem relato de um número elevado de trabalhadores infetados naquele serviço, o autarca confirmou existiram “vários” casos e referiu que mandou preparar “mais dois planos de contingência, com maiores níveis de prevenção”, já acautelando uma eventual evolução negativa das infeções naquela divisão.

“Porque a recolha do lixo tem que ser feita. Estamos a prevenir-nos para que estejamos preparados para minimizar as consequências na recolha do lixo”, realçou Miguel Costa Gomes, acrescentando que esta se trata de “uma área problemática” em que os trabalhadores estão mais “expostos”.

Embora, salienta, levem “todos os equipamentos de forma a se protegerem”.

Na área dos jardins, limpeza de ruas e de resíduos, a Câmara de Barcelos tem cerca de 250 trabalhadores.

No total, o Município de Barcelos tem cerca de 800 trabalhadores, dos quais, adiantou o presidente, cerca de 45% se encontram em teletrabalho.

Continuar a ler

Barcelos

Autarca de Barcelos afirma ter relatos de aluguer de animais para sair à rua

Miguel Costa Gomes

Foto: Arquivo

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, afirmou hoje ter relatos de pessoas que “alugam” animais para os levar a passear à rua, conseguindo assim um pretexto para furar a obrigatoriedade de ficar em casa.

Em videoconferência de imprensa, Costa Gomes disse ainda que haverá animais que chegam a ser “obrigados” a irem à rua três vezes por dia, pela mão de pessoas diferentes, apesar de darem sinais de estarem “cansados de passear”.

“É uma série de expedientes que as pessoas usam, a ser verdade é lamentável”, referiu o autarca de Barcelos, aludindo mesmo a “uma criatividade um bocadinho estranha” e a “uma imaginação terrível”.

Num apelo à responsabilidade individual, Costa Gomes disse ser fundamental que cada um faça a sua parte, ficando em casa sempre que possível.

Barcelos tem 1.536 casos ativos. Mais seis mortes numa semana

Na videoconferência de imprensa, o autarca fez um balanço da pandemia de covid-19 no concelho, dando conta da existência de 1.536 infetados com o novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, já morreram no concelho de Barcelos 84 pessoas com covid-19, seis das quais na última semana.

Costa Gomes revelou que, entre os trabalhadores afetos à recolha do lixo, há cerca de 40 que estão em confinamento, estando já em elaboração dois planos de contingência adicionais para que aquela atividade não seja afetada, até por questões de saúde pública.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.041.289 mortos resultantes de mais de 95,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.028 pessoas dos 556.503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Continuar a ler

Populares