Redes Sociais

Tourada anunciada para o último dia da Romaria d’ Agonia

Alto Minho

Tourada anunciada para o último dia da Romaria d’ Agonia

O movimento “Vianenses pela Liberdade” avançou a data de 23 de agosto para a realização de uma nova tourada em Viana do Castelo, no último dia das Festas de Nossa Senhora da Agonia, em local e com cartel ainda em segredo.

“A tourada já está marcada para dia 23 de agosto, mas o local só será revelado depois de entregarmos na Câmara Municipal o pedido de licenciamento do espetáculo, o que deverá acontecer durante a próximo semana”, avançou o porta-voz do movimento cívico, José Carlos Durães.

Este movimento foi criado em 2009, depois de a câmara local ter aprovado, por proposta da maioria socialista, uma declaração afirmando Viana como “antitouradas”, prevendo não autorizar qualquer evento deste género em terrenos públicos ou privados desde que tal dependesse de decisão do município.

A realizar-se este ano, será a quarta corrida de touros a decorrer em Viana desde então, e a segunda a ser organizada pelo movimento local. Tal como as três touradas anteriores, a de 2015 vai acontecer durante as festas da cidade, que este ano decorrem de 20 a 24 de agosto. José Carlos Durães adiantou que o cartel da corrida deste ano “já está fechado” mas só será revelado “entre 08 e 10 de agosto”.

Em 2012, para contrariar a decisão da autarquia, a Federação Portuguesa das Associações Taurinas “Prótoiro” realizou em agosto de 2012 uma tourada no concelho, a primeira depois da aprovação daquela declaração municipal, corrida que se repetiu em 2013 e à qual assistiram, segundo a organização, mais de 2.550 espetadores, além de 200 entradas grátis para menores de 18 anos.

O ano passado, já com organização do movimento “Vianenses pela Liberdade”, a corrida inicialmente prevista para 24 de agosto foi adiada para 7 de setembro “devido a problemas administrativos criados pela Câmara de Viana do Castelo”.

Na altura, o porta-voz do movimento local admitiu que a tourada não tinha tido “casa cheia” e reconheceu que devido à “fraca adesão” de público a direção do movimento tinha decidiu não permitir a entrada da comunicação social na praça amovível onde decorreu o espetáculo tauromáquico.

Desde 2012 que as touradas têm decorrido em Viana do Castelo porque o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga aceita as providências cautelares apresentadas pelos movimentos de aficionados, para suspender os indeferimentos municipais.

 

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Alto Minho