Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima: XX Feira do Livro ‘evoca’ Padre Manuel Dias com exposição

em

A Feira do Livro de Ponte de Lima decorre, pelo segundo ano consecutivo, no espaço panorâmico da Expolima.

 

De 23 a 26 de julho, a 20.ª edição reúne mais de 100 editoras que nos apresentam uma panóplia de livros com 20% de desconto, desde as novidades editoriais, aos livros de fim de edição, com um preço atrativo.

O Município de Ponte de Lima apresenta um programa cultural diversificado, do qual se destaca as apresentações de livros, oficinas e workshops de ilustração para crianças e jovens, sessões com os idosos e animações de leitura para famílias.

A abertura do certame está agendada para o dia 23 de julho, às 18 horas, seguida da inauguração da exposição evocativa ao Padre Manuel Dias e palestra ministrada por António Matos Reis e Paulo Pereira.

Haverá ainda lugar para a realização do I Encontro de Escritores Limianos que irá reunir numa sessão pública, de convívio e colóquio, os escritores naturais ou residentes em Ponte de Lima.

Este evento serve ainda de ponto de encontro com autores portugueses de referência, como Pedro Strecht, Isabel Stilwell e Maria Elisa.

Os ateliers de leitura e pintura, as conversas com ilustradores e atores, concertos, animação infantil, exposições, insufláveis e pinturas faciais constituem outros motivos para visitar a Feira do Livro.

Horários

Patente no espaço panorâmico da Expolima e com entrada livre, a Feira do Livro estará de portas

abertas de quinta-feira, das 14h00 às 23h00, às sextas-feiras, sábados e domingo das 10h00 às

24h00, com interrupção à hora de almoço e jantar.

Programa

Programa Feira do Livro de Ponte de Lima

 

Anúncio

Arcos de Valdevez

Rojões e papas de sarrabulho regressam às mesas dos restaurantes em Arcos de Valdevez

Arcos à Mesa

em

Foto: DR/Arquivo

O concelho de Arcos de Valdevez vai ser palco, no fim de semana, da iniciativa Arcos à Mesa que leva envolve restaurantes do concelho na promoção dos rojões e das papas de sarrabulho.

Trata-se de um dos principais pratos da gastronomia daquele concelho, “muito procurado e apreciado nesta época do ano e intimamente ligado à matança do porco”.

A iniciativa inclui a doçaria tradicional, com destaque para Charutos dos Arcos, recentemente eleitos uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, e o vinho verde produzidos na região.

O programa de animação engloba uma “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”, uma visita guiada a quintas de vinho verde do concelho, bem como provas de vinhos, animação musical com a atuação de rusgas, da Orquestra Microsom, no Campo do Trasladário, teatro e visitas à Porta do Mezio.

Continuar a ler

Alto Minho

Ganso em concerto em Ponte da Barca

Casa de cultura

em

Foto: DR/Arquivo

O grupo Ganso vai atuar, dia 06 de dezembro, na casa da cultura de Ponte da Barca, num concerto com entrada gratuita, anunciou hoje a câmara do distrito de Viana do Castelo.

Em 2015, o quinteto de rock alternativo lisboeta apresentou o trabalho Costela Ofendida, em 2017, Pá Pá Pá e, este ano, lançaram novo trabalho discográfico produzido nos estúdios Cuca Monga, em Alvalade.

Apesar da sua curta existência, têm já no currículo passagens por festivais como o NOS Alive, Mexefest ou Vodafone Paredes de Coura, tendo também percorrido o país de Norte a Sul em nome próprio e como parte do Conjunto Cuca Monga (na companhia de Capitão Fausto e Luís Severo).

Continuar a ler

Ponte de Lima

1.ª Conferência Internacional sobre Sidras e Bebidas do Pomar em Ponte de Lima

Sidra Talks

em

Foto: DR/Arquivo

Ponte de Lima vai promover, no dia 29, a Sidra Talks – 1.ª Conferência Internacional sobre Sidras e Bebidas do Pomar, no edifício Clara Penha – Casa dos Sabores, informou hoje a câmara.

Segundo o município, trata-se de “um evento pioneiro em Portugal”, que pretende “recuperar a tradição produtiva sidreira e os recursos endógenos do pomar da Ribeira Lima”.

A iniciativa resulta, segundo o município, “da enorme evolução no consumo e crescente curiosidade do mercado global desta bebida milenar, também já notória em Portugal, e que motiva um olhar e investimento neste setor há tanto tempo esquecido”.

Continuar a ler

Populares