Seguir o O MINHO

Desporto

Testes regulares podem inviabilizar retoma das modalidades de pavilhão

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A obrigatoriedade de realizar testes regulares à covid-19, à semelhança do que ocorre com a I Liga de futebol, pode inviabilizar a retoma das modalidades de pavilhão, disse hoje à Lusa fonte ligada ao processo.


“Precisamos que o Governo e a Direção-Geral da Saúde (DGS) nos diga quais as condições para retomarmos os treinos e as competições, como tem feito noutros setores. Mas se nos disserem que vão ser necessários testes regulares, vai ser difícil retomar”, disse à Lusa a mesma fonte, acrescentando que esta é uma convicção comum às estruturas federativas representativas destas modalidades.

Desde a retoma da I Liga, para as últimas 10 jornadas, os jogadores estão a ser testados “o mais próximo possível” de cada jogo, nunca com mais de 24 horas de antecedência, sendo que são duas vezes submetidos a testes se houver mais de cinco dias de diferença entre os encontros.

As competições de andebol, basquetebol, futsal, hóquei em patins e voleibol de 2019/20 foram canceladas, em 29 de abril, depois de terem sido suspensas em 11 e 12 de março, devido à pandemia de covid-19.

Para sexta-feira está marcada uma reunião por videoconferência entre as federações das cinco principais modalidades de pavilhão – andebol, basquetebol, futebol (futsal), patinagem (hóquei em patins) e voleibol – e a DGS.

As competições destas modalidades ficaram excluídas das medidas de desconfinamento, que permitiram a retoma da atividade desportiva ao ar livre e das competições de modalidades individuais, sujeitas ao cumprimento das regras sanitárias da DGS.

Também na sexta-feira, Comité Olímpico de Portugal (COP), Comité Paralímpico de Portugal (CPP) e Confederação do Desporto de Portugal (CDP) vão estar numa audiência com caráter de urgência, na comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto da Assembleia da República, para analisar a situação desportiva no país.

Na quarta-feira, o Benfica realçou “o momento de enorme incerteza”, considerando que esta “é agudizada pelas previsíveis dificuldades que muitos clubes terão, eventualmente, para cumprir os requisitos a exigir pela DGS, colocando em causa, no limite, a retoma das competições”.

Anúncio

Futebol

Três jogadoras do SC Braga e uma do Famalicão convocadas à Seleção Nacional

Fubteol feminino

em

Dolores Silva. Foto: DR / Arquivo

O selecionador português de futebol feminino convocou hoje 25 jogadoras para a dupla jornada de qualificação para o Euro2021 de futebol feminino, adiado para 2022, diante do Chipre, um lote que conta com três atletas do SC Braga (Diana Gomes, Dolores Silva e Andreia Norton) e uma do Famalicão (Rute Costa).

A equipa das ‘quinas’ joga em Larnaca, em 23 de outubro, a partir 19:00 (17:00, em Lisboa), recebendo a seleção cipriota quatro dias depois, pelas 18:00, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

A fase final do Campeonato Europeu em Inglaterra deveria ocorrer no verão de 2021, mas acabou adiada para julho de 2022, devido à pandemia de covid-19.

Portugal ocupa a terceira posição no Grupo E de qualificação, com quatro pontos, atrás da Escócia, que tem seis, e da líder Finlândia, com 10, mas mais dois encontros realizados. Albânia, com três, segue em quatro, enquanto o Chipre, em último, ainda não somou qualquer ponto.

Apuram-se para a fase final os vencedores de cada grupo mais os três segundos classificados com melhores resultados face ao primeiro, terceiro, quarto e quinto no seu grupo.

Os restantes segundos vão disputar um ‘play-off’ em data a definir, para assegurar as últimas três vagas na fase final.

Lista das 25 convocadas:

– Guarda-redes: Rute Costa (Famalicão), Inês Pereira (Sporting) e Patrícia Morais (Sporting).

– Defesas: Alicia Correia (Sporting), Carole Costa (Benfica), Diana Gomes (SC Braga), Joana Marchão (Sporting), Matilde Fidalgo (Benfica), Mónica Mendes (Sporting) e Sílvia Rebelo (Benfica).

– Médios: Ana Capeta (Sporting), Andreia Norton (SC Braga), Andreia Jacinto (Sporting), Andreia Faria (Benfica), Cláudia Neto (Fiorentina, Ita), Dolores Silva (SC Braga), Fátima Pinto (Sporting), Mélissa Gomes (Reims, Fra), Tatiana Pinto (Sporting) e Vanessa Marques (Ferencvaros, Hun).

– Avançadas: Ana Borges (Sporting), Ana Leite (Borussia Bocholt, Ale), Diana Silva (Aston Villa, Ing), Francisca Cardoso (Heerenveen, Hol) e Telma Encarnação (Marítimo).

Continuar a ler

Futebol

Bilel (ex-Moreirense) assina pelo Farense

Mercado de transferências

em

Foto: Farense

O extremo franco-argelino Bilel, que estava livre depois de três épocas no Moreirense, foi hoje confirmado como reforço do Farense, último classificado da I Liga de futebol, para as próximas duas temporadas.

“O habilidoso extremo de 26 anos assinou por dois anos”, anunciou o clube algarvio nas redes sociais sobre o jogador, que por estar desempregado pode ser reforço já após o fecho de mercado.

Bilel Aouacheria chegou a Portugal em 2014, oriundo da equipa B dos franceses do Saint-Étienne, para representar o Sporting da Covilhã. Depois de uma passagem pelo Sporting B, assinou em 2017 pelo Moreirense.

Na época passada, ao serviço da equipa de Moreira de Cónegos, somou 32 partidas e um golo em todas as competições.

Bilel é o 15.º reforço do Farense, que ocupa o 18.º e último lugar da I Liga, ainda sem pontos, recebendo no próximo domingo o Famalicão, em partida da quarta jornada.

Continuar a ler

Futebol

Fábio Abreu troca Moreirense pelos sauditas do Al-Batin

Mercado de transferências

em

Foto: Al-Batin

O avançado internacional angolano Fábio Abreu transferiu-se do Moreirense, da I Liga, para o Al-Batin, orientado pelo treinador português José Garrido, anunciou hoje o clube da Liga saudita de futebol.

O dianteiro despediu-se dos ‘cónegos’ com uma grande penalidade certeira na receção ao Boavista (1-1), em 02 de outubro, em jogo da terceira jornada do campeonato, colocando fim a 15 meses de elevada produção pelo emblema vimaranense.

Fábio Abreu, de 27 anos, impôs-se na elite ao apontar 17 golos em 38 jogos pelo Moreirense, após representar Penafiel, Marítimo e Ribeira Brava, num percurso iniciado nas camadas jovens dos modestos clubes ingleses do Bacup Borough e do Mossley.

O avançado assinou por duas temporadas com o Al-Batin, emblema recém-promovido ao escalão principal do futebol saudita pela mão de José Garrido, ex-futebolista e com experiências técnicas em Portugal, Malásia, Kuwait, Bahrain, Omã, Qatar e Gabão.

Fábio Abreu é a 24.ª saída oficializada pelos ‘cónegos’, além de nomes como o guarda-redes Pedro Trigueira, os defesas Iago Santos, João Aurélio e Rafik Halliche, o médio Nuno Santos e os avançados Bilel, Gabrielzinho, David Texeira, Luther Singh e Nenê.

A partida do quinto melhor marcador da última edição da I Liga rende 2,5 milhões de euros, mas deixa o treinador Ricardo Soares com o eixo ofensivo entregue aos reforços Derik Lacerda e André Luís, recrutado no último dia do mercado de transferências.

Os dois avançados acompanham o guarda-redes Kewin e os médios Filipe Soares e Sori Mané no boletim clínico do Moreirense, que é sétimo, com quatro pontos em três rondas, e visita o Belenenses SAD no domingo, às 15:00, no Estádio Nacional, em Oeiras.​​​​​​​​​​​​​​

Continuar a ler

Populares