Redes Sociais

SC Braga

SC Braga abre processo disciplinar a diretor-geral para o despedir

 a

Foto: DR

O SC Braga revelou esta segunda-feira ter instaurado um processo disciplinar ao diretor-geral do clube, João Gomes, “com vista ao seu despedimento com justa causa”.

Numa curta nota no seu sítio oficial, e sem qualquer outra explicação, o SC Braga informa ainda que, “na sequência do procedimento disciplinar instaurado, o trabalhador está suspenso das suas funções”.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

SC Braga

Guarda-redes do SC Braga eleito o melhor jogador jovem de setembro

Tiago Sá.

Publicado

 a

Foto: Divulgação/SC Braga

Com apenas quatro jogos realizados na I Liga esta temporada, o guarda-redes Tiago Sá, natural de Vila Verde, foi eleito o melhor jogador jovem de setembro.

Premiado pelo Sindicato de Jogadores, o guardião do SC Braga foi eleito com 12,63% da preferência dos votantes.

Tiago Sá sofreu apenas um golo nas partidas realizadas frente ao Chaves, Sporting, Belenenses e Rio Ave, encontro onde Gelson Dala conseguiu quebrar as três ‘cleen sheets’ seguidas do atleta.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

SC Braga

Afinal Wilson Eduardo pode jogar em Guimarães

Dérbi na próxima jornada.

Publicado

 a

Foto: Twitter de zerozero

Wilson Eduardo vai poder alinhar frente ao Vitória SC para a próxima jornada da I Liga. O avançado do SC Braga foi expulso no final do jogo contra o Rio Ave e tinha sido punido com dois jogos de suspensão, no entanto, o Conselho de Disciplina da Federação despenalizou o jogador.

Wilson Eduardo falha o jogo em Felgueiras, a contar para a Taça de Portugal, mas vai estar disponível para jogar o dérbi minhoto.

Recorde-se que o jogador tinha sido castigado na sequência de críticas dirigidas ao árbitro do jogo rente ao Rio Ave. Na ocasião, Wilson Eduardo terá dito ao árbitro: “És uma vergonha, ladrão de m…, já no ano passado nos roubaste em Vila do Conde”.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

SC Braga

SAD do SC Braga regista prejuízo de 1,83 milhões de euros

Ao contrário da época anterior.

Publicado

 a

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO/Arquivo

A SAD do SC Braga vai apresentar na próxima assembleia-geral de acionistas um resultado líquido negativo de 1,83 milhões de euros (ME) em 2017/18, sendo que o seu passivo aumentou quase 11 ME.

Ao contrário da época anterior (2016/17), em que a SAD bracarense liderada por António Salvador registou um resultado positivo de 2,7 ME, em 2017/18 houve um prejuízo de 1,83 milhões, uma quebra explicada pela SAD pela não inclusão neste exercício de mais valias com a venda de alguns jogadores.

Segundo um comunicado da SAD ‘arsenalista’, o resultado não incorpora a venda em agosto de Vukcevic para os espanhóis do Levante (a ‘época’ contabilística termina em 30 de junho), nem de Pedro Neto e Bruno Jordão, que foram cedidos por dois anos aos italianos da Lazio com opção de compra no final da época passada, “o que impediu a contabilização total das suas transferências”.

“Não fossem estas condicionantes, cujo impacto no resultado do período seria superior a 15 ME, a SC Braga, SAD apresentaria resultados líquidos superiores a 13 ME”, considera o mesmo comunicado, que frisa que, “ainda assim, o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”) atingiu o valor de 3,3 ME”.

Os rendimentos aumentaram três ME (de 15,5 para 18,5), mas os gastos subiram mais do dobro, cerca de 30 por cento, atingindo quase 31 ME (contra 23,7 da época anterior).

Destes, cerca de 18 milhões correspondem a gastos com pessoal, que englobam as remunerações (12,3) de todo o ‘staff’, dos atletas profissionais (equipas A e B) e dos atletas da formação (sub-15, sub-17 e sub-19), que transitaram do clube para a SAD, bem como os prémios de desempenho (1,5 ME).

Se o total do ativo registou um crescimento (de 48,3 ME para 57,4 ME), o passivo da SAD minhota também aumentou, sendo agora de 44,5 ME, contra 33,5 da temporada que lhe precedeu, mais 11 ME que representam um acréscimo de 32,4 por cento.

O capital próprio ascende a 12,9 ME, “o que representa uma autonomia financeira de 22,5 por cento, que, apesar da redução face ao exercício findo, continua a ser a mais elevada das SADs cotadas em Portugal”, nota a SAD ‘arsenalista’.

Os acionistas da SAD do SC Braga vão reunir apreciar e votar o Relatório e Contas de 2017/18 e o orçamento da presente temporada na próxima segunda-feira, em assembleia-geral.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares