Seguir o O MINHO

SC Braga

SC Braga deixa escapar vitória ao cair do pano

em

Um golo do mexicano Antonio Briseño nos descontos, aos 90+2 minutos, valeu hoje ao Feirense um empate 2-2 na receção ao SC Braga, em encontro da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

A formação ‘arsenalista’, que procurava o oitavo triunfo consecutivo, esteve a vencer duas vezes, com tentos de Paulinho, aos 30 minutos, e do brasileiro Dyego Sousa, aos 82, mas os locais responderam sempre, a primeira vez por Luís Machado, aos 61.

Na tabela, o SC Braga iguala, provisoriamente, o Sporting no terceiro posto, com 65 pontos, enquanto o Feirense continua no 17.º penúltimo lugar, um ponto acima do lanterna-vermelha Estoril Praia.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira.

Feirense – SC Braga: 2-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Paulinho, 30 minutos. [VER]

1-1, Luís Machado, 61.

1-2, Dyego Sousa, 82. [VER]

2-2, Briseño, 90+2.

Equipas:

– Feirense: Caio, Jean Sony, Flávio Ramos, Luís Rocha, Kakuba (Briseño, 78), Babanco (Karmanos, 87), Tiago Silva, Luís Machado, Edson Farias (Hugo Seco, 66), Crivellaro e João Silva.

(Suplentes: Miskiewicz, Briseño, Cris, Hugo Seco, Luís Aurélio, Kiki e Karamanos).

Treinador: Nuno Manta Santos.

– SC Braga: Matheus, Ricardo Esgaio, Bruno Viana, Lukic, Jefferson, Vukcevic, Ricardo Horta (Fábio Martins, 80), André Horta (Danilo, 87), Marcelo Goiano, Wilson Eduardo (Dyego Sousa, 75) e Paulinho.

(Suplentes: Tiago Sá, Diogo Figueiras, Sequeira, Xadas, Danilo, Fábio Martins e Dyego Sousa).

Treinador: Abel Ferreira.

Árbitro: João Capela (AF Lisboa)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Lukic (05), Flávio Ramos (09), Marcelo Goiano (23), Bruno Viana (53), Vukcevic (59), Tiago Silva (88) e Fábio Martins (90+4).

Assistência: Cerca de 4.000 espetadores.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Futebol

Poderá o Benfica surpreender as Gverreiras na Taça de Portugal? Números da equipa da 2.ª divisão impressionam

Primeira mão das meias-finais joga-se hoje e tem transmissão n’A BOLA TV

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O SC Braga defronta este domingo o Benfica, no Estádio da Tapadinha, em Lisboa, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal de futebol feminino, marcado para as 15:00 horas.

As arsenalistas, líderes do campeonato nacional, vão encontrar uma equipa muito acima da concorrência, na 2.ª divisão, num duelo que é visto como uma final antecipada.

A equipa lisboeta está a fazer uma época arrebatadora.

Na primeira fase do seu campeonato, as benfiquistas, em ano de estreia, ganharam os 16 jogos, com 273 golos marcados e… zero sofridos. Mais: na 15.ª jornada, o Benfica conseguiu mesmo alcançar a maior goleada da história do futebol feminino, ao vencer por 32-0.

Na Taça de Portugal, os números das encarnadas não são muito diferentes, já que, no total das cinco rondas anteriores, a equipa somou 78 golos marcados e apenas um sofrido.

No que toca ao SC Braga, o clube soma 52 pontos na Liga BPI, na primeira posição, fruto dos 92 golos marcados e seis sofridos, que valeram 17 vitórias e apenas um empate. A equipa bracarense dispõe assim de uma vantagem de três pontos sobre as arqui-rivais do Sporting, que, desde o nascimento da equipa do SC Braga, venceram sempre o campeonato, deixando as bracarenses em segundas – a hegemonia só foi quebrada na época passada, com a conquista da Taça de Portugal, e, já esta temporada, com a vitória na Supertaça.

No caminho para a final da Taça de Portugal deste ano, depois de vencer o Sporting, nos oitavos de final, por 3-1, nos quartos as Gverreiras do Minho tiveram de suar para levar de vencida o Estoril Praia, fora, por 2-3.

Os jogos das meias-finais, hoje e a 20 de abril, e final, marcada para o dia 18 de maio, podem ser vistos, em directo, em A BOLA TV.

No outro jogo das meias-finais, o Valadares Gaia recebeu e venceu, no sábado, o Clube de Albergaria, por 1-0, tendo Lúcia Alves marcado o golo solitário, aos 60 minutos.

Continuar a ler

Futebol

Dyego Sousa é o 39.º estreante na ‘era’ Fernando Santos

Avançado do SC Braga cantou ‘A Portuguesa’ no banco

em

Foto: Imagens SportTV

O avançado Dyego Sousa, nascido no Brasil, tornou-se hoje o 39.º jogador a estrear-se na seleção principal de futebol na ‘era’ Fernando Santos, ao entrar no jogo face à Ucrânia, no Estádio da Luz, em Lisboa.

O jogador do SC Braga entrou aos 73 minutos, em substituição de André Silva, mas não conseguiu desfazer o ‘nulo’, no primeiro encontro da formação das ‘quinas’ no Grupo B de apuramento para o Europeu de 2020.

Dyego Sousa estreia-se pela Seleção

Dyego Sousa sucede a Hélder Costa (Wolverhampton), Pedro Mendes (Montpellier) e Cláudio Ramos (Tondela), que cumpriram a primeira internacionalização ‘AA’ em 14 de outubro de 2019, num particular realizado na Escócia (3-1).

O extremo dos Wolves jogou os 90 minutos e tornou-se o segundo a marcar na estreia na ‘era’ Fernando Santos, depois de João Cencelo, que faturou face a Gibraltar, o central do Montpellier entrou aos 57 e o guarda-redes do Tondela aos 86.

Em 2018, já se tinham estreado Mário Rui, na Holanda, em 26 de março, Rúben Dias, face à Tunísia (2-2), em 28 de maio, e Gedson Fernandes e Sérgio Oliveira, em 06 de setembro, num particular como a vice-campeã mundial em título Croácia, no Algarve (1-1).

A ’coleção’ de estreantes começou a ser feita logo no primeiro encontro de Fernando Santos, em 11 de outubro de 2014, num particular com a França, em que o então novo selecionador luso fez alinhar Cédric e João Mário.

Ainda no ano de 2014, também Raphaël Guerreiro, Adrien Silva, José Fonte e Tiago Gomes foram ‘promovidos’ a internacionais ‘AA’.

A lista teve, depois, um aumento substancial com o particular com Cabo Verde, em 2015, com Fernando Santos a fazer alinhar pela primeira vez Anthony Lopes, André Pinto, Paulo Oliveira, Bernardo Silva, André André, Ukra e Danilo.

Seguiram-se, ainda no mesmo ano, Daniel Carriço, Nélson Semedo, Gonçalo Guedes, Lucas João, Ricardo Pereira e Rúben Neves.

Em 2016, ano em que Portugal conquistou o histórico Europeu, foi a vez do ‘miúdo’ Renato Sanches, André Silva, João Cancelo e Gelson Martins.

No ano seguinte, tornara-se internacionais ‘AA’ Marafona, perante a Suécia, Bruma, Bruno Fernandes, Edgar Ié e Kévin Rodrigues, face à Arábia Saudita, e Gonçalo Paciência, Ricardo Ferreira e Rony Lopes, frente aos Estados Unidos.

– Lista dos 39 estreantes na ‘era’ Fernando Santos:

2019

22/03 Ucrânia (C), 0-0: Dyego Sousa

2018

14/10 Escócia (F), 3-1: Hélder Costa, Pedro Mendes, Cláudio Ramos

06/09 Croácia (C), 1-1: Sérgio Oliveira, Gedson Fernandes

28/05 Tunísia (N), 2-2: Rúben Dias

26/03 Holanda (N), 0-3: Mário Rui

2017

14/11 Estados Unidos (C), 1-1: Gonçalo Paciência, Ricardo Ferreira, Ronny Lopes

10/11 Arábia Saudita (C), 3-0: Bruma, Bruno Fernandes, Edgar Ié, Kévin Rodrigues

28/03 Suécia (C), 2-3: Marafona

2016

07/10 Andorra (C), 6-0: Gelson Martins

01/09 Gibraltar (C), 5-0: André Silva, João Cancelo

25/03 Bulgária (C), 1-0: Renato Sanches

2015

14/11 Rússia (F), 0-1: Gonçalo Guedes, Ruben Neves, Lucas João, Ricardo Pereira

11/10 Sérvia (F), 2-1: Nélson Semedo

16/05 Itália (N), 1-0: Daniel Carriço

31/03 Cabo Verde (C), 0-2: Anthony Lopes, André Pinto, Paulo Oliveira, Bernardo Silva, André André, Ukra, Danilo

2014

18/11 Argentina (N), 1-0: José Fonte, Tiago Gomes, Adrien Silva

14/11 Arménia (C), 1-0: Raphael Guerreiro

11/10 França (F), 1-2: Cedric, João Mário

Continuar a ler

SC Braga

Dyego Sousa estreia-se pela Seleção

Avançado do SC Braga é o sétimo jogador naturalizado a representar Portugal

em

Foto: Imagens SportTV

Dyego Sousa tornou-se hoje no sétimo jogador naturalizado a representar a seleção portuguesa de futebol, tendo feito a sua estreia frente à Ucrânia (0-0), no apuramento para o Euro2020, e sucedeu a jogadores como Deco, Pepe e Liedson.

No Estádio da Luz, o avançado do SC Braga, de 29 anos, foi lançado pelo selecionador Fernando Santos aos 73 minutos, rendendo André Silva, e tentou marcar o golo da vitória de Portugal, mas sem sucesso.

Dyego Sousa ainda obrigou o guarda-redes Pyatov a duas defesas e, já nos descontos, tentou ‘cavar’ uma grande penalidade.

O avançado, que chegou a solo luso com apenas 18 anos, em 2007, para representar os juniores do Nacional, tem estado em destaque esta temporada no SC Braga, na qual já leva 19 golos em todas as provas, 14 na I Liga.

Portugal empata na estreia de Dyego Sousa

Em Portugal, antes de ingressar nos minhotos, o jogador nascido em São Luís do Maranhão, no nordeste do Brasil, defendeu ainda as cores de Leixões, Tondela, Portimonense e Marítimo.

Uma década depois, a seleção portuguesa voltou a contar com um novo jogador naturalizado, depois de Liedson, Pepe, Deco, Celso e Lúcio Soares, todos nascidos no Brasil, e de David Júlio, oriundo da África do Sul.

Em setembro de 2009, Liedson, que passou oito temporadas no Sporting, foi chamado por Carlos Queiroz para o duelo com a Dinamarca, de qualificação para o Mundial2010, e logo na estreia salvou Portugal da derrota em Copenhaga, ao marcar o golo do empate (1-1).

O ‘levezinho’ terminou a carreira com 15 jogos e quatro golos por Portugal e representou a seleção das ‘quinas’ no campeonato do mundo de 2010, na África do Sul.

Ainda em atividade está Pepe, que este ano pode mesmo superar Fernando Couto e tornar-se no defesa-central com mais jogos de sempre pela formação lusa.

Tal como Dyego Sousa, Pepe chegou a solo nacional ainda como adolescente e também para a Madeira, onde foi representar o Marítimo com apenas 18 anos.

Em 2007, o central do FC Porto recebeu a chamada de Luiz Felipe Scolari e, em novembro, estreou-se, logo a titular, perante a Finlândia (0-0), no encontro que confirmou a qualificação para a fase final do Euro2008.

O defesa de 36 anos leva 104 internacionalizações e sete golos e integra a ‘restrita’ lista de seis futebolistas que chegaram à centena de jogos por Portugal.

Anos antes, em 2003, igualmente pela ‘mão’ de Scolari, Deco também optou pela seleção portuguesa, seis anos depois de ter chegado ao país, com 20 anos.

Em destaque no FC Porto, o médio foi chamado para um particular com o Brasil, numa decisão que na altura não foi unânime junto da opinião pública, e acabou por defrontar a ‘canarinha’ em março, no Estádio das Antas. Portugal venceu por 2-1, com Deco a marcar o golo do triunfo já perto do fim, de livre direto.

Deco, que acabou a carreira com 75 jogos e cinco golos por Portugal, acabou por ser determinante na campanha da seleção nacional no Euro2004, em que chegou à final, e no Mundial2006, tendo alcançado as meias-finais. O médio esteve ainda no Euro2008 e no Mundial2010.

Na década de 1970, o ‘trinco’ brasileiro Celso, do Boavista, representou três vezes a formação da ‘quinas’ e, nos anos 60, foi a vez de o central brasileiro Lúcio Soares e de o médio sul-africano David Júlio, ambos do Sporting, contarem cinco e quatro internacionalizações, respetivamente.

 

Notícia atualizada às 22h46, com mais informação, após o final do jogo

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares