Seguir o O MINHO

Alto Minho

Reformado detido por suspeita de atear três incêndios em Arcos de Valdevez

PJ diz que atuou em “quadro de vingança”

em

Foto: Ilustrativa / DR

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 67 anos suspeito de atear três incêndios florestais, um em julho e dois estes mês, em Arcos de Valdevez.

Em comunicado, a PJ adianta que o homem, reformado, “atuou num quadro de vingança e de violência doméstica, potenciado pelo consumo de bebidas alcoólicas”, sendo que “o meio utilizado para a ignição dos incêndios foi chama direta”.

“Os incêndios foram ateados numa zona essencialmente constituída por vegetação herbácea e arbustiva, confinante com habitações e povoamento florestal. Só não atingiram proporções significativas devido à pronta intervenção de populares e dos bombeiros, que os extinguiram”, adianta a PJ.

A detenção do homem “fora de flagrante delito” ocorreu na quinta-feira e resultou das diligências realizadas pela PJ, que permitiram a “recolha de substanciais elementos de prova”.

O homem vai ser hoje presente às autoridades judiciárias competentes, para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Populares