Seguir o O MINHO

Braga

PSP de Braga “oferece” concerto à cidade no seu 142.º aniversário

Comemorações duram cinco dias

em

Foto: Divulgação / CM Braga

Um concerto solidário pela Banda Sinfónica da PSP, com a participação da soprano Elisabete Matos, é um dos destaques das comemorações do 142.º aniversário da PSP de Braga, que decorrerão entre 25 e 30 de maio, foi hoje anunciado.

Segundo o comandante distrital da PSP, Pedro Teles, no concerto, marcado para o dia 29 de maio, participará ainda o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga.

“É um concerto que a PSP oferece à cidade”, referiu, sublinhando que Elisabete Matos “é considerada a melhor soprano portuguesa de todos os tempos”.

A entrada tem um custo simbólico de um euro e as receitas da bilheteira reverterão a favor da delegação de Braga da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACM).

O programa das comemorações integra ainda o 2.º Fórum Segurança, entre os dias 28 e 30 de maio, em que serão debatidas questões como segurança e saúde no Trabalho, segurança contra incêndios em edifícios e segurança eletrónica e privada.

Representantes da PSP, do Sport Lisboa e Benfica e do grupo Auchan, o antigo ministro da Administração Interna Rui Pereira e o CEO da Douro Azul, Mário Ferreira, serão alguns dos palestrantes.

A organização espera cerca de mil participantes.

Uma exposição de meios policiais e uma demonstração cinotécnica são outros dos números programados para as comemorações dos 142 anos da PSP de Braga.

Para o presidente da Câmara, Ricardo Rio, estas comemorações “podiam bem ser a celebração de Braga, Cidade Segura”.

O autarca de Braga destacou ainda que as comemorações vincam a versatilidade do Altice Forum Braga, que vai acolher as diferentes atividades programadas.

A Polícia de Segurança Pública surgiu em Braga em 30 de maio de 1877, tendo começado efetivamente a funcionar em 31 de outubro desse mesmo ano.

Em 1935, os efetivos policiais começam a ser transportados em veículos motorizados.

Por essa altura, há um reforço de efetivos e da atividade no distrito, materializado na abertura de novos postos policiais em Barcelos e Vila Nova de Famalicão.

Mais tarde, abrem mais dois postos dependentes do Comando de Braga, em Fafe e Pevidém, mas foram, entretanto, desativados.

A atual estrutura do Comando de Braga remonta a 2009, definindo as subunidades operacionais em duas divisões policiais, uma sediada em Braga e a outra em Guimarães, compostas por valências de segurança e ordem públicas, trânsito, investigação criminal, armas e explosivos, ambiente, segurança privada e informações policiais.

Populares