Seguir o O MINHO

Ave

Primeira família de refugiados em Fafe vai ser alojada em apartamento na cidade

em

Uma família de refugiados constituída por dois adultos e duas crianças vai ser alojada num apartamento no centro da cidade de Fafe, disponibilizado pela câmara local, avançou hoje o presidente do município.


Segundo Raúl Cunha, está tudo a ser preparado para criar as melhores condições de acolhimento e integração, por um período de dois anos.

“São seres humanos como nós e por isso merecem todo o nosso apoio”, destacou.

Um protocolo nesse sentido foi hoje assinado no Porto entre três câmaras municipais e a Plataforma de Apoio aos Refugiados, no âmbito do projeto “PAR Famílias”. Além de Fafe, também Resende e Góis assinaram o documento.

No caso de Fafe, segundo o autarca, este é “o pontapé de saída” de um processo que deverá ser alargado a mais famílias.

“Queremos dar o exemplo e esperamos que outras instituições do concelho o possam seguir”, frisou, recordando haver juntas de freguesia que têm espaços de acolhimento disponíveis.

Do lado da Câmara, acrescentou Raúl Cunha, poderá ainda haver disponibilidade para alojar uma segunda família, embora mais pequena.

Quanto à primeira família, previu, tudo vai ser feito para que a integração decorra com normalidades, disponibilizando apoios na alimentação, vestuário, educação, saúde, integração laboral e aprendizagem da língua portuguesa.

O apartamento deverá ser mobilado e equipado com o apoio do comércio local, prevê o edil.

Não está ainda definido o calendário da chegada dos primeiros refugiados a Fafe, nem a família em concreto, acrescentou.

A recetividade de Fafe para acolhimento dos refugiados foi anunciada há vários meses pela autarquia local. O presidente recordou então que a localidade tem tradição, como “terra ligada às causas da justiça e dos valores”.

Em abril, no segundo encontro internacional “Terra Justa”, que vai decorrer naquela cidade, o tema “refugiados” estará no centro dos trabalhos.

Anúncio

Guimarães

Jovem de 21 anos gravemente ferido em despiste de mota em Guimarães

Acidente

em

Foto: DR

Um jovem de 21 anos sofreu ferimentos graves na sequência de um despiste de motociclo, ao início da madrugada deste sábado, em Caldelas, concelho de Guimarães.

A vítima foi assistida no local pelos Bombeiros das Taipas e pela equipa médica da VMER de Guimarães, sendo considerado um ferido “grave”.

Foi transportado para o Hospital de Braga.

A GNR das Taipas registou a ocorrência.

O alerta foi dado às 23:16.

Continuar a ler

Ave

Populares vão protestar junto a ETAR que dizem estar a poluir o rio Vizela

Poluição

em

Foto: DR (Arquivo)

Um grupo de adeptos do Futebol Clube de Vizela informou hoje que vai organizar, no sábado, uma manifestação junto à
Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Serzedo, no concelho de Guimarães, sobre a poluição do rio Vizela.

Segundo um comunicado enviado à Lusa, a atividade, marcada para as 10:00, é organizada por aquele “grupo organizado de adeptos”, designado “Força Azul 1982”, mas constituirá “uma manifestação de todos os que se identificarem com a situação”.

“É sabido que o rio Vizela é, nesta altura, um dos rios mais poluídos de toda a Europa, algo que tem sido noticiado com frequência a nível nacional. As responsabilidades são imputadas à ETAR de Serzedo, administrada pelas Águas de Portugal”, lê-se no documento.

Os organizadores do protesto consideram “surreal que uma empresa com princípios assentes na despoluição use e abuse deste estatuto para, não só poluir, como também para se demarcar das responsabilidades civis”.

A manifestação, referem ainda, será “pacífica e meramente de sensibilização, quanto a uma problemática que necessita urgentemente de uma resposta, sob pena de um colapso total do rio Vizela, que é património moral de todos os vizelenses”.

Na quarta-feira, dezenas de pessoas concentraram-se junto àquela estação de tratamento, também em protesto pelo funcionamento do equipamento que dizem estar a poluir o rio Vizela.

Acompanhados do presidente da Câmara de Vizela, Vítor Hugo Salgado, os populares acenderam velas, que colocaram no chão, à entrada da ETAR, exibiram bandeiras do concelho e cartazes de protesto, nos quais se podiam ler as frases “Respeitem a Natureza” e “Poluir é Crime”.

Aos jornalistas, o presidente indicou que a ETAR de Serzedo, situada no concelho de Guimarães (distrito de Braga) e gerida pela empresa de capitais públicos Águas do Norte, é quem polui aquele afluente do rio Ave, uma situação que, contudo, tem sido desmentida pela entidade gestora, que alega não haver quaisquer anomalias no funcionamento do equipamento.

Contudo, o autarca reafirmou que as recentes análises mandadas realizar à água captada junto à ETAR indicam que apresenta valores de poluição acima do permitido pela legislação.

O autarca sinalizou que a solução passa pela construção de um emissário, cujo projeto foi conhecido esta semana, que ligue a ETAR de Serzedo à ETAR de Lordelo, também em Guimarães, obra que obriga a um investimento de cinco milhões de euros por parte do Governo.

Continuar a ler

Ave

Nadador-salvador resgata com vida jovem aflito na praia de Fafe

Albufeira da Queimadela

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO (Arquivo)

Um jovem foi hoje resgatado com vida quando se estava prestes a afogar na praia fluvial da Queimadela, em Fafe.

Segundo a Fafe TV, o jovem estava aflito, alegadamente por estar cansado de nadar há algum tempo, levando a que estivesse a iniciar um pré-afogamento.

Um nadador-salvador detetou os movimentos do jovem e lançou-se às águas daquela albufeira do rio Vizela, resgatando a vítima com vida.

De acordo com a mesma fonte, não houve necessidade de assistência dos bombeiros, tendo sido determinante a ação do socorrista.

Continuar a ler

Populares