Seguir o O MINHO

Ave

Presidente da Junta “indignado” com festa ilegal de jovens em Famalicão

Covid-19

em

Foto: Imagem TVI

A festa organizada numa moradia em Gondifelos, no concelho de Famalicão, deixou o presidente da junta daquela freguesia indignado com algo a que apelida como “falta de respeito” por parte dos jovens que nela participaram.

Na terça-feira, a GNR anunciou o término de uma festa ilegal numa moradia transformada temporariamente em discoteca e a identificação e autação de 19 jovens que nela participavam, sem máscara ou qualquer distanciamento social.

Manuel Novais, presidente da União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, disse a O MINHO que este tipo de situações é “sempre desagradável de se ver” e manifesta preocupação por um eventual contágio resultante dessa festa.

“Uma situação destas nunca nos agrada, porque é esperado que as pessoas tomem sempre todos os cuidados e não foi isso que aconteceu”, começa por dizer o autarca, que, confessa, não conhece os intervenientes na festa.

“Não sei quem são, só soube da festa à posteriori e, como é normal, fiquei indignado”, admite, considerando a ação dos jovens como “um desrespeito” para com as pessoas mais idosas, com quem está confinado e sobretudo “com familiares mais diretos porque entre eles podem contaminar-se”.

Apesar desta situação que em nada orgulha Manuel Novais, o presidente considera que a população, em regra geral, está a cumprir com o confinamento naquela união de freguesias.

“Felizmente está tudo a cumprir bem, não estamos a sentir situações de surto, apenas casos residuais e estão todos controlados”, afirma o autarca.

A freguesia de Cavalões, daquela união, foi das primeiras no país a registar surto em lares de idosos, quando a 22 de março de 2020 a diretora do Lar Pratinha confessou que o lar se encontrava sem funcionários depois de oito acusarem positivo para o vírus e outros dez serem colocados em isolamento obrigatório.

“Neste momento, a situação nos lares encontra-se normal, com tudo controlado”, finalizou Manuel Novais.

Recorde-se que na madrugada da passada terça-feira, conforme noticiou O MINHO em primeira mão, a festa ilegal decorria numa moradia arrendada, com música em alto som, animada por um DJ.

Cerca das 02:00 horas, militares da GNR pararam a atividade, identificando e levantando autos de contraordenação aos jovens presentes.

Os jovens foram autuados e encaminhados para as respetivas casas, tendo a situação ficado resolvida pelas 02:30.

Populares