Seguir o O MINHO

País

Preço do gás natural vai continuar a subir e só volta a descer a seguir ao inverno

Energia

em

Foto: Arquivo

Os preços do gás natural deverão manter a tendência de subida nos próximos meses, mas baixarão a seguir ao inverno, desde que as tensões geopolíticas não se agravem nos principais produtores, escreve a agência Efe.

De acordo com os analistas contactados pela agência espanhola de notícias, a subida dos preços do gás natural, que está a arrastar o preço da eletricidade em toda a Europa, surge devido à recuperação económica, à subida da procura na Ásia, sobretudo na China, e ao facto de ser olhada como a principal energia de transição até à implementação plena das renováveis.

“Se olharmos para os preços dos mercados de futuros, o gás teria uma subida de 4 ou 5%, no máximo, e a partir daí, nos meses de março ou abril, pode ver-se uma descida forte, de 20 ou 30%, o que não quer dizer que seja o que se vai passar, explicou

O Bank of America antecipa que a subida do preço do gás natural rondará os 30% em setembro e 7% em outubro

Ouvida pela Efe, a energética Aldro Energia considera que a tendência de subida dos preços vai manter-se porque os fatores que sustentam o aumento mantêm-se, “mas, não obstante, espera-se que quando terminar o inverno a procure baixe e os preços voltem a equilibrar-se”.

Num comentário recente, o banco privado suíço Julius Baer escrevia que “os preços altos do gás são a melhor cura para os preços altos”, mas os planos para reduzir as emissões de CO2 desincentivam os investimentos no setor gasista.

Os preços, lembra a Efe, estavam relativamente baixos no princípio do ano e atualmente estão longe dos máximos históricos registados em 2005.

Populares