Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Perto de 200 estorninhos morrem em pleno voo e caem numa rua da Galiza

Autoridades ambientais investigam fenómeno ocorrido no bairro de Caranza, em Ferrol

em

Foto: Twitter

Choviam pássaros mortos. O cenário encontrado esta sexta-feira pelos habitantes da rua Alcalde Quintanilla, em Caranza, Ferrol, no Norte da Galiza, era desolador. Perto de duzentos estorninhos caíram mortos, em pleno voo, por cima de carros, telhados, jardins e estrada daquela avenida, e ninguém sabe explicar o motivo.

O fenómeno terá ocorrido pouco depois das 09:00 horas. Uma moradora, de nome Maria, disse ao jornal La Voz da Galícia que os pássaros estavam a “fazer muito ruído” quando começaram a cair sobre os carros e as pessoas que circulavam na rua. Os moradores falam em várias possibilidades, desde frio, veneno, eletrocução ou até… o 5G, visto que está a ser instalada uma antena na região.

Já a agência de notícias espanhola EuropaPress admite a possibilidade de ter-se tratado de uma eletrocução em massa, que pode ocorrer quando um bando circula com as aves muito próximas, bastando o toque em algum fio para causar a eletrocução, atingindo as restantes.

Os serviços do Meio Ambiente estão a investigar as possíveis causas do fenómeno, adiantando, no entanto, que não deverá ser fácil chegar a uma explicação definitiva, visto que já ocorreram outras situações idênticas em outros locais do planeta e ficaram sem justificação.

De acordo com o município de Ferrol, foram “recolhidos os pássaros e agora é altura de esperar a averiguação do que se passou”. Um técnico do Meio Ambiente recolheu dois exemplares mortos e levou-os para o Centro de Recuperação de Fauna Silvestre de Oleiros, onde será realizada a autópsia. Foram também recolhidas para o mesmo centro cinco aves que sobreviveram, mas não conseguem voar.

Populares