Seguir o O MINHO

Braga

Passatempo Casa da Árvore – Vilaminho, Braga

Em parceria com a PlantIt

em

Foto: Divulgação

A Casa da Árvore é o mais recente projeto imobiliário da Vilaminho.pt, desenhado a pensar nas necessidades das jovens famílias, é dotado de equipamentos e acabamentos que permitem uma redução significativa dos custos energéticos e da pegada ecológica e garantem excelentes resultados a nível acústico.

É um empreendimento de 24 apartamentos, pensados para aproveitar o tempo em família e para melhorar a qualidade de vida.

No dia 25 de maio das 9:30 às 12:30, e em parceria com a PlantIt, será realizado o Workshop “A minha horta de varanda”.

Para participar basta preencherem este formulário até dia 19, sugerindo uma solução ecológica para o dia-a-dia ou em específico para os apartamentos da Casa da Árvore.

As melhores sugestões ganham entradas duplas para o workshop.

 


Uma Casa da Árvore no centro da cidade de Braga

Localizada na Rua Virgílio Ferreira, na freguesia de Real, na zona norte da cidade de Braga, a Casa da Árvore terá 24 apartamentos de tipologia T3, com uma área de 150 metros quadrados, dotados de equipamentos de elevada eficiência energética. Segundo estimativas da construtora, a Casa da Árvore deverá estar pronta a habitar durante o segundo semestre de 2020, entre agosto e outubro.

“Serão apartamentos elegantes, de perfil minimalista, pensados para as necessidades de jovens famílias, que surpreendem pelos pormenores de design e acabamentos requintados”, explica o representante do gabinete ART.MGA responsável pelo projeto.

A localização é outra das mais-valias, uma vez que a Casa da Árvore irá proporcionar a tranquilidade que encontramos fora da cidade sem deixar que os seus moradores vivam próximo do centro histórico da cidade e dos equipamentos e serviços que precisam para uma qualidade de vida de alto padrão.

Apartamentos Personalizáveis

Foto: Vilaminho

Como explica Tiago Gomes Sequeira, administrador da Vilaminho, promotora do projeto, “o edifício Casa da Árvore foi desenhado a pensar nas famílias que querem conciliar as vantagens da proximidade do centro histórico com o conforto de uma habitação contemporânea e amiga do ambiente”.

O administrador da Vilaminho realça ainda que, “na primeira fase de vendas, os apartamentos são altamente personalizáveis, para que cada família possa construir uma casa à medida das suas necessidades específicas”.

A Casa da Árvore propõe um modelo de habitação e estilo de vida mais sustentáveis. A utilização de materiais de elevada qualidade permite excelentes resultados ao nível do isolamento térmico e acústico, garantindo o máximo conforto.

Soluções Tecnológicas

A inclusão de soluções tecnológicas, que possibilitam tanto o aproveitamento da energia solar como a redução de consumos, permite baixar significativamente os custos energéticos e a pegada ecológica.

O sistema integrado de floreiras com rega automática possibilita também usufruir da natureza dentro de casa, através da cultura de flores, pequenos vegetais ou ervas aromáticas durante todo o ano.

Foto: Vilaminho

Para além da privacidade e do conforto de cada apartamento, a Casa da Árvore terá espaçosas áreas comuns, pensadas para a utilização familiar quotidiana, que serão facilmente adaptáveis para eventos especiais, nomeadamente na sala multifunções – ideal para festas e/ou reuniões de condomínio e ginásio.

Característica muito especial deste imóvel é também a inclusão de pontos de carregamento para veículos elétricos, bem como espaço de parqueamento interno de bicicletas, como resposta às crescentes necessidades de mobilidade urbana.

Situado a cinco minutos do centro histórico, favorece os chamados meios de mobilidade suave, não esquecendo a proximidade às principais vias rodoviárias e ferroviária da cidade de Braga.

Vilaminho: 30 Anos a Crescer

A Vilaminho é uma empresa nascida em Braga, em 1988, como a primeira empresa do grupo no setor imobiliário. Trinta anos depois e orientada por três gerações, capazes de garantir a sua evolução e crescimento contínuos, o Grupo Vilaminho apresenta empreendimentos imobiliários por todo o país, em cidades como Aveiro, Braga, Gondomar, Lisboa, Elvas, Gaia, Portimão e, também, no Brasil.

Avô, pai e filho dirigem, agora, com a mesma paixão com que começaram a missão de criar, continuamente, elementos de diferenciação nos projetos que desenvolvem, acreditando apenas na determinação de cada cliente para alcançar cada um dos seus sonhos.

VISITAR SITE >

Descarregar Folheto (PDF) 

PUBLICADO POR

Anúncio

Braga

AMT dá Luz verde para contratar mais transportes públicos em Braga

Autoridade da Mobilidade e dos Transportes

em

Foto: Divulgação

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes revelou hoje que deu parecer positivo ao contrato de concessão em Braga, para serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros. A mesma entidade autorizou o concurso a lançar pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo

Trata-se de pareceres positivos às peças do contrato de concessão de serviço público de transporte rodoviário de passageiros no município de Braga e do concurso público para o serviço público de transporte de passageiros regular por modo rodoviário na Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, precisa a AMT, em comunicado enviado à agência Lusa.

A AMT refere que os pareceres prévios vinculativos positivos foram emitidos na quinta-feira às peças dos dois procedimentos, que “assumem relevância” na “implementação da reforma introduzida” pelo regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia que aprovou o regime jurídico do serviço público de transporte de passageiros.

No caso do município de Braga, “consolida-se o processo de contratualização de serviços públicos de transporte de passageiros quando prestados por autoridades de transportes, por prestação direta ou serviços municipalizados e operadores internos”.

Em relação ao Baixo Alentejo, trata-se de “um passo que se afigura significativo no sentido da melhoria do sistema de transportes públicos em regiões de baixa densidade populacional”.

O sentido dos dois pareceres, “ainda que positivo, implica o cumprimento de diversas determinações, designadamente quanto à execução contratual, no que se refere a matéria operacional, económica e financeira, e o apuramento e reporte circunstanciado e periódico de informação relevante”, informa a AMT.

Segundo a AMT, “a divulgação dos pareceres será efetuada após a conclusão dos competentes procedimentos administrativos, depois de salvaguardados os elementos sujeitos a confidencialidade”.

Continuar a ler

Braga

Investigador da Guimarães desenvolve método natural para curar feridas graves ou crónicas

Professor Raul Machado

em

Foto: Divulgação

Raul Machado, professor e investigador auxiliar no Centro de Biologia Molecular e Ambiental da Universidade do Minho, está a desenvolver materiais que podem revolucionar o estado de doentes com feridas graves ou crónicas.

O objetivo é evitar a utilização de antibióticos e outros agentes no tratamento de feridas e contornar a problemática da resistência antimicrobiana com recurso a materiais naturais.

De acordo com o investigador, natural de Guimarães, a pesquisa foca-se no desenvolvimento de materiais biotecnológicos que utilizam a natureza como inspiração.

“A tecnologia que temos vindo a desenvolver prende-se no desenvolvimento de materiais biológicos inspirados nas proteínas que se encontram na natureza, como a seda ou a elastina e a sua funcionalização com péptidos na atividade antimicrobiana”, explica Raul Machado.

Desta forma, o uso de antibióticos e outros agentes que possam ser “menos biocompatíveis” é evitado, podendo ser contornado com resistência antimicrobiana.

“Até agora, desenvolvemos fibras com atividade antimicrobiana, assim como filtros transparentes que permitem monitorizar a evolução de uma ferida”, sublinha.

Estes materiais mostram-se “extremamente eficientes a eliminar microrganismos clinicamente relevantes, sem demonstrar ciotoxicidade contra as células da pele”.

“No futuro, iremos focar-nos no desenvolvimento de hidrogeis funcionais e na incorporação de agentes terapêuticos para acelerar o processo de cura”, revela.

De acordo com a descrição no seu site, o Centro de Biologia Molecular e Ambiental é uma Unidade de Investigação e Desenvolvimento criada em 2008, financiada pela Fundação de Ciência e Tecnologia(FCT) e localizada na Escola de Ciências da Universidade do Minho.

Tem como missão a “investigação de excelência e formação avançada em Ciências Biológicas, promovendo a literacia científica e a transferência de conhecimento a nível nacional e internacional”.

Continuar a ler

Braga

Empurra polícia e foge durante tentativa de roubo em Braga, mas acaba detido

No centro da cidade

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem, de 25 anos, foi detido por agentes da PSP na sequência de uma tentativa de assalto na cidade de Braga, ontem à noite, em São Vicente, no centro da cidade.

Em comunicado, aquela polícia dá conta de um alerta, cerca das 20:20, para uma tentativa de roubo sob ameaça de agressão através de força física, deslocando para o local uma patrulha.

Segundo a PSP, os agentes encontraram o alegado assaltante ainda junto da vítima, abordando o mesmo. Este acabou por desferir um empurrão ao agente, conseguindo encetar fuga.

“Foi-lhe movida perseguição tendo sido de imediato intercetado e detido”, disse a mesma fonte.

O mesmo vai ser presente, esta sexta-feira, no Tribunal Judicial de Guimarães.

Continuar a ler

Populares