Seguir o O MINHO

Atletismo

Novo recorde e novo ouro: Mariana Machado vence nos juniores em 3 mil metros

Meeting Cidade de Pombal

em

Foto: Facebook de Albertina Machado

A bracarense Mariana Machado bateu, este domingo de manhã, o recorde nacional dos três mil metros, em juniores, durante o 13.º Meeting da Cidade de Pombal.

A atleta, que representa o SC Braga, completou a prova no tempo de 9.02,56, batendo o recorde anterior, que pertencia a Jessica Augusto (9.08,97) desde o ano 2000.

Recentemente, a filha da conhecida atleta olímpica Albertina Machado, foi considerada a atleta a nível europeu com melhor prestação durante o mês de novembro, pela Federação Europeia de Atletismo.

Do palmarés da fundista portuguesa constam a medalha de prata nos europeus de juniores de 2019, nos 3.000 metros e medalha de bronze nos europeus juniores de corta-mato, também em 2019.

Integrou a seleção de 2019 que ganhou a I Liga do Europeu de Seleções, subindo à Superliga, sendo prata nos 3.000 metros e bronze nos 1.500.

É recordista nacional de juniores (ar livre) de 1.500 metros (e agora de 3.000 metros) e de juvenis (pista coberta) de 800, 1.500 e 3.000 metros.

Foi ainda duas vezes campeã de Portugal de crosse curto, ainda como júnior.

Anúncio

Atletismo

Mariana Machado vence nos 3.000 metros e ‘dá’ vice-campeonato nacional ao SC Braga

A correr em ‘casa”

em

Foto: Divulgação / FP Atletismo

A atleta bracarense Mariana Machado venceu, este domingo, a prova dos 3.000 metros de pista coberta, no campeonato nacional de clubes, que decorreu no Altice Forum, em Braga.

Mariana Machado foi a única atleta bracarense a conseguir vencer uma prova, e a única não atleta do Sporting a vencer em femininos. A jovem completou a prova em 9.19,05 minutos.

Também no sábado, o prodígio do SC Braga venceu a prova dos 1.500 metros, contribuíndo assim (e muito) para o segundo lugar alcançado pelo clube arsenalista na final desta competição, sagrando-se vice-campeão nacional em Pista Coberta na vertente feminina.

As fases finais do campeonato nacional de clubes em pista coberta, a mais importante prova coletiva do atletismo português, repartiram 32 equipas de 22 clubes em duas divisões e decorreram desde sábado no Altice Fórum, em Braga.

Classificação final:

– I Divisão (Masculinos):

1. Benfica, 101 pontos.

2. Sporting, 90.

3. SC Braga, 54.

– I Divisão (Femininos):

1. Sporting, 100 pontos.

2. SC Braga, 82.

3. Juventude Vidigalense, 66.

– Masculinos:

Lançamento do peso: Tsanko Arnaudov (Benfica), 20,59 metros.

60 metros barreiras: João Vítor Oliveira (Benfica), 7,87 segundos.

800 metros: Isaac Nader (Benfica), 1.52,80 minutos.

3.000 metros: Samuel Barata (Benfica), 8.09,68 minutos.

Triplo salto: Pedro Pablo Pichardo (Benfica), 17 metros.

4×400 metros: Benfica, 3.15,09 minutos.

– Femininos:

Triplo salto: Patrícia Mamona (Sporting), 13,86 metros.

60 metros barreiras: Olímpia Barbosa (Sporting), 8,44 segundos.

Salto com vara: Marta Onofre (Sporting), 4,20 metros.

800 metros: Claudia Bobocea (Sporting), 2.06,51 minutos.

Lançamento do peso: Auriol Dongmo (Sporting), 18,08 metros.

3.000 metros: Mariana Machado (SC Braga), 9.19,05 minutos.

4×400 metros: Sporting, 3.37,70 minutos.

– II Divisão (Masculinos):

1. Casa do Benfica de Faro, 74 pontos.

2. ADRAP, 63.

3. Almeirim, 61,5.

– II Divisão (Femininos):

1. Eirense, 73,5 pontos.

2. Maia, 72.

3. Senhora do Desterro, 71,5.

Continuar a ler

Atletismo

Atletismo: Benfica e Sporting campeões nacionais no Altice Fórum, com SC Braga no pódio

em

O Benfica revalidou hoje o título de campeão masculino de clubes de atletismo em pista coberta, superando pelo terceiro ano seguido o rival Sporting, que deu continuidade à supremacia na prova feminina.

Numa segunda sessão de finais sem qualquer recorde renovado no Altice Fórum, em Braga, as ‘águias’, que transportaram três pontos de vantagem sobre os ‘leões’ da jornada inaugural, totalizaram 101, para somarem o oitavo título nas últimas nove edições.

O Sporting ficou no segundo posto, com 90 pontos, mais 36 que o SC Braga, no derradeiro lugar do pódio, naquele que compôs o duelo de titãs no setor feminino, em que os lisboetas venceram pela 10.ª vez consecutiva, num total de 25 títulos em 27 edições.

As ‘leoas’ reuniram 100 pontos, contra 82 do SC Braga, segundo colocado, e 66 da Juventude Vidigalense, terceira, num evento que voltou a contar com a ausência do Benfica 11 anos depois, por ter alinhado com menos de sete atletas no apuramento.

Os ‘encarnados’ ‘limparam’ as seis provas masculinas do dia, sempre secundados pelo Sporting, com destaque para o triunfo no triplo salto do luso-cubano Pedro Pablo Pichardo (17 metros) sobre o sportinguista e campeão olímpico em 2008 Nelson Évora (16,27).

João Vítor Oliveira venceu Rasul Dabó nos 60 metros barreiras (7,87 segundos) e Samuel Barata superou Fernando Serrão nos 3.000 metros (8.09,68 minutos), enquanto a estafeta benfiquista formada por João Coelho, Mikael Jesus, Mauro Pereira e Raidel Acea suplantou o Sporting nos 4×400 metros (3.15,09 minutos).

Isaac Nader voltou a derrotar Paulo Rosário, desta feita nos 800 metros, com 1.52,80 minutos, um dia após o triunfo nos 1.500 metros, tendo o luso-búlgaro Tsanko Arnaudov dominado o lançamento do peso, com 20,59 metros diante do ‘leonino’ Marco Fortes.

Em femininos, o Sporting arrecadou seis das sete competições, graças aos triunfos de Patrícia Mamona no triplo salto (13,86 metros), Olímpia Barbosa nos 60 metros barreiras (8,44 segundos) e da romena Claudia Bobocea nos 800 metros (2.06,51 minutos).

A luso-camaronesa Auriol Dongmo venceu o lançamento do peso, com 18,08 metros, enquanto as ‘leoas’ Dorothé Évora, Vera Barbosa, Juliana Guerreiro e Cátia Azevedo confirmaram o favoritismo na estafeta 4×400 metros (3.37,70 minutos).

Marta Onofre granjeou sucesso na vara, ao saltar 4,20 metros, enquanto o SC Braga impôs-se nos 3.000 metros por Mariana Machado (9.19,05 minutos), que tinha brilhado no sábado na prova de 1.500 metros.

Na segunda divisão, a Casa do Benfica de Faro conquistou o título masculino pela terceira vez, revalidando o desempenho na última temporada com 74 pontos, contra os 63 da ADRAP, no segundo lugar, e os 61,5 do Almeirim, que encerrou o pódio.

Já o Eirense prosseguiu o estatuto de melhor formação no apuramento feminino e arrancou um triunfo inédito, sucedendo ao Pechão com 73,5 pontos, à frente do Maia, segundo colocado, com 72, e do Senhora do Desterro, terceiro, com 71,5.

As fases finais do campeonato nacional de clubes em pista coberta, a mais importante prova coletiva do atletismo português, repartiram 32 equipas de 22 clubes em duas divisões e decorreram desde sábado no Altice Fórum, em Braga.

Classificação final:

– I Divisão (Masculinos):

1. Benfica, 101 pontos.

2. Sporting, 90.

3. SC Braga, 54.

– I Divisão (Femininos):

1. Sporting, 100 pontos.

2. SC Braga, 82.

3. Juventude Vidigalense, 66.

– Masculinos:

Lançamento do peso: Tsanko Arnaudov (Benfica), 20,59 metros.

60 metros barreiras: João Vítor Oliveira (Benfica), 7,87 segundos.

800 metros: Isaac Nader (Benfica), 1.52,80 minutos.

3.000 metros: Samuel Barata (Benfica), 8.09,68 minutos.

Triplo salto: Pedro Pablo Pichardo (Benfica), 17 metros.

4×400 metros: Benfica, 3.15,09 minutos.

– Femininos:

Triplo salto: Patrícia Mamona (Sporting), 13,86 metros.

60 metros barreiras: Olímpia Barbosa (Sporting), 8,44 segundos.

Salto com vara: Marta Onofre (Sporting), 4,20 metros.

800 metros: Claudia Bobocea (Sporting), 2.06,51 minutos.

Lançamento do peso: Auriol Dongmo (Sporting), 18,08 metros.

3.000 metros: Mariana Machado (SC Braga), 9.19,05 minutos.

4×400 metros: Sporting, 3.37,70 minutos.

– II Divisão (Masculinos):

1. Casa do Benfica de Faro, 74 pontos.

2. ADRAP, 63.

3. Almeirim, 61,5.

– II Divisão (Femininos):

1. Eirense, 73,5 pontos.

2. Maia, 72.

3. Senhora do Desterro, 71,5.

Continuar a ler

Atletismo

Mariana Machado bate João Félix e é revelação do ano do desporto em Portugal

em

A bracarense Mariana Machado foi, esta quarta-feira, eleita como Jovem Promessa do Ano, na 24.ª Gala do Desporto, organizada pela Confederação de Desporto Português. Este é o segundo ano consecutivo em que a atleta de Celeirós vence este galardão.

2019 foi um ano de sonho para a jovem fundista, filha da antiga atleta olímpica Albertina Machado.  Do palmarés da jovem bracarense, em 2019, constam a medalha de prata nos europeus de juniores de 2019, nos 3.000 metros e medalha de bronze nos europeus juniores de corta-mato.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

E que excelente forma de terminar 2019 com mais um recorde nacional desta vez nos 3000m! Um excelente presente de aniversário para uma pessoa muito especial, a minha treinadora Sameiro Araújo ❤️, Muitos Parabéns!!!! Seguimos juntas para mais um ano recheado de grandes objetivos por conquistar ! Que o melhor de 2019 seja o pior de 2020! Um obrigada muito especial aos meus pais, à minha família e ao meu grupo de treino. Obrigada ao Sporting Clube de Braga, à Adidas e ao Lidl por confiarem e apostarem no meu trabalho. Por último mas não menos importante um agradecimento muitooo especial à @soli_pereira pelo carinho e disponibilidade em ajudar-me na conquista deste feito ! A todos vocês desejo um excelente 2020 com muita saúde, paz e amor, Beijinhos Mariana Machado

Uma publicação partilhada por Mariana 🇵🇹 (@mariana_machado_12) a

“Espero não ser só uma promessa, mas sim uma certeza. Espero que seja um sinal de que tenho realizado um excelente trabalho e que seja realmente merecido estar aqui pelo segundo ano consecutivo. Espero estar aqui um ano a lutar por ser uma das atletas femininas do ano”, disse, durante a aceitação do prémio.

A jovem do SC Braga bateu a concorrência de João Félix (Futebol), Maria Martins (Ciclismo), Raquel Brito (Judo) e Raffaele Stroti (Râguebi).

Os premiados na 24.ª Gala do Desporto de Portugal

Treinador do Ano: Paulo Jorge Pereira (Andebol)

Os outros nomeados: Rui Fernandes (Canoagem), Fernando Santos (Futebol), Pedro Soares (Judo) e Renato Garrido (Hóquei em Patins)

Jovem Promessa do Ano: Mariana Machado (Atletismo)

Os outros nomeados: Maria Martins (Ciclismo), João Félix (Futebol), Raquel Brito (Judo) e Raffaele Stroti (Râguebi)

Equipa do Ano: Seleção Nacional de Hóquei em Patins, Sporting (Atletismo), K4 500 Metros Masculinos (Canoagem), Sporting (Judo), Seleção Nacional de Futebol

Atleta Feminino: Patrícia Sampaio (Judo)

Os outros nomeados: Inês Henriques (Atletismo), Teresa Portela (Canoagem), Ana Margarida Filipe (Desp. Para Pessoas com Deficiência), Vanessa Marques (Futebol)

Atleta Masculino: Jorge Fonseca (Judo)

Os outros nomeados: João Vieira (Atletismo), Fernando Pimenta (Canoagem), Jordan Santos (Futebol de Praia), Frederico Morais (Surf)

Prémio Alto Prestígio: António Gentil Martins (médico)

Continuar a ler

Populares